Bolsonaro ataca Doria: a direita é minha

 

Jair Bolsonaro, cada vez mais claramente, continua fazendo seu trabalho de fechar a porteira do campo da direita para qualquer um que queira marcar seu lote por ali.

Há dias, dissemos que aqui que o caso dos jatinhos financiados pelo BNDES, além de Luciano Huck, mirava João Dória, beneficiário, tal como o apresentador, do financiamento do BNDES para comprar sua aeronave privada.

Hoje, o ex-capitão tornou isso explícito, acusando o governador tucano de estar “mamando lá, [quando] a bandeira era vermelha com foiçasso e martelo sem problema nenhum”, referindo-se aos governos do PT.

Conta ter encontrado uma imobilidade de Sérgio Moro e seu objetivo é liquidar as pretensões presidenciais dos dois paulistas, cuja base social – mais que a política – ainda pertencem ao bolsonarismo.

Doria, por sua vez, em toda a sua curta trajetória política, nunca tomou qualquer posição que o pudesse situar fora da extrema direita, terreno de Bolsonaro. Mas, aparentemente, não lhe resta nenhum espaço para ter uma nova aliança, ainda que semi-informal. como a que fez nas eleições do ano passado.

Já o “Mito” insiste na trajetória solitária de 2018, desprezando alianças e aliados e contando que a gritaria histérica vá, como então, garantir-lhe maioria.

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

17 respostas

  1. Essa briga na direita entre Bolsobosta e o Dória botox visa polarizar a disputa eleitoral da proxima eleição 2022 entre bolsonaristas e tucanos, jogando para escanteio a esquerda. Essa é a grande meta dos golpistas do mercado uma disputa entre direita e extrema direita, bem que tentaram viabilizar na eleição de 2018 mais não deu certo e a final foi com o PT.

    1. Não vai dar certo.
      Tudo tem limite.
      Pode ser até que o PT não emplaque um candidato, por conta do antipetismo arraigado de boa parte da classe média. Mas bolsonaristas e tucanos no segundo turno é algo dificílimo. São farinha do mesmo saco.
      Só se um tucano se disfarçar muito bem e convencer a coxinhada que é um novo na política…

      1. A última linha de seu comentário é um figurino que veste como uma luva em Luciano Huck.
        Contar que a classe média dê o braço a torcer e aceite o retorno de um modelo de Estado Social, via qualquer candidatura mais à esquerda, é aposta nula, ainda que a ficha já terá caído para a maioria dela.
        Trata-se apenas de não reconhecer nunca a besteira feita, atitude bem ao feitio dos que se julgam aspirantes à oligarquia. Apenas dois fatores podem interferir, positiva ou negativamente, nesta pretensão: o tamanho da crise financeira ou o nível de desespero do consórcio Organizações Globo & operação Lava-Jato. Aí poderemos ver coisas imprevisíveis acontecerem, como demonstrado ano passado.

  2. O restante da história do fim do Brasil será trágica!
    Mais trágica do que a nossa vã filosofia pode imaginar!…
    Para não dizer que eu estou blefando…
    [Dileto(a) leitor(a), para não ter que vomitar, privilegie entre os 10-20 minutos do filme de horror que segue abaixo… Eu mesmo parei aí, nem esperei o ‘presiMENTE DIABOzo esculhambar o MERDAL, o tal do Huck, o William Waack, os Tucanos ‘SUJO mor(T)o’ &$ doriANA…]
    https://www.youtube.com/watch?v=5nze_OhdQSk%5D

    1. ACIMA
      O título do filme de comédia de horror acima:
      ‘Um hospício em chamas’!
      Globo Production!
      Uma CAGADA-prima!
      Perdão: uma obra-prima!

    2. O Cachorro Louco e seu Idiota de Estimação numa apresentação digna do Oscar. Só faltou o Trump. Aí seria a versão integral dos Tres Patetas.

  3. Briga de gang, mas resta o sabido: como é que um banco como BN do Desenvolvimento Econômico e Social financia a juros amigáveis jatinhos particulares que custaram mais de 30 milhões de reais a pessoas físicas mesmo se fazendo passar por pessoas jurídicas?

    1. Não se trata de financiar jatinhos, aleatoriamente.

      O BNDES concedia crédito para aquisição de aeronaves, apenas se produzidas pela EMBRAER.

      Fazia parte da estratégia de garantir que o mercado de aviação regional e particular, fosse assegurado a uma empresa nacional de tecnologia aeronáutica, de modo que, adquirindo cada vez mais escala no atendimento ao público civil pudesse desdobrar os benefícios também no segmento militar.

      E também, melhorando sua posição financeira frente aos gigantes internacionais (EADS e Boeing), ávidos por possuir seu portfólio de conhecimento e produtos.

      Aliás, agora já era, não é mesmo?

  4. Bolsonaro está muito confiante para a reeleição! Por mais estúpido que ele seja, entenderia que seus votos minguaram e que não tem volta. Deve estar confiando no TSE, que nãos verificou nada das várias irregularidades que aconteceram nestas últimas eleições, quando candidatos ao Senado que lideravam as pesquisas nem se elegeram, que fake news puderam ser espalhadas aos borbotões, que patrões puderam ameaçar funcionários à vontade, como ocorreu na Havan, na Drogasil e várias outras empresas.

  5. Não gosto desta ideia. Bolsonaro elegeu a Cristina na Argentina, fortaleceu Macron na França, e agora vai ajudar o dória.

    1. Será que o Bolsomerda aguentará o repuxo até a eleição da Cristina Quirche e a turma da esquerda na Argentina. Mas, também que mandou o Bolsomerda se posicionar contra a eleição na Argentina. Adivinhem de quem a Chiina vai comprar soja , carne etc e etc?
      E a turma do Agronegócio vão fazer u q mesmo????

  6. O destrambelhado pensa que se graças à sua luta contra o “comunismo”. Ou ele pensa, ou quer que as pessoas pensem assim. Não é verdade, nem de longe. O elemento decisivo da eleição dele foram as fake news da mamadeira de piroca e da cartilha que recomendaria aos filhos que se entregassem desde cedo a todo tipo de pirueta sexual. Chamar o Dória de simpatizante do comunismo só vai servir para encher a bola do Dória.

  7. Estes idiotas pensam que no Brasil só tem direitas. Pelo visto quando a coisa arroxar mesmo não sobrará nenhum da direita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *