Balão de ensaio de Guedes: congelar o salário-mínimo

A volta da CPMF não “colou”.

E não vai “colar” a nova ideia lançada pela equipe de Guedes: a de congelar, até mesmo sem a correção inflacionária, o valor do salário-mínimo.

Emendar a Constituição para retirar dela a cláusula de correção inflacionária o piso salarial dos brasileiros.

Ajuste fiscal “na veia”, atingindo em cheio os trabalhadores mais humildes, idosos, pensionistas, milhões daqueles que já quase nada têm.

À previsão de hoje, perto de 40 reais “por cabeça” a cada mês, de cada um dos 50 milhões de brasileiros que vivem de um salário mínimo ou menos.

12,3 bilhões de “economia”.

Essa gente ultrapassou todos os limites da crueldade.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

21 respostas

  1. Isso nenhum FDP é capaz de fazer, pq ele sabe que um dia alguém deu colo pra ele.
    Esse Guedes foi chocado no ninho da serpente.

  2. A partir desse valor da pra ter uma ideia de quantos postos de trabalho desapareceriam ja que quase todo salario é gasto no consumo comercio e serviços
    Ainda tem q guardar um pouco p previdencia privada

  3. A parte bacana desta notícia é que diversas categorias de paneleiros tem seu piso salarial definido por um determinado número de salários mínimos. Acho que com engenheiros e arquitetos, entre outros, é assim. Também serão afetados. paulo guedes não tem a menor competência para administrar ou planejar uma economia complexa como a do brazil, por isso fica imaginando gambiarras. O único plano deste sujeito é demolir o estado.

  4. Ainda que se fizesse essa ‘economia’ burra, o valor economizado bateria com o perdão da dívida dos ruralistas. Ou seja, noves fora, nada. Como sempre. Como tem gente que ainda espera algo de uma besta dessas?

  5. Só pela sugestão, esse maldito mereceria ser largado no meio de um deserto para morrer de fome e sede, sem sequer o “benefício” de um salário mínimo. Isso não é um ser humano, isso só pode ser um produto do demo.

  6. Mas o pastor falou que é tudo pela família. Então com uma sessão de descarrego tudo se ajeita. Mas será que o dízimo vai ser corrido?

  7. Queremos ver a postura dos coxilatas e panelas quanto a mais este aberração dos seus bandos de golpistas milicianos militares e políticos bolsas familiares quando não tiverem mais salários reajustados sem emprego e nenhum juiz de porta de cadeia para socorrer.
    E pra completar foram todos os dias avisados.Foi pra esse tipo de coisa que prenderam Lula. Pra meter a mão até no salário mínimo. Um Brasil de ricos acumulando dinheiro nas costas do povo pobre. #equipeLula

  8. O que a história nos ensina:
    De acordo com o economista inglês John Hibson, dito em 1903 no seu livro IMPERIALISMO e citado por Umberto Martins, no seu livro O GOLPE DO CAPITAL CONTRA O TRABALHO, Editora e Livraria Anita Ltda.
    ” A ascensão e queda das grandes potências são um fenômeno associado a duas leis econômicas que orientam a evolução do capitalismo em escala mundial: o desenvolvimento desigual das nações e o para parasitismo. Duas leis que atuam juntas, entrelaçadas”.
    A desigualdade está aumentando aceleradamente no mundo e no Brasil pós PT, a miséria está virando flagelo. E o parasitismo das classes altas da sociedade ( diga-se rentista e especuladores financeiros´) está aí tirando todo o sangue do povo trabalhador.
    Isso só me faz lembrar Getúlio Vargas ” quando a fome bater à vossa porta, sentireis no peito a energia para a luta por vós e por vossos filhos”.
    Quero ver quem vai segurar o povo quando a misérias realmente chegar ao insuportável.

  9. Sinceramente esse FDP do Guedes foi indagado na praia do Leblon no RJ , virou-se e disse q arrumaria as malas e iria embora e depois queria ver como ficaria por aqui . Eu responderia q não gostaria que ele fosse embora , queria q ele MORRESSE E JUNTO TODA A HORDA DE RATAZANAS MALDITAS QUE TOMARAM POSSE .

  10. Só um detalhe que nenhuma notícia explica e os blogs deveriam revelar: economizar em cima dos pobres para que? Tirar 35 bi dos salários e enfiar o dinheiro onde???
    Os jornais tem muita vergonha de noticiar esse safadeza…

  11. A investida sobre o salário, mínimo ou não, é uma ação burra até sob o ponto de vista neoliberal. O crescimento do PIB é resultado de dois fatores principais: produção e consumo. Sem salário não há consumo. as empresas diminuem a produção quando não há consumo de seus produtos. Num país com grande massa de população com baixos rendimentos, como o Brasil, o Estado possui importância vital para a economia pois pode promover a indução do crescimento mediante investimentos públicos, políticas fiscais equilibradas e a manutenção do nível salarial para promover o consumo e consequentemente a produção.

  12. Nem seria congelamento,mas confisco.Em dois ou três anos com inflação batendo na casa de 8 a 10%,salários e aposentadorias virariam pó.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *