Bolsonaro e sua “pedagogia da estupidez”

Não bastasse tudo o que de ruim o pateta que ele colocou no MEC faz contra a educação, Jair Bolsonaro resolveu, ele próprio, dizer como deve ser o material didático dos estudantes brasileiros.

“Tem muita coisa escrita ali”, disse, referindo-se aos livros didáticos. Para ele,recordou, bom mesmo era a Cartilha Caminho Feliz, escrita em 1948 (!!!) como se, em mais de 70 anos, não se houvesse avançado nada em matéria de ensino.

Continuaria tudo na base do b com a, bá, b com e, be.

Era necessário, talvez, para que ele, aos 63 anos, conseguisse ler e entender um texto maior que uma “tuitada”.

Para o Presidente não ficar triste, reproduzo uma das páginas da cartilha, indagando se alguma criança de seis anos, nas cidades brasileiras, tem alguma ideia do que seja um asno, exceto quando assiste as mensagens em cadeia de rádio e TV, claro.

Asno, com “A” de asneiras.

Mas Bolsonaro, na sua ânsia de ideologizar tudo, deu outra bola fora. Disse que ” governos de esquerda acabaram com o Colégio Pedro II,”

Como sou chato com essa mania de checar se há alguma verdade no que foi dito, fui olhar o desempenho do velho “CP II”.

Em todas as suas unidades – todas! – o desempenho é melhor do que a média das escolas municipais, tanto no Rio quanto em Niterói e Duque de Caxias.

Agora segure-se, Jair: o desempenho do Pedro II no Enem é até um pouco melhor que o do Colégio Militar do Rio de Janeiro, com seus 130 anos de ótima qualidade de ensino – e que nada tem a ver com estas porcarias em que botam PM de moleton para ser inspetor e confundem educação com fazer forma e cantar uma dúzia de hinos.

Botei aí embaixo a comparação, que nada tem de disputa entre ambas as instituições, públicas e de qualidade. Aliás, das poucas que meninos de famílias modestas podiam ter à altura do que merecem em educação.

E bem acima de quem não merecemos ter como presidente.

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

26 respostas

  1. um verdadeiro trava língua para o asno maior KKKKKK
    êta jornalista retado!!! consegue até tirar a tristeza da notícia.

    1. Prefiro aqueles livros portugueses se 120 anos atras com aquelas historias morais. Dificil encontrar hoje em dia.
      Ja eu peguei aquela fase de estudo dirigido mesmo ter estudado em colegio marista 7 anos. Alguem se lembra dos estudos dirigidos?

  2. Ou então a Cartilha Sodré. Aquela do “Ivo viu a uva”. Que naquela para a imensa maioria das crianças brasileiras uva era como caviar, cantado por Zeca Pagodinho: “nunca vi, nem comi, só ouço falar”.
    Quem sabe adaptam para “bozo baba ovo”; “o ovo é do vovô trump”

  3. O asno miliciano é só consequência .
    A sua queda ,renúncia,morte ( aquele velho câncer intestinal) seja lá o que for,nada mudará em relação ao nível intelectual de primata que tem a maioría da massa que habita este país. (a que o elegeu)

    1. Acrescentemos ao rol das modalidades de morte aquela em consequência de um dos chiliques do Carluxo, carente de Índio até a medula, que vai encher o saco do miliciano-rei: “…ah, deixa, papiiii, ah, papiii, deixaaaa!”. Diante do não, em grosseiro tom hétero, claro (queriam o quê?), em lugar do alvo daquele famoso clube de bonecas, ele usa o papi. Daí, é só correr pra comemorar (nós comemoramos!, não façam confusão! o Tonho se mata). Quanto ao nível dos primatas, confesso que não alimento ilusões. E não digam que sou pessimista. Na Itália, que sofreu tudo o que sofreu na guerra, até hoje há um mausoléu em homenagem ao Mussolini, com capela e estátua de mármore, na cidade onde o estafermo nasceu e ai de quem ousar falar alto lá dentro. Se peidar, então, é morte certa.

    2. Nenhuma palavra sobre os ricos traidores que conspiraram, bancaram e conduziram milhões de brasileiros? Aí esquecendo… E sobre os remediados, seus puxa-sacos?

  4. Excelente, Brito! Só um reparo: o nome da tradicional cartilha é Caminho Suave (não Caminho Feliz).

  5. Nosso Brasil era outro livro muito usado. Nos dois sentidos. O casal tinha 6, 8, 10, 12 filhos entao a cada ano o livro passava p o outro
    Caramba nao consigo postar link sobrruso de livro religioso q saiu hoje no jornal.
    Bosta

    Vai outra
    Porreta essa citaçao

    “Não (podemos) ficar nessa historia de ideologia. Esse moleque é macho, pô. Estou vendo aqui, o moleque é macho, pô. E os idiotas achando que ele vai defender o sexo aos 12 anos de idade. Sai pra lá”, declarou o chefe do executivo.

    Tem essa
    https://diariodonordeste.verdesmares.com.br/editorias/seguranca/online/leitura-de-livros-religiosos-agora-pode-ser-usada-para-remicao-de-pena-no-ceara-1.2194368

    E essa. Aguardem

  6. É um “presidente” que muita gente merece. Para aqueles que odeiam a educação. E amam relinchar.

  7. A LIÇÃO DO ASNO DEVE TER SIDO A ÚNICA QUE O PRESIDENTE ASSIMILOU A VIDA TODA, UM ASNO PERFEITO, COMPLETO, E QUE SERVE ATÉ DE MONTARIA PARA O TRUMP

  8. Excelente, Brito! Só um pequeno reparo: o nome da tradicional cartilha (de onde foi retirada a ilustração que acompanha seu texto) é Caminho Suave (e não “Caminho Feliz”). Abraço!

  9. “Caminho Suave”, não “Feliz”.
    Acho que “Caminho Feliz” foi uma outra lançada na década de 80, mas sem sucesso.

  10. Kkk…Essa é boa!
    Quer dizer então que nas páginas do “novo caminho suave” as crianças vão ler:
    O Bozo BaBa o Ovo.
    O Ovo é do Vovô Trump.

  11. O executivo de plantão é um ignorante, complexado e despeitado, por jamais ter frequentado da forma devida um banco de escola com as mínimas qualificações. Tem inveja e fala mal das universidades públicas sem jamais ter frequentado ou até mesmo entrado numa sequer. Desqualificado e invejoso, vive atacando também educadores brasileiros reconhecidos internacionalmente, em países onde a educação é realmente levada a sério. Deveria pelo menos entender que dessa forma, pela maneira com que trata os educadores e a educação pública no Brasil, está destruindo, ao invés de ajudar a construir, o futuro do nosso país e as perspectivas de oferta de educação de qualidade para as novas gerações. Esse indivíduo é o exterminador do futuro do Brasil e é assim que ficará conhecido na História, que nem com toda a sua arrogância e prepotência, será capaz de mudar.

    Obrigado e parabéns ao jornalista Fernando Brito, pela resposta embasada, pelos dados irrefutáveis que publicou. A questão é que dificilmente aqueles que desvalorizam a importância da educação sejam capazes de perceber ou entender o que foi colocado no texto e avaliar as consequências nefastas dos atos insanos que são praticados contra a educação pública e os importantes educadores brasileiros. O duro é que bananeira não dá pitangas e pouco adianta ficar lavando orelha de burro com sabonete, ao invés de creolina, mas vale continuar tentando.

    Parabéns também ao nosso querido Colégio Pedro II. Os cães podem até continuar latindo, mas a caravana vai seguir adiante. Tudo passa e isso que estamos vivenciando também há de passar. O Colégio Pedro II sempre foi, é, continuará sendo uma instituição respeitada pela educação humanista e de qualidade que vem oferendo, ao longo dos seus mais de 182 anos (completados em 2/12 p.p.), a tantas gerações de brasileiros.

    Ao Pedro II tudo ou nada!! Tudo!! Então como é que é!! É tabuada!! 3×9, 27; 3×7, 21; tira 12, sobra 9; tira 8, sobra 1; zum, zum, zum!! paratibum!! Pedro II!!

  12. O executivo de plantão é um ignorante, complexado e despeitado, por jamais ter frequentado da forma devida um banco de escola com as mínimas qualificações. Tem inveja e fala mal das universidades públicas sem jamais ter frequentado ou até mesmo entrado numa sequer. Desqualificado e invejoso, que vive atacando também educadores brasileiros reconhecidos internacionalmente, em países onde a educação é realmente levada a sério. Deveria pelo menos entender que dessa forma, pela maneira com que trata os educadores e a educação pública no Brasil, está destruindo, ao invés de construir, o futuro do nosso país e as perspectivas de oferta de educação de qualidade para as novas gerações. Esse sujeito é o exterminador do futuro do Brasil e é assim que ficará conhecido na História, que nem com toda a sua arrogância e prepotência, será capaz de mudar.

    Obrigado e parabéns ao jornalista Fernando Brito, pela resposta embasada, pelos dados irrefutáveis que publicou. A questão é que dificilmente um idiota e semianalfabeto seja capaz de perceber ou entender o que foi colocado no texto e avaliar as consequências nefastas dos atos insanos que são praticados contra a educação pública e os importantes educadores brasileiros. O duro é que bananeira não dá pitangas e pouco adianta ficar lavando orelha de burro com sabonete, ao invés de creolina, mas vale continuar tentando.

    Parabéns também ao nosso querido Colégio Pedro II. Os cães podem até continuar latindo, mas a caravana vai seguir adiante. Tudo passa e isso que estamos vivenciando também há de passar. O Colégio Pedro II sempre foi, é, continuará sendo uma instituição respeitada pela educação humanista e de qualidade que vem oferendo, ao longo dos seus mais de 182 anos (completados em 2/12 p.p.), a tantas gerações de brasileiros.

    Ao Pedro II tudo ou nada!! Tudo!! Então como é que é!! É tabuada!! 3×9, 27; 3×7, 21; tira 12, sobra 9; tira 8, sobra 1; zum, zum, zum!! paratibum!! Pedro II!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *