Câmbio: o mercado diz ao BC que “ajoelhou, tem de rezar”

derrama1

O Banco Central entregou ao mercado nada menos que US$ 5 bilhões de dólares em contratos de câmbio.

Em condições normais, um “coice” capaz de derrubar violentamente o dólar.

No entanto, a moeda norte americana subiu forte: quase dez centavos, 2,64% em uma única tarde, mesmo com a injeção cavalar de garantias cambiais, dando prosseguimento na derrama que iniciou há dias.

Se houve uma queda-de-braço qualquer analista dirá que o “mercado” ganhou fácil.

Como o BC cometeu a asneira de anunciar que, do dia 7 até amanhã, ofertaria US$ 25 bilhões, os cambistas querem os US$ 25 bilhões.

Ajoelhou, tem de rezar, dizia Abelardo Barbosa, o Chacrinha e a platéia quer o “bacalhau” prometido.

E o BC sabe que a fome por dólares continua e afirmou, em nota, que pretende oferecer mais cerca de US$ 10 bilhões, pouco mais ou pouco menos, em contratos de “swap” de dólares.

O BC optou por não “deixar o mercado falando sozinho” há um mês, quando começou a disparada da moeda americana, por não querer encarar um aumento da inflação que isto inevitavelmente trará.

Afinal, é o único laurel do Governo Temer.

E a “turma da da bufunfa” está ganhando dinheiro a rodo com estas variações gigantescas do câmbio.

Todos de olho na possibilidade de uma terceira denúncia da PGR contra o presidente e de uma “tempestade cambial perfeita” que jogue o dólar para o inimaginável.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

25 respostas

  1. O Ilan Goldfajn do Banco Central agiu como aqueles novos-ricos que de repente olham para o interior de seu cofre e ficam embasbacados diante daquela repentina fortuna. As enormes reservas que o PT colocou no cofre do BC alucinaram o seu presidente. E ele fez como os novos-ricos: soltou a língua anunciando ao mercado que o dinheiro estava ao alcance da mão.
    – Se precisar vou gastar 25 bilhões…
    Que coisa mais burra! Os golpistas estão jogando nossas reservas fora. Os operadores do mercado estão adorando botar a mão na grana.

      1. crime típico de fim de mandato praticado por golpistas desonestos (apesar dos golpistas nem mandato terem).

      2. crime típico de fim de mandato praticado por golpistas desonestos (apesar dos golpistas nem mandato terem).

    1. Lunes, os picaretas do BC não usam as reservas porque os piratas não querem dólar de verdade. Eles querem o dólar fake dos contratos financeiros vendidos e comprados na BM&F e são com esses instrumentos que eles operam seu “negócio”. Eles, os bancos brasileiros e estrangeiros que atuam no Brasil, têm também um pé fora do Brasil, onde vendem e compram “posições em divisa brasileira” para piratas estrangeiros de instrumentos financeiros que liquidam lá fora em dólar de verdade, e outro pé fincado no Brasil onde compram e vendem posições em dólar fake e taxa de juros de piratas nacionais na BM&F que liquidam em reais. Vivem desse comércio e desse negócio, que chamam de ONOFF (onshore/offshore, eles são nativos em português mas se entendem melhor em inglês, sabe como é que é né, nesse negócio de pirataria o inglÊs é fundamental). Todo esse negócio depende de uma montanha de dinheiro que está toda investida em títulos da dívida pública brasileira, sem esses títulos todo esse negócio seria impossível, porque é com esses títulos que eles fazem caixa para fazer frente a liquidação diária em reais desses instrumentos negociados na BM&F e sem esses títulos não poderiam operar na BM&F pois para comprar e vender esses instrumentos precisam deixar uma parte desses títulos em garantia de seus negócios na BM&F. Só um país pirata poderia atrelar sua política econômica e o Estado às necessidades desses piratas, parte dos piratas que estão no Bacen atuaram nesse comércio e nesse negócio e quando sair do Bacen vão voltar para ele. São criminosos ao mesmo tempo dentro e fora do alcance da Lei. Enquanto essa gente não escutar o ronco ameaçador da massa revoltada, como um dia os nobres de sangue escutaram, vão continuar tranquilos vivendo sua vida de nobre do dinheiro.

        1. O espantoso é como o trabalho suporta tudo isso. Me espanta a respeitosa e reverente educação de muitos a esses “doutores” nada doutos.

    2. Lunes, os picaretas do BC não usam as reservas porque os piratas não querem dólar de verdade. Eles querem o dólar fake dos contratos financeiros vendidos e comprados na BM&F e são com esses instrumentos que eles operam seu “negócio”. Eles, os bancos brasileiros e estrangeiros que atuam no Brasil, têm também um pé fora do Brasil, onde vendem e compram “posições em divisa brasileira” para piratas estrangeiros de instrumentos financeiros que liquidam lá fora em dólar de verdade, e outro pé fincado no Brasil onde compram e vendem posições em dólar fake e taxa de juros de piratas nacionais na BM&F que liquidam em reais. Vivem desse comércio e desse negócio, que chamam de ONOFF (onshore/offshore, eles são nativos em português mas se entendem melhor em inglês, sabe como é que é né, nesse negócio de pirataria o inglÊs é fundamental). Todo esse negócio depende de uma montanha de dinheiro que está toda investida em títulos da dívida pública brasileira, sem esses títulos todo esse negócio seria impossível, porque é com esses títulos que eles fazem caixa para fazer frente a liquidação diária em reais desses instrumentos negociados na BM&F e sem esses títulos não poderiam operar na BM&F pois para comprar e vender esses instrumentos precisam deixar uma parte desses títulos em garantia de seus negócios na BM&F. Só um país pirata poderia atrelar sua política econômica e o Estado às necessidades desses piratas, parte dos piratas que estão no Bacen atuaram nesse comércio e nesse negócio e quando sair do Bacen vão voltar para ele. São criminosos ao mesmo tempo dentro e fora do alcance da Lei. Enquanto essa gente não escutar o ronco ameaçador da massa revoltada, como um dia os nobres de sangue escutaram, vão continuar tranquilos vivendo sua vida de nobre do dinheiro.

  2. foi o que eu disse a um colega, se o governo oferece, o mercado aceita de bom grado!
    eu acho que a expressão pagar pra ver, nesse caso pagar se aplica ao governo.
    e o mercado sempre quer ver.

  3. Caceta, o pior é que é um golpe perpetrado por imbecis, semianalfabetos, estúpidos, burros, um monte de bostas que são o retrato cuspido da sociedade em que vivemos. Triste Brasil. Um bando de golpistas entreguistas que acham que vão reinar para sempre, Temeroso à frente. LULA LIVRE para acabarmos de de vez com esta quadrilha. ELEIÇÕES LIVRES, DIRETAS E COM LULA!! Sem LULA, não há legitimidade! Derrotem-no nas urnas, quero ver!!

  4. Vai ficando cada vez mais claro pra mim que o que os golpistas querem mesmo é DESTRUIR todas as conquistas dos governos do PT. Nem que para isso não sobre mais nada da porra do país inteiro.

  5. “o BC cometeu a asneira de anunciar que, do dia 7 até amanhã, ofertaria US$ 25 bilhões”… Será mesmo que foi por asneira ou de caso pensado?

  6. No comentário abaixo do face, o Henrique Klein diz com toda a razão que os piratas de hoje, como os de antigamente, vão levar o gado e a colheita que foi acumulada pelos governos do PT, mas vão deixar o povo da aldeia brasileira vivo, para que possa acumular novos rebanhos e fazer novas plantações. Depois voltarão para destituir novamente o governo do PT e fazer nova pilhagem. Trata-se de um ciclo neo-medieval, como no filme japonês “Os Sete Samurais”. Tem gente por aí falando que o Golpe ameaça gastar todas as centenas de bilhões de dólares de reservas que o governos do PT acumularam. O Golpe não está ameaçando nada. Ele está é levando tudo para ele mesmo, com um sorriso de pirata na cara ensebada.

  7. Quando se olha a situação atual da Argentina, às portas do FMI, e o caminho que o Brasil está seguindo, é comum usar a expressão “Efeito Orloff”, (“Eu sou você amanhã”), alusão a uma peça publicitária da Vodka Orloff, nos anos 1980.
    Só que o que está sendo empurrado goela abaixo do Brasil não é vodka.
    É metanol.

  8. Definitivamente, só há completos imbecis ocupando diferentes cargos desse governo, resultando numa sucessão de cagadas históricas, da política de preços da Petrobrás, e, passando pela negociação com caminhoneiros, ao câmbio: Temer, Parente, Meirelles, Ilan, etc.

  9. No comentário abaixo do face, o Henrique Klein diz com toda a razão que os piratas de hoje, como os de antigamente, vão levar o gado e a colheita que foi acumulada pelos governos do PT, mas vão deixar o povo da aldeia brasileira vivo, para que possa acumular novos rebanhos e fazer novas plantações. Depois voltarão para destituir novamente o governo do PT e fazer nova pilhagem. Trata-se de um ciclo neo-medieval, como no filme japonês “Os Sete Samurais”. Tem gente por aí falando que o Golpe ameaça gastar todas as centenas de bilhões de dólares de reservas que o governos do PT acumularam. O Golpe não está ameaçando nada. Ele está é levando tudo para ele mesmo, com um sorriso de pirata na cara ensebada.

  10. se eu ainda tivesse trabalhando no cassino da bmf, ia ganhar muito dinheiro fácil para meu chefe.
    essa corrida atrás do rabo é muito previsível, até um coxinha imbecil decifra.
    é só fazer o seguinte: fica de olho na tela esperando o BC começar a vender nossas reservas, começa a vender contratos futuros, quando tiver caindo bastante, por conta da intervenção, compra mais contratos que vendeu, fecha o resultado das vendas, e passa a ter mais contratados na posição comprada.
    Só esperar sentado a tendencia natural de subida, e vender tudo de novo, fechar as posições e esperar outra intervenção enxuga gelo do Ilan sionista.
    Mais fácil que empurrar bêbado da ladeira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.