Bolsonaro, ‘Incitatus’ da direita, solta coices em O Globo

Francamente, não fico impressionado com o festival de asneiras e grosserias contido na entrevista de Jair Bolsonaro a O Globo.

Afinal, o “imbroxável” – como ele se define, humildemente confessando, porém que anda “meio broxa, sim” – é só um imbecil, como há muitos pelo país. Por qualquer país, aliás.

O que impressiona é que gente muito mais sofisticada e de boas-maneiras tenha criado no Brasil condições para que viceje esta espécie de capim daninho na vida brasileira.

Orgulha-se em dizer que “não entende de economia”, empurra as respostas para seu “guru econômico” Paulo Guedes e diz que seu papel é apenas o de “encomendar” o que deseja, como quem pede coberturas numa pizza:

– (…): inflação baixa, dólar compatível para quem importa e exporta, taxa de juros um pouco mais baixa e não aumentar mais impostos. Só pedi coisa boa.

Salário, consumo, distribuição de renda, produção, inserção do Brasil no mundo, defesa do patrimônio nacional? Nada…

Recuperação fiscal ajudada pela taxação de lucros e dividentos (hoje isentos de IR)?

-Aí eu vou para o Posto Ipiranga. Perguntar para o Paulo Guedes. Não tenho vergonha de falar isso não.

Propostas econômicas para resolver o déficit público na casa dos R$ 150 bilhões? Economizar palitos: “fundir Agricultura e Meio Ambiente [e] transformar o Ministério da Cultura só em uma secretaria.”

Como isso não dá nem um centésimo do rombo, sugere ao povo, sem aumento de impostos, “morrer juntos, abraçados”

Poupo-me de continuar elencar o rosário de asneiras, ou de relatar as grosserias que faz na entrevista.

Mas registro que os nossos Calígulas do moralismo têm uma ambição maior que o Calígula romano, que, reza a lenda, quis nomear seu cavalo Incitatus senador de Roma.

É menos que levar um asno à Presidência da República.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

24 respostas

  1. A que ponto o Brasil pós golpe chegou no ritmo da Orquestra da Insanidade, regida pela Globo e por Sérgio Moro. Podemos ter um Presidente (toc, toc, toc, na madeira de lei) que governará na base do “pergunte no Posto Ipiranga”,

    E ainda dizem que deus é brasileiro…

    .

    1. Perfeito. Uma jumenta na presidência e uma cabra louca na vice. já pensaram? neste País que virou um curral eleitoral, vale tudo. E acrescento: Deus – esta entidade fictícia – NUNCA foi brasileiro. Ha ha ha ha ha rir para não chorar, né?

      1. O cara que já tinha dislexia ,sofreu um AVC e foi submetido por engano a uma lobotomia feita com instrumentos não esterilizados. Agora na vizinhança, ele é conhecido como “A COISA”.

  2. O problema não é ele ser tão sem-noção. É o povo que vota e estufa o peito para dizer que o Lula é analfabeto.

  3. A Elite do Atraso é caprichosa…
    Bolsonaro é o mostro que torna Alckmin mais palatável…

  4. Não pode nomear o Incitatus.
    O CAVALO é ele.
    O BOLSOBOSTA e bolsonaristas só têm MERDA nas cabeças !

  5. A direita vai acabar fazendo uma composição de Bolsonaro com Alckmin.
    Será a chapa (ou prato?) Cavalo com Chuchu!

  6. ESTA CAMPANHA VAI SER HILÁRIA…..KKKKKKKKKKKKKK!
    KOXINHAS ENTRARAM EM MODO PÂNICO E AGORA SÓ O SISTEMA LÍMBICO E TESTOSTERONA ESTABELECEM A ESTRATÉGIA FASCISTA!
    VÃO AFUNDAR MUITO RÁPIDO…
    JÁ IMAGINARAM UM PAÍS ENTREGUE NA MÃO DESTES DOIS… KKKKKK!

  7. E o que o senhor esperava,diante de tantas ALMAS GÊMEAS,que existem no Brasil?|Ou esqueceu-se do COLLOR DE MELLO?Ora senhor Fernando,o senhor e eu,já assistimos,na juventude,muitos filmes de terror.E porque assistimos?O que nos movia,na JUVENTUDE era essa coisa característica dos moços,pobres moços,Ah!Se soubessem o que eu sei! Não tem cura,a impunibilidade da mocidade,senão,o passar dos anos e aí,constatamos,ser tarde demais.Mas o que os move,não passa de RESENDE,e aí,mora a CORUJA,e já é tarde demais.O que nos resta,pra lá dos cinquenta ,e lamentar quietos,em nossos mundos sonhados.

  8. Tenho uma imagem de que podemos encontrar numa praça, com jardinzinho e tudo, dois tipos de maluco: o que vai lá dar milho aos pombos; e o que vai lá envenenar ou furar os olhos dos pombos. Prefiro o primeiro tipo. Este (JB) e a vice são do segundo. Não são engraçados. São malucos mas não são engraçados.

  9. A TRISTE CONFISSÃO DO BROXANARO

    Está cansado da pré-campanha?

    Eu digo que sou “imbroxável”, mas estou meio broxa sim.

    Hj no O Globo

  10. Seria o nome do asno “Incitatus Para Bellum”? Quem sabe, “Argumentum Baculinum”?

    De qualquer forma, o filme que vai passar no país vai ser algo pior que Calígula e Saló somados.

  11. Esse “posto Ipiranga” vende gasolina misturada com solvente de borracha. E o resultado bem sabemos, mangueiras e juntas danificadas, além do óleo sintético no motor ficar com consistência de geléia.

  12. A função óbvia do BolsoAsno é fazer do Picolé de Chuchu uma “opção salvadora”.
    Ditadura com vaselina ou ditadura com areia, eis o menu da plutocracia fascista.

  13. Burro como todo milico, boçal como todo milico e semi alfabetizado como todo milico., com o agravante de querer ser presidente da república.
    É como um retardado mental com ataque de fúria , entrar numa firma de engenharia robótica e pedir emprego de Chefe da área de Pesquisa e Desenvolvimento.
    Se tiver uma besta que o empregue, a firma quebra em uma semana. Aqui a besta é o povo se o eleger, e a quebra é lançar seus descendentes na miséria e desgraça total, nas próximas 5 décadas.

  14. A estratégia é única. Inscrever Lula em 15 de agosto e entrar como todos os recursos para manter a candidatura. Em torno disso, realizar várias mobilizações populares que defendam a candidatura. Os especialistas em direito eleitoral garantem que com os usos dos recursos o nome de Lula será mantido por pelo menos trinta dias e existem chances significativas do seu nome, mesmo com a impugnação, ser mantido na urna. Outra linha em paralelo é soltar Lula. Toffoli tem que ter firmeza de espírito para colocar os ADCs em pauta e com a soltura de Lula ele elege até um poste, caso ocorra a decisão irreversível da impugnação. Lula livre.

  15. Realmente quem quer essa bactéria no governo de um país como o Brasil, só pode estar apostando no caos e no fim da república brasileira. É um analfabetismo político, economico e social como nunca pensei existir neste país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *