Bolsa para com novo ‘circuit braker’ ao cair 10,11%

O caos de 2ª feira, esboçado para se repetir hoje, desde cedo já estava acontecendo, com queda de até 7% no índice da Bolsa de Valores de São Paulo.

Com o tardio reconhecimento da Organização de Saúde, agravou-se e outra vez o “circuit braker’ teve de ser acionado quando a queda chegou a 10, 11%.

As ilusões de que “tudo ia se acalmar” que (re)tomou o dinheiro dos “sardinhas” ontem esboroaram-se e a tendência é de que tudo fique pior.

Nem tanto porque o coronavírus está batendo números recordes em disseminação – mais de 6 mil casos – e de mortos – 331, dado incompleto, ainda – mas porque é improvável que a recuperação deste quadro vá ser tão rápida (dois meses) quanto a da China, que adotou medidas severíssimas ainda no início do surto.

Adiante, em novo post, falo do que significa a expressão “achatar a curva”, que está nomeando a ação sanitária neste momento em que as previsões antes catastróficas, estão se tornando plausíveis a todos os especialistas.

Vamos ver se ao voltar de sua “Disneylândia” na Flórida, Jair Bolsonaro para de falar que é “fantasia”.

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email