Dallagnoll se mete em mais uma: processo por interferir na eleição do Senado

Daniela Lima, no Painel da Folha, dá conta de que, para o procurador Deltan Dallagnol, chefe da Lava jato em Curitiba, vale aquela máxima de que “urubu voa em bando”, que descreve como as más notícias andam juntas.

Em meio ao escândalo de sua troca de mensagens com Moro, o procurador recebeu a notícia de que o relator do processo no qual é acusado de tentar interferir na eleição da Mesa do Senado Federal proferiu um voto duríssimo em que é acusado de “fazer campanha política” contra a candidatura de Renan Calheiros – que representou ao Conselho Nacional do Ministério Público – falando em nome da instituição e da categoria dos promotores de Justiça.

“A violação à dignidade do cargo e ao decoro é evidente, já que o excelentíssimo membro reclamado [Deltan] não está autorizado a fazer campanha política para eleição de cargo de outro poder da República contra determinado candidato, em matéria alheia à sua atribuição, tampouco falar em nome de todos os Membros do Ministério Público do Brasil”, disse o relator Orlando Rochadel, corregedor do órgão.

Não foi a única campanha eleitoral em que dallagnol inteferiu, não é mesmo?

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

17 respostas

  1. Fernando Brito… o senhor já cogitou a seguinte possibilidade:

    ODEBRETCH + CAMARGO CORREA + OAS PROCESSANDO O ESTADO BRASILEIRO

    PEDINDO BILHÕES EM INDENIZAÇÃO… POR CAUSA DA DUPLA DE IDIOTAS: “MORO & DALAGNOL”

    ATÉ A PETROBRÁS PODE PEDIR SEUS BILHÕES EM MULTAS DE VOLTA PARA O “TIO SAM”… O JULGAMENTO FOI UMA FRAUDE!!!

    Essa dupla de imbecis… para pegar Lula… jogou empresas de engenharia bilionárias no buraco… arrebentaram a maior Estatal brasileira…
    Não produziram uma única prova contra Lula… e agora o processo pode ser anulado!!!
    Se eu fosse o MARCELO ODEBRETCH… eu estaria contratando a melhor equipe de advogados do mundo…

    1. Um governo legítimo e democrático deveria é encampar todas essas construtoras, transformá-las em empresas públicas, retomar suas obras e investimentos, recontratar seus trabalhadores, técnicos e diretores (aqueles que não estiveram envolvidos nos negócios escusos da empresa e nem participaram dos acordos de delação premiada). Os bens dos donos e proprietários dessas construtoras devem ser incorporados ao patrimônio dessas empresas. Essas construtoras vem sugando os recursos públicos há décadas. Apoiaram governos venais, ditaduras e golpes de Estado. Esses homens são poderosos e ricos, e mesmo assim foram covardes e coniventes com o Golpe de Estado. E isso mesmo contra Governos que com seus projetos de investimento e de expansão dos negócios do Brasil no estrangeiro os favoreciam. O mesmo deveria ser feito com a Petrobras e também com a Embraer. A esquerda brasileira precisa definitivamente deixar de pretender ser a noiva do empresário nacional; não foi apenas uma e outra vezes que o noivo deixou a noiva no altar com os convidados e se foi para uma nova aventura (golpista, entreguista, patrimonial e rentista). Os grandes empresários nacionais não tem nenhum compromisso com o desenvolvimento econômico e social do Brasil, nunca de fato tiveram. Nunca apoiaram nenhuma iniciativa de ajudar a construir instituições democráticas e sempre que puderam usaram os recursos dessas empresas para influir nas eleições e ajudar a eleger seus candidatos do coração, quando mesmo com isso não foram mais capaz de eleger seus cadidatos de estimação optaram por destruir a democracia brasileira. Não precisamos dessa gente. Os brasileiros precisam retomar as rédeas de seu destino, refazer a aliança e junto com os outros países que formam os Brics, lutar para encontrar uma alternativa monetária e econômica e por fim ao longo período de hegemonia da moeda americana e dos Estados Unídos. Só com esse suporte internacional seremos capaz de recuperar nossa economia e liderar a recuperação das demais economias latino americanas e tornar o desenvolvimento econômico definitivamente global. Ou esse século será de todos os povos ou não será de nenhum.

    2. Meu caro Rei, não concordo com os seus comentários, exceto o ressarcimento da multa para aos americanos, o resto que se danem, principalmente o Marcelo Odebretch, a delação tem que ser anulada e ele voltar para a cadeia, a dele e a do Palocci.

    3. Infelizmente as mortes de D. Marisa e do netinho Artur não poderão ser mitigadas da mesma forma. Nem os transtornos do golpe causados ao povo brasileiro.

    4. Não sei se o Brito cogitou, mas eu cogitei sim. Estava pensando nisso. Se eu fosse advogada dessas empresas todas já estaria com os processos prontinhos pra apresentar. Má fé no processo legal é uma coisa linda de questionar nos tribunais superiores.

      O caro público que ficou horrorizado com a “roubalheira do PT” no Jornal Nacional durante cinco anos vai ver agora o que é ter um prejuízo monstro nos cofres do governo. Vai ter indenização pra todo lado.

      1. E a globo seria processada como cúmplice do processo de ataque e destruição destas empresas, com destaque para a mirian leitão e merval.
        Seria o que aconteceria em qualquer país ondes as instituições estivessem funcionando.
        Ainda veremos as conversas da globo com o moro combinando as tramóias, é só esperar.

  2. Cumpre-se a sentença “NUNCA DÊ PODER A UM IDIOTA”.
    Os delinquentes curitibanos se imaginaram acima do bem e do mal ,mas,na verdade ,como todo delinquente que se preçe,não suportariam 5 minutos de investigação SÉRIA sobre seu acionar.
    Mas ,a pergunta é quem os investigará???quem os julgará ??estão todos atolados no esgoto da operação-GOLPE 2016 /PRISÃO DE LULA-
    Os togados do trf4 do stj e do próprio stf estão metidos com pês e mãos na sujeira,e agora??? e eles desafiaríam aos ENTREