Bolsonaro anuncia entrega da Amazônia. Batam continência ao ‘Dudu”, generais

Nem Jair Bolsonaro é capaz de provocar tanta vergonha quanto a alta oficialidade do Exército Brasileiro, na qual conheci vários homens – conservadores, é verdade – que dignos e honrados patriotas.

Parece que estes se foram e deixaram um rebotalho servil, encastelado em cargos em nome dos quais estão dispostos a calar diante de crimes explícitos contra o país.

Esperei horas para ver se surgia alguma voz contra (outra) monstruosidade dita hoje pelo presidente da República.

A de que está indicando o filho para office boy – embaixador é que não será – para ter “contato rápido e imediato com o presidente americano” e trazer “o “primeiro mundo” para explorar essas áreas [indígenas] “em parceria”.

Como é que é?

Vão permitir que, em troca de miçangas e espelhos “2.o ” grupos estrangeiros se apropriem das terras dos índios e as devastem?

Os senhores vão seguir o comando de um mau militar ambicioso que, servindo à Força, usava as horas vagas para praticar garimpo ilegal?

Dele, não dá para ter vergonha: é o que sempre foi. Mas dos senhores, sim. Sabem tudo, fizeram os melhores cursos, não chegaram onde estão por serem primários como ele.

Têm consciência do que são, o que só os piora.

São uma ofensa à memória de Rondon, são os entregadores do território que juraram defender e ensinam, assim, ao seus soldados que o Brasil é um simples butim a ser saqueado.

Mandar-lhes-ão expulsar os “bugres”, garantirão que tratores passem sobre as ocas, que a mandioca e o milho sejam tragados pelas garras das escavaderas.

Serão os senhores os novos Sebastião Curió, para fazerem novas Serras Peladas, agora com o “míster” a mandar?

Que vergonha, generais!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

38 respostas

  1. Meu avô serviu aqui no sertão do Nordeste e era nacionalista radical. Se ele visse isso……chamaria todos esses generais…..almirantes e brigadeiros todos de MONTE DE BOSTA. Pedindo desculpas…..claro…..às bostas…..

  2. As coisas estão indo longe demais.
    Se nem para defender nosso território esse exército serve, está na hora de alguma força paralela com sangue brasileiro começar a se formar para defender esse país.

    1. Cadê o Caçador de Passarinhos? Eu não me levantaria para defender um povo que não liga de ser escravizado e ainda aceita passivamente um demente na presidência. Mas deixar estrangeiros invadirem nosso país e não fazer nada já é demais. ISSO justifica uma revolução.

      1. O problema Emília, é que para uma revolução necessitamos de POVO.
        E aqui, ao que parece, só há asnos comedores de alfafa estragada.

  3. Esse processo que vivemos vai explodir com a unidade de nossas FA, creio eu. E isto será um passo para a fragmentação do país.

    1. É uma possibilidade, mas muito remota. Não espere isso de cabos e sargentos imbecilizados pela mídia. A grande maioria adora gritar Mito…

  4. Que amazônia que nada . Nossos oficiais generais/brigadeiros/almirantes gostam é de viagens em Paris , e EUA e outras parragens , onde ficam em hotéis 5 estrelas e fazendo passeios gurmet com suas esposas . Tudo isso na maioria das vezes bancado com dinheiro público , como também dos países que lhes tornam cativos . Cursos , palestras , seminários e outros convescostes são o desejado , pisar na selva alguns tiveram um básico , não sua maioria a maior quantidade de mata que pisou , que não é bem mato , pisou na grama do jardim de casa ou viu pela televisão . ” Tenro horror a mata ” .

  5. Os milicos não passam de coxinhas analfabetos políticos fardados. Não se pode esperar nada deste tipo de gente. Colocaram-se no papel daqueles militares da República de Vichy que se submeteu às ordens dos invasores alemães.

  6. Eu não tenho dúvidas de que o assassinato do líder indígena no Amapá está associado às declarações estapafúrdias que o canalha idiota que governa o Brasil fez hoje. Estou exagerando? Analisem o teor das declarações dele e tirem suas próprias conclusões:
    “O senhor presidente da França, a senhora Merkel, queriam que eu voltasse para cá, demarcando mais 30 reservas indígenas, ampliando reservas ambientais. Isso é um crime. Só de reserva indígena já temos 14 por cento tomados aqui no Brasil. Na reserva Ianomâmi , são 9 mil índios e tem o dobro do estado do RJ. É justo isso? Terra riquíssima. Se junta com a Raposa do Sol é um absurdo o que temos de reservas minerais ali. Estou procurando o primeiro mundo para explorar essas áreas em parceria agregando valor. Por isso, a minha aproximação com os Estados Unidos”.
    Além de discriminar os índios, o imbecil acha que proteção ambiental é coisa de veganos que só comem vegetais. Quer acabar com a Amazônia, quer acabar com Angra, quer acabar com Fernando de Noronha, quer acabar com tudo. O povo brasileiro elegeu com a mente lavada por fake news uma criatura demoníaca para governar o país. Com ele no poder perderemos nossa dignidade e seremos párias internacionais. Logo o Brasil que era tão pacífico e respeitado, não só nos governos do PT, mas também nos outros governos.
    O art. 231, da CF protege as terras indígenas. E seu o seu parágrafo 3, preceitua que “o aproveitamento dos recursos hídricos, incluídos os potenciais energéticos, a pesquisa e a lavra das riquezas minerais em terras indígenas só podem ser efetivadas com autorização do Congresso Nacional, ouvidas as comunidades afetadas, ficando-lhes assegurada a participação nos resultados da lavra”.

    Portanto, esse questão da exploração de terras indígenas não depende do autoritarismo do infeliz que governa o país, e sim de autorização do Congresso Nacional. Ele está invadindo a seara de outro poder. Urge o Poder Legislativo fazer com que ele se recolha a sua insignificância.
    E se o Congresso não for capaz de fazer nada, urge pedirmos aos organismos internacionais proteção para os índios brasileiros e para as terras que eles ocupam porque são áreas de preservação ambiental.

    Observem que a Funai não deu uma nota sequer. E a PF não apareceu para ajudar os índios. Isso não me surpreende uma vez que ambas estão sob o controle da segunda criatura mais demoníaca do país: Sérgio Moro.

    1. Sim, ele quer acabar com a Amazônia, quer acabar com Angra, considera que os índios do Brasil já são milionários excêntricos que vieram para cá sem serem convidados e vivem nadando em lagos de dinheiro, e se pudesse, ele transferiria a hidrelétrica de Itaipu para o Rio Colorado. Mas antes de querer tudo isso, ele quer mesmo é ser cidadão estadunidense honorário e dar língua e banana para o Brasil. Mesmo as grandes mineradoras concorrentes do antigo Brasil, o Brasil rico, orgulhoso e poderoso, que tinha uma Vale do Rio Doce de gestão impecável e alavancadora do desenvolvimento nacional em muitas outras áreas correlatas à da mineração, mesmo aquelas minerados não vão querer explorar nada da Amazônia, porque o retorno só viria depois de vinte anos de sofrimentos e pesados investimentos. Mas sim, vão querer conservar a concessão, ou a posse da Amazônia, porque isso tem valor inestimável, sem o dever de explorar nada ainda neste século bolsonariano. Os açambarcadores só querem negócios prontos, acabados e de imediata e alta lucratividade, algum dos manás do céu bolsonariano, como a BR distribuidora. Agora, o difícil mesmo é suportar que os militares brasileiros batam palmas para tudo isso. Aliás, esse é o governo deles, dos militares! Que querem eles? Enriquecer mais ainda os países do Norte e nos deixar apenas com o buraco da exploração? Como eles não percebem que levaram nosso présal nas barbas de todos eles e ainda foram por eles aplaudidos? Como eles não percebem tudo isso? Como eles acreditam que há algum interesse nacional em tudo isso? Como eles acreditam nesta imbecilidade de “estado mínimo”? Levados pelo ódio insano contra a Comissão da Verdade, os militares se fecharam e se isolaram da sociedade nacional e foram as vítimas mais desarmadas e completas da chuva de fakenews e dos artigos bem arrumadinhos dos blogs americanos de propaganda financiada por bilionários caducos, cheios de elucubrações fantásticas e teorias absurdas que parecem o fino da informação política e das descoberta tecnológica, para as mentes fracas e desarmadas. Eles não perceberam ainda a dimensão deste desastre em forma de desgoverno, que trará o maior fracasso econômico de todos os tempos no mundo inteiro. E o gozado é que Bolsonaro não esqueceu de dizer em seu arrazoado mal costurado que vai tentar dar a Amazônia a americanos (podem ser canadenses e australianos, mesma sopa), mas que vai querer algum valor agregado feito pelo Brasil. Que valor agregado? A fabricação de sacos de aniagem com a inscrição “Roubado do Brasil”?

