A Vila Carioca e o pão com mortadela estão em toda a parte

Jornais e sites registram os recordes de audiência da participação de Lula no podcast Podpah, dos youtubers Igor Cavalari (o Igão) e Thiago Marques (o Mítico que, na fala do ex-presidente virou, com sucesso Mítico).

Como “todo mundo” viu – e quem não viu pode fazê-lo abaixo – deixo de lado o conteúdo e fixo-me na forma da fala do ex-presidente.

E, sem medo de estar exagerando, digo que, sob este aspecto, foi um espetáculo de comunicação.

Lula esbanjou simpatia sem puxa-saquismo, mostrou uma agilidade mental e um bom humor permanente, conversou com os jovens sem ar-professoral, e falou aos mais pobres e à periferia com simplicidade e empatia, sem paternalismo.

Vai para junto das pessoas, dá-lhe a mão e as traz para a política.

Do pão com mortadela na Vila Carioca, esquina das ruas Vemag e Auriverde, aos encontros com líderes mundiais, é o mesmo sujeito.

De igual para igual, todo o tempo, passando de futebol à economia, falando de um jeito de quem está em casa, numa reunião de amigos onde há um grande e bonachão contador de histórias e que, nestas histórias, revela sua natureza e sua paixão.

Qualquer um que assista compreende porque o retiraram das eleições.

Se o sábado te der um tempinho, assista.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.