Bolsonaro não é um líder de massas, é um líder de turba

Helena Chagas, n’Os Divergentes, indaga a razão de Bolsonaro não se calar e seguir produzindo declarações que lhe arranjam adversários em quase tudo.

Bernardo Mello Franco, em O Globo, escreve sobre a compulsão bolsonariana pela mentira, à moda de seu guru Donald Trump.

Ótimos artigos, à altura do vigor corajoso de seus autores.

Mas, modestamente, acho que não “chegaram ao ponto”.

Bolsonaro funciona de outra maneira e é isso o que explica porque age assim e fala asneiras às catadupas.

O atual presidente alimenta-se da divisão, da radicalização, da acusação.

A ele, de nada adiantam opiniões com as quais se possa racionalmente concordar.

Não é racionalidade o que ele persegue: o que visa alcançar são sentimentos irracionais: ódios, ressentimentos, a saída por culpar alguém pelos problemas, as frustrações, os recalques por existências que, embora materialmente razoáveis, do ponto de vista das ideias e do desenvolvimento intelectual são desgraçadamente miseráveis.

Bolsonaro não é apenas filho da mediocridade, é seu herói, seu líder, seu “rei”. É o que tem razão porque tem e terá sempre (claro, até que desmorone) razão e quem disso discordar será comunista, vagabundo, gay, drogado, bandido ou “protetor” destas categorias abjetas. Ou “melancia” se for um general da reserva que ouse dizer que é injusto discriminar os nordestinos.

Ele não pode, simplesmente por ser impossível, defender seu governo por desempenho administrativo – pois não administra – ou por bons sucessos econômicos – pois não há política econômica – ou por avanços sociais e civilizatórios – pois anda na contramão disto.

Justifica-se pelo “inimigo”, a quem cabem todas as responsabilidades pelo que se vive, passadas ou atuais. E, portanto, não tem nenhuma prioridade que não seja a destruição do que existe, não a construção de qualquer coisa.

Não é assim em matéria de previdência, de proteção ao emprego, ao meio ambiente, às relações com todos os povos do mundo, ao papel regulador do estado, à Universidade e, agora, até ao ressurgido cinema nacional?

O presidente, reconheça-se, não o esconde ou dissimula.

Jair Bolsonaro não pretendeu nem pretende ser um líder de massas, nos sentido de liderá-las em um processo de crescimento ou redenção.

Ele é um líder de turbas, a quem incita à destruição.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

39 respostas

  1. REPETINDO QUEM SABE A TROPA DE JEGUES ENTENDA:

    VOCÊ É POBRE!
    Repete comigo. P-O-B-R-E!!!
    Vc é pobre. Vc não é classe média, vc não é elite. Vc é pobre.
    Vc é assalariado de qualquer tipo q não seja CEO de multinacional, vc é pobre.
    Se a sua lojinha não tem ação na Bolsa, vc é pobre.
    Teu mercadinho só tem uma filial, vc é pobre.
    Vc fez concurso público, vc é pobre.
    Vc compra carro financiado, vc é pobre.
    Vc voa de avião e paga parcelado no cartão, vc é pobre.
    Vc é pobre, imundiça.
    Quer um espelho pra se enxergar ?
    Não vai ter pensão integral com paridade, nem vai deixar pensão integral.
    Nada do que está acontecendo nesse país é bom para vc, porque vc é POBRE.
    Entendeu?
    Repita comigo: EU SOU P-O-B-R-E. Pobre.”
    * De Alícia

    1. Ricos, para mim, são apenas as pessoas cujo patrimônio lhes permite, se assim o desejarem, viver de rendas com conforto e sustentar sua família pelo resto da vida, sem ter que trabalhar. Quem não se enquadra nessa situação, de uma forma ou de outra, sempre ou por vezes, vai depender da sociedade e/ou do governo para suprir suas necessidades e as de sua família.
      E, obviamente, vai precisar de um governo democrático, com políticas sociais em vigor, e não de um governo neoliberal, com estado mínimo.

    2. O governo Jair Bolsonaro pretende promover alterações no programa Mais Médicos,transferência do patrimônio nacional da Petrobrás para grandes grupos internacionais e a dos trilionários fundos da previdência pública. A decisão de ministro Fux no veto da entrevista calou a voz do ex-presidente justamente no período eleitoral, momento em que Lula poderia ter denunciado ao mundo com procuradores da Operação Lava Jato quando ele era juiz. Atualmente, a sentença de Moro é um dos alvos das conversas dele com os procuradores, reveladas pelo The Intercept, que evidenciaram mas o país continua bestificado assistindo ao balcão de negócios instalado no Congresso”, completa o colunista.

      Ele alardeia claramente sua preferência por pessoas que professam a religião evangélica, segundo o grupo garantista (que defende a Constotuição) estaria um pedido de Sério Moro quando juiz da operação de inclusão de um documento na peça da acusação porque, ele adiantou,que a liberação de emendas orçamentárias de sua pasta para parlamentares foi um esforço do governo com o objetivo de aprovar o fim da Previdência Social.

  2. Enquanto não entendermos que bozo é completamente fora dos padrões de qq coisa próxima à normalidade, vamos ficar discutindo com lógica, valores e princípios que não lhe dizem nada. Não sei se seremos capazes de lidar com tanta tosquice sem nos transformarmos em toscos

  3. Leitura perfeita, Fernando. E ele só pode ser comparado a Trump no discurso da divisão. Porque na economia são casos totalmente opostos. Aqui a ignorância e a maledicência prevalecem também na área econômica.

  4. Ele quer destruir o Brasil porque o Brasil atual tem muita coisa feita pelo PT. Ele quer destruir tudo o que cheira a PT. Não importa a utilidade pública, só a destruição.

  5. As turbas alemãs e italianas despojadas de seus empregos e suas moedas pela Primeira Grande Guerra levaram Mussolini e Hitler ao poder. Certo, cada um tinha seus partidos fascistas (Il Fascio fora outrora um símbolo do poder imperial romano) , o que a famiglia Bozo não tem – Olavabo de Carvalho não é nem um arremedo de ideólogo. Repito à exaustão que o que vemos no Brasil é um FASCISMO SOCIAL, sem partidos, sem ideologia, mas evidentemente direitista, que pode ou não desaguar em um movimento organizado de direita, partidário ou miliciano. O atropelador e assassino consciente de um manifestante do MST em Valinhos anteontem não está filiado a nenhuma instância organizada. É um fascista social. Leiam Boaventura de Sousa Santos, sociólogo português que sabe o que está falando – ao contrário de um lamentável Leo Stoppa da 247, que afirma que “Bolsonaro não é de direita”. Leo Stoppa, instrua-se. Pergunte-se. Quando não souber, pergunte alhures. Mas não fale merda publicamente. Estamos imersos em um Estado caótico, sem diretrizes, apenas ações destrutivas, à mercê de “fulano disse”, “cicrano falou”, “beltrano retrucou”. Se isso não configura um governo de direita, muito menos um de esquderda.

  6. Li o artigo ‘Lingua de Bolsonaro tornou-se líder da oposição’, do Josias de Souza. Sensacional o artigo. Eu aproveito para dizer ao Josias: minha mãe detestava a maledicência e sempre falava que quando determinadas pessoas morrem o corpo delas vai na frente e a língua atrás dentro de um caminhão.

    1. Citar Josias de Souza no Tilolaço é quase uma heresia. Quando eu li a chamada para o artigo na Folha, quase fui olhar. Mas, a ideologia segurou-me. Não a minha, não sou fanático a esse ponto, mas a dele, o homem é intragável.
      Mesmo que tenha escrito algo que valha a tinta gasta, não vale a pena. Se escreveu algo “leiavel” não surpreende, afinal mesmo um relógio quebrado marca a hora certa duas vezes ao dia.

      1. Neste momento, queiramos ou não estamos nos beneficiando das publicações da Folha em parceria com o Gleen. Eu pretendo usufruir de tudo dentro da minha luta. Imagine duas pessoas brigando por causa de uma casa muito desejada, daí aparece um terceiro que se aproveitando da ma fé de uma delas simplesmente resolve colocar fogo na casa. O que fazer? O racional é que as duas partes joguem água, mesmo que seja cada uma por si, para apagar o fogo e salvar a casa. E só depois da casa salva voltarem a brigar.

  7. Se eu fosse bolsominion faria uma campanha “CALA-BOCA-BOLSONARO” pois o imbecil é um peixe que vai morrer pela boca. FALA MAIS BOZO !!!

  8. Está claríssimo que o Bolsonaro vai continuar falando heresia e maresia, porque julga que isso está dando ótimos resultados. Tem a ver com aquela sua declaração de que “se estão criticando, é porque estou certo”. Numa análise mais funda, tudo tem origem na doutrina olaviana/banneriana de manipulação de idiotas.

  9. Até que enfim surgiu um general brasileiro do Brasil brasileiro: Luís Rocha Paiva. Bolsonaro declarou que ele é o primeiro e único general nessa condição. Será?

    1. EXORTA, MATUTO VELHO!

      É VERDADE:
      nada de impeachment do ‘presiMENTE’ ‘DIABOzo’!
      O Mourão serviria para dar um verniz um pouco menos troglodita ao golpe continuado dos canalhas!
      Portanto, Eleições Diretas JÁ!
      O Mourão iria dividir o ‘MINIstério’ entre militares e corruptos do PSDB, PMDB, PP et caterva!
      Ademais, o Mourão aprofundaria a destruição do país e o que resta ainda dos poucos direitos do povo trabalhador!
      Não, definitivamente não ao impeachment do ‘presiMENTE’ ‘DIABOzo!
      Que o Brasil sangre até a penúltima gota!
      Em seguida, nós saberemos reconstruir a nação!
      Sim, até a vitória sempre!

      1. … Sim, é verdade também que o Reinaldo Azevedo tem muita culpa no cartório das nossas desgraças atuais.
        Entre outras ações criminosas, imediatamente após a divulgação do resultado da eleição presidencial de 2014, o “Tio Rei” iniciou a covarde e sangrenta campanha do impeachment contra a honrada e legítima presidenta Dilma Vana Rousseff!
        Este sujeito é mais um energúmeno que conspirou contra a democracia, o respeito às urnas e o Estado de Direito, detrator da esquerda e neoliberal por convicção e sórdidos interesses particulares!

  10. O capitão quer que o INPE minta para o Brasil e o mundo. Ele quer esconder os dados. Ele se elegeu na base das fake news e quer se manter no poder também com mentiras. Essa semana já falou para correspondentes estrangeiros que não tem fome no país, falou que a Mirian Leitão mentiu e não foi torturada na ditadura, e por aí vai. O homem é um mentiroso contumaz.

  11. Brito, você ainda não foi ao ponto. Desculpe minha ousadia de dizer isto a quem admiro tanto e com tanta razão.
    Enquanto o bozo ocupa as manchetes, o estado, as universidades, a pequena renda distribuída aos pobres, a previdência dos pobres, a Petrobrás, etc, são destruídas COM O APOIO INCONTESTE DE GOLPISTA, GUEDES E GLOBO. O estado está entregue a eles.
    Preocupemos menos com o bozo, que não se sustenta, e nos preocupemos com os golpistas que querem e destroem o país para dele tirar mais ainda.

  12. URGENTE para o Maranhão:
    O Reinaldo Azevedo está sugerindo um impecheament do capitão baseado no artigo 6, inciso 2 e 7?? da lei 1079/50 – Lei do Impecheament. Ele menciona também o crime comum da lei 7716. E cita outros crimes de responsabilidade que o capitão já cometeu.
    Eu teci alguns argumentos com base nos Arts. 85, 4 e 37, da CF. A maioria deles encontram guarida na lei 1079/50, no Art. 4, I. Pois deixar de repassar recursos federais para um ente da federação atenta contra a existência da União. Porém, como a constituição fala em atos, eu estou combinando o art. 4, I, com o art. 2, que prevê a forma tentada. ISSO PORQUE SE O CAPITÃO NÃO TIVESSE SIDO FLAGRADO NAQUELA CONVERSA ELE TERIA PREJUDICADO O MARANHÃO SEM QUE NINGUÉM SOUBESSE, EXCETO AGENTES DO PRÓPRIO GOVERNO.
    Então minha proposta é a seguinte: como os crimes já cometidos no curso do mandato não prescrevem, eu estou sugerindo uma petição única com todos os crimes e com pedidos alternativos para o Congresso analisar OU que cada um dos crimes seja abordado isoladamente em ações separadas, de sorte que o presidente da Câmara tenha que unir os pedidos. Não sei o que seria mais viável. Vocês terão que analisar. Então, além das propostas acima, eu proponho ainda a abordagem de crime envolvendo a Venezuela, nos casos dos arts. 4, IV e 5, inciso 3; o crime envolvendo um fiscal do Ibama no 7, inciso 5; o crime envolvendo a divulgação de um vídeo pornográfico no art. 9, inciso 7; o crime da ordem de comemorar o golpe de 64, no art. 4, III. E , por fim a decisão de indicar o filho Eduardo para a embaixador, no mesmo crime do art.9, inciso 7, combinado com o art. 2, ou seja, até então, na forma tentada, e se o capitão levar a cabo a indicação, na forma consumada. .

    1. Na verdade, pode-se escrever uma nova constituição às avessas e imputá-la ao Bozo como autor. O pior é que as “instituições estão funcionando” sob a égide desta desconstituição “dosestadusunidosdubrazil”(by José Serra)…seria uma pior involução que da constituição da república de curitiba, aparentemente. Conclusão: estamos no sal!

  13. Bolsonaro é um complexado, possui altíssimo complexo de inferioridade… Essas pessoas, quando tem algum espaço em que se considera “importante”, “em evidência”, como naquela entrevista solicitada por ele a jornalistas internacionais, o recalque do superego aflora em forma de prepotência (poder que nunca teve), arrogância carcamana (oposto de seu caráter fraco) e julgamento perverso de outras etnias (sua descendência italiana branca superior), e claro, o medo de passar vexame diante de quem detém conhecimento ( por isso o desvio de assuntos para camuflar sua ignorância e a tensão estampada no rosto e nos gestuais). Como nunca teve e não tem conhecimento real sobre o Brasil e o Mundo, um mero espectador na Câmara, os “argumentos” de que se serve são grotescos, fantasiosos e falaciosos, aparentando vários sinais de esquizofrenia… Abraço, Brito.

  14. URGENTE ao Maranhão: Leiam o artigo do DCM :
    ‘Bolsonaro e o racismo: os fundamentos jurídicos que podem justificar o impecheament’. Achei interessante especialmente a explanação que culmina na
    inclusao da expressão ‘paraibas’ na quebra de decoro.

  15. Complementando o comentário anterior: a questão da lei orçamentária também é interessante.
    Eu penso que o impecheament do capitão deve ser tentado com firmeza mesmo que não dê em nada. Isso porque , no mínimo , a medida poderá ter algum efeito pedagógico. O capitão tem que entender que nós não vamos tolerar os desatinos dele calados por mais três anos e meio e nem vamos aceitar viver em clima de didatura. O Planalto não é o quintal dele. Ele apenas mora lá temporariamente porque o povo o autorizou com a mente lavada por fake news . Obviamente, mesmo com a mente lavada, o povo não deu autorização para ele demolir a casa. Se ele quiser morar lá vai ter que zelar por ela ou tem que cair fora antes que faça um estrago muito grande e difícil de ser consertado. É preciso refrear os excessos desse homem. O Brasil não merece um governante destes. Ele se elegeu com mentiras e com mentiras está governando. Um impecheament vai mostrar para ele que terá que respeitar o nordeste durante todo o seu mandato quer queira quer não. Se um impecheament passar, coisa difícil de acontecer, considerando a fraqueza das nossas instituições, não estou preocupada com o vice assumir. Duvido que ele venha a cometer os mesmos erros do capitão. A lógica indica que ele vai tentar acertar para salvar
    a reputação atual das Forças Armadas – porque a antiga não é boa não. Por certo, o vice vai tentar se mostrar superior ao capitão, até porque, em tese, general é mais competente que capitão. O que realmente precisaríamos é da anulação das eleições porque nós sabemos que o capitão foi eleito ilegitimamente. Mas as nossas instituições estão fazendo ou vão fazer alguma coisa para que isso aconteça ? Temos alguma chance? Mesmo que venhamos a ter não vai dar para esperar não. A casa já está em chamas. Neste momento tem um navio iraniano parado com toneladas de milho por causa do capitão. Que eu saiba sanções comerciais – mesmo as americanas – não podem incidir sobre medicamentos e nem alimentos. Se eu estiver enganada alguém me corrija por favor. Não podemos deixar o capitão destruir o país. Ou ele conserta ou terá que sair na tora. Não creio que vá consertar. Ele é totalmente desequilibrado. Daí teremos que ir tentando até derruba-lo.

  16. perfeito
    troços mediocres como ele e seus seguidos só são capazes de destruir – isso qualquer imbecil faz

  17. URGENTE para o Maranhão
    Faço errata de um dos meus comentários anteriores. Onde eu citei o art. 4, I, considere-se o art. 4, incisos II, III e V.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *