Criminosos de guerra

O novo secretário de Ciência do Ministério da Saúde, Carlos Wizard, proprietário de cursos de inglês e de rede de fast food, deu, como era de se esperar de qualquer energúmeno bolsonarista, em entrevista a Bela Megale, em O Globo, dizendo não apenas apoiar o protocolo fajuto que recomenda a administração do medicamento aos pacientes da Covid-19, mas defender o fornecimento do fármaco perigoso às famílias de quem tiver contraído o vírus, como medicamento profilático.

É impressionante a ousadia dos imbecis e onde eles estão sendo colocado.

Wizard não apenas é o “3° homem” do Ministério – atrás apenas do general-ministro e do general-secretário-geral é, simplesmente, responsável pela validação dos medicamentos junto ao Sistema Único de Saúde como o avalista de suas compras pelo SUS.

Assim, é quem vai espalhar esta droga perigosa não só por hospitais mas – com a orientação a que se o distribua às famílias – também às unidades básicas onde não há sequer meios de controlar os distúrbios cardíacos e insuficiências renais comuns em sua ação sobre o organismo.

Não é só charlatanismo, é charlatanismo aplicado em escala gigantesca, tudo para seguir a “receita” de governantes absolutamente despreocupados com a vida humana.

A morte é “o destino de todos nós”, diz o presidente. Destino que ele apressa sem qualquer piedade.

Se estamos em guerra contra o novo coronavírus, tantos militares deveriam saber o que são crimes de guerra.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

30 respostas

  1. A direita brasileira foi com tanta sede ao pote, que agora o Brasil não tem no poder, representantes competentes para atender as necessidades do povo brasileiro. Já é hora de percebemos q

    1. Cont….que o Presidente e todos os seus aliados, apenas se preocupam com seus familiares e agregados. O Brasil, está em Guerra declarada entre os próprios golpistas, pois as alianças eleitorais anti esquerda se racharam, por interesses políticos individuais ou de grupos, em detrimento da população brasileira.

  2. Esta notícia está perfeitamente amarrada a duas outras:
    1 – A produção até meados de abril pelo exército de ocupação do Brasil de 2.250 milhões de capsulas da droga, sem que se saiba quantos milhões de cápsulas a mais foi produzido;
    2 – A “doação” por Trump ao genocida Bolsonaro – já concretizada e a caminho – de 2 milhões de cápsulas da droga para ser enfiada nos pobres brasileiros.

    Isto é, além de desovar a produção do veneno pelo exército de ocupação do Brasil, o genocida e seu criminoso exército de ocupação do Brasil está pronto a desovar a produção estadunidense, que lá tinha virado lixo tóxico, para enfiá-las garganta abaixo no pobre povo brasileiro.

    Ou seja, temos em andamento acelerado um experimento nazista do exército brasileiro e de sua marionete genocida contra o próprio povo brasileiro. Pelos seus crimes de lesa-pátria e lesa-humanidade, suicidar-se-ão, estes canalhas, como Hitler ou o povo brasileiro lhes aplicará a justiça das leis como em Nuremberg ou a justiça do próprio povo como em Giulino di Mezzegra ?

    1. Gostaria de que todos os apoiadores do Bolsonaro tomassem cloroquina todos os dias, faço questão de ceder a eles a minha parte. De uns tempos pra cá passei a sentir nojo de gente cafajeste que se esconde debaixo de uma farda.

    2. Pode ser pior, Sr. de Assis. O Ministério da Saúde não recebe, compra os medicamentos que fornece nas UPAs e Farmácia Popular (onde isto ainda acontece). Ainda que pague valores menores, pela quantidade da compra, trata-se de valores enormes envolvidos. Ora, quem detém no momento excedente de produção de medicamentos à base da cloroquina, para vender ao MS? Vejo aí uma “oportunidade de negócios” sensacional para o Ministério do Exército, e não descarto nem a possibilidade de haver alguma “comissão” envolvida para alguém, já que esta é a linha de atuação mais comum das milícias, a intermediação de negócios ilícitos ou imorais. Nada tão ruim que não possa ser pior…

      1. Com toda certeza. Mas, aqui nesta terra , onde nada se “Aras”, tais fatos não podem existir, sequer como hipótese de investigação.

    3. Essa distribuição de veneno para os pobres nem sequer é experimento (já se sabe que não resolve nada e até complica a situção). Isso é assassinato para se livrar da responsabilidade do gasto de bilhões de dólares com um veneno que ele prega que cura a covid-19 .
      Quanto a todo mundo vai morrer, então se o Adélio o tivesse assassinado não seria assassinato pois ele iria morrer um dia mesmo ?

  3. trump está gargalhando da nossa desgraça, lucrando às custas das vidas brasileiras. Será que o bozo e o resto do esquadrão cloroquina também têm ações nas empresas que produzem o remédio ou são apenas genocidas imbecis?

  4. Remédio que vai matar milhares endossado por um evangélico , formado em Ciência da Computação e Estatística .
    Isso que é Ministério da Saúde …

  5. Bolsonaro deveria tomar uma sopa de cloroquina, diz Lula. Concordo. Com um caldo bem grosso. Essa besta humana já cansou.

  6. Charlatanismo seria se recomendasse o remédio sem eficácia comprovada apenas. Mas distribuir em massa um remédio sem eficácia comprovada e que sabe-se de antemão que, sem acompanhamento rigoroso, mata, tem outro nome. Genocídio, eu diria.

  7. Eu torço pelo efeito “antiséptico” do coronavírus. Quem sabe os ZUMBIS refletirão antes das próximas eleições e deixarão de atrapalhar o Brasil.

  8. Lá em Haia, na Corte Penal Internacional, estão comprando um monte de banquinhos; brevemente o tribunal estará lotado de réus…

  9. É um grande negocio eles vão ganhar fortunas vendendo cloroquina pro SUS. Cade o poder judiciario pra enquadrar esses criminosos corruptos?

  10. Aonde chegamos! Sempre é possível aparecer uma pessoa neste governo pior do que as já existentes.

  11. Insisto e continuarei a insistir.
    Todo o que sucede com o governo do bolsonaro e as posturas adotadas pela quadrilha das ffaa em relação ao mesmo estão relatadas num artigo do dia —-6 de outubro de 2018 !!!!!—- .Logo após o 1° turno.NUM JORNAL ARGENTINO !!!!!
    O j.Miola do 247 o mencionou esta semana ,e eis que esse artigo existe !!
    É essencial sua leitura,para saber com quem estamos lidando .
    O problema não é o miliciano

    https://www.ambito.com/mundo/bolsonaro-un-lider-construido-pos-un-nuevo-proyecto-poder-militar-n4035789

    Se isto for verdade ,a LUTA será muito maior do que imaginávamos para voltarmos a ser UMA NAÇÃO

    1. Esse artigo foi escrito em 2018. Seria interessante saber, após esses quase 18 meses de governo Bozzo, qual a opinião desses que escreveram o artigo sobre esse desastroso governo que ajudaram a eleger.

  12. Já não passou da hora da comunidade médica se expressar?
    Ainda que seja aquela que atacou os “Mais Médicos” e provocou a saída dos médicos cubanos e deve ter, por causa disso, provocado indiretamente a morte de milhares de pobres que ficaram sem assistência?
    Algum entendido em estatística já calculou quantos pobres devem ter morrido, quantos morrem a cada mês, pela falta dos tais médicos? Parece fácil.
    Já não passou da hora, já não seria cumplicidade?

  13. Não sou especialista, mas para mim a OMS retomou os testes com a Hidroxicloroquina para melhorar sua imagem junto só Trump e reverter as ameaças de corte definitivo de verbas.

  14. O governo Bolsonaro é o espelho de 50% da população brasileira. Ignorante, anticiência e fascista.

  15. Quais são as empresas do ilustríssimo bilionário secretário da Ciência do Ministério da Saúde ?
    Wizard se refere aos cursos de inglês ? Qual é o fast food ? Parece que o bilionário é dono da marca Mundo Verde. Procede ?
    Precisamos de informação para não sustentar fascista.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.