  7. Esses genarais não são donos do pais. O pais pertence ao povo brasileiro. Se há vergonha é da parte do povo que votou nessa canalha!

  8. é um case para estudos.. eles conseguiram 100% de doutrinação.. nem um destoa… não houve uma única voz da fab q se levantasse contra a entrega da embraer.. e eles continuam lá com aquela hipocrisia de fingir reverência ao santos dumont… se os eua vão ficar com tudo q os americanos paguem pela segurança e nós poderemos imitar a costa rica já q o ‘patriotismo’ dos nossos milicos se limita à datas festivas e aos desfiles diários das 7 da manhã e não em atos como o país precisa. E pensar q um dia no passado Einstein depois de minutos de conversa no Rio com o Marechal Rondon, ouvindo sobre o seu trabalho e contato com os índios imediatamente escreveu uma carta ao comitê do Nobel para indicá-lo para o prêmio Nobel da Paz. O Rondon entra na turma do Santos Dumont, lembrado mas pouco imitado

  9. Perdoe-me jornalista, mas essa é uma questão política, que não cabe a generais decidir. Não são constitucionalmente poder moderador, embora sempre atuem como tropa de ocupação em desfavor da soberania brasileira, sempre que os EUA decidem um caminho a ser seguido no seu quintal. Ainda mais no caso, que seria querer que um dos chefes, as Forças Armadas, que são partícipes do golpe de estado de 2016 e garantidoras das ações do movimento golpista, depondo Dilma Rousseff, com questões sabidamente engendradas pelo Parlamento liderado por Eduardo Cunha, hoje preso por ser na realidade ladrão, tudo encaminhado pelo Ministério Público, onde pontifica Deltan Dallangnol no momento também sendo acusado de desvios de conduta e, principalmente, Sérgio Moro, então juiz da Lava Jato, no momento enredado com acusações de procedimentos ilegais no desenrolar dos acontecimentos que levaram ao golpe de estado, e posteriormente desestruturando setores industriais de ponta de nossa economia (principalmente a indústria pesada da construção civil, os estaleiros, de petróleo, gás e petroquímica e de aviação), por consequência nossa engenharia e áreas de tecnologia de ponta, com posterior prisão do Presidente Lula, ainda mantido preso, e “eleição” de Bolsonaro, que dá continuidade ao program neoliberal que favorece o grande capital (nacional e internacional) liderado pelos EUA, que mesmo sem anunciar um programa de governo, nunca escondeu o que pretende fazer na Amazônia. Tudo com apoio da mídia e das cúpulas do Judiciário e das Procuradorias. Quer que as Forças Armadas desistam do golpe, quando não há dúvidas que são favoráveis? É uma questão política, e quando a política não resolve, o enfrentamento poderá vir por outros meios. É bom não desesperar, porque nada na realidade está sendo resolvido em favor do povo, os problemas estão se avolumando e o enfrentamento será acirrado, mas não conte com As Forças Armadas defendendo os interesses do povo brasileiro.

  10. Meu único consolo é que eu sei que esse capitão desgraçado sairá escorraçado da presidência da república e vai voltar de ré a rampa que ele nunca deveria ter subido sujando-a com seus pés.

    1. Será mesmo? Lembre-se que o Paraguai e a Ucrânia já estão no segundo governo depois dos golpes respectivos

  11. O exército brasileiro só serve pra atuar contra o povo. De 1964 ao músico metralhado. Todos os golpes, disfarçados ou não, só acontecem porque eles garantem a força. A melhor coisa que poderia acontecer ao Brasil é o fechamento dessa instituição que só trai a nação. Se um dia voltarmos à normalidade, o Brasil tem que proibir a formação de forças armadas.

  12. Caro FB
    Há uma guerra em andamento.
    Os generais, o exército, a PF, o judiciario, Bolso, Moro, etc etc etc estão em um lado da trincheira, o povo, os movimentos sociais, a soberania, o PT, e outros partidos progressistas, estão do outro lado da trincheira.
    É esperar demais dos generais, que são traidores.

  13. Certamente, amanhã mesmo vou pegar minha parte da Amazônia ja que, óbviamente ela pertence a mim, e não ao estado que é apenas uma empresa sem nessecidade de agradar seus clientes. Índio não é gente, por isso defendo que sejam defendidos pelo nosso querido e amado estado! Lura Livre!

  14. Ora, ora… são os mesmos milicos cavardes de sempre…
    Fortes e truculentos com o povo desarmado!
    Subservientes aos ianques!
    Quando a democracia voltar, vão pedir a eterna a anistia…
    Vendem até as mãezinhas para engordar o covarde entreguista soldo!

  15. Ontem caciques foram assassinados na Amazônia. Alguém ouviu um militar reagir indignado? Não se pode esperar nada desse pessoal!

  16. Há militares brasileiros que estudaram, que sabem ler, por exemplo. E que têm inteligência para perceber que o país ruma para o esfacelamento. E por que se deixaram tomar por esta subserviência suicida? Lhes prometeram dinheiro? Querem vender o país? Existe vacina contra o entreguismo descarado?

  17. O que esperar de um País onde generais não tem moral para capitães-terrorista?
    Para Vilas-Boas pouco importa, já está quase morto e seus netos podem aprender um inglês fluente como o do filho do Bolsonaro.

  18. Sempre achei os nossos militares um monte de merdas, covardes e entreguistas! Será que estava errado? Alguém tem mais para acrescentar sobre esses vermes que comandam as forças armadas?

  19. São uns trastes desde a república, para nada servem ou serviram a não ser manter quietas as indignações populares.
    Podem fechar a Casa Militar, a EMFA e demais penduricalhos.
    Ajudam o bozo a destruir o que gerações fizeram a muito custo.
    E não nos esqueçamos jamais, com o voto de milhões de descerebrados, que como se viu em goiânia, ainda chamam de mito ao traste do apocalipse.
    LULA LIVRE JÁ !!!!

  20. Nossos ilustres generais estão ocupados em impedir que os “comunistas” assumam o poder e transformem o Brasil numa Venezuela. Só não enxergam que já somos uma Venezuela piorada e com tendência a piora ainda mais. Arriaram as calças para o Titio Trump. Coisa que o Maduro jamais fará, pois este é patriota e defensor da soberania nacional. Estamos f*didos e mal pagos com essa turma sem noção.

  21. É uma vergonha os militares de hoje. Nem para desfile de 7 de setembro prestam. Covardes e sabujos;;;;

  22. DISCORDO FRONTALMENTE DESTE POST BRITTO.
    As ffaa ,só tem uma função (ou devería te-la) proteção das fronteiras contra a invasão de um outro país.
    Imaginar que eles deveríam ter uma outra postura, implica em lhes dar uma importância que eles NÃO DEVERÍAM POSSUIR.

    E por que não deveríam ter ?????????,PORQUE ASSIM EVITARÍAMOS ABERRAÇÕES COMO FOI O TUITE DO VILAS BOAS ,E A DESCARADA PARTICIPAÇÃO DELES NO GOLPE 2016 E EM SUA PRESERVAÇÃO,O GENERAL QUE “ASSESSORA” O TOFOLI É UMA PROVA DISSO.
    QUERO QUE ESSA TURMA FIQUE NOS QUARTÉIS TREINANDO TODOS OS DIAS COMO DEFENDERNOS DE UMA AGRESSÃO ESTRANGEIRA E SÓ,NENHUMA PARTICIPAÇÃO POLÍTICA,NENHUMA MESMO!!!!!!!!
    SE O GOLPE NÃO TIVESSE TIDO O APOIO DESSA ORGANIZAÇÃO ,NÃO TERÍA ACONTECIDO O GOLPE .

  23. Para tentar parar o destroçamento do país só há uma escolha: REVOLUÇÃO SOCIAL. Obviamente, que seja na paz, uma revolução branca, mas REVOLUÇÃO. O poder é do POVO, somente dele, é uma questão de conscientização. É uma tarefa dificílima, mas possível. Somente ficar falando e falando e falando e ……., não dá mais. É PRECISO AÇÃO! Como montar esta estratégia gigantesca? Eis a questão que se impõe.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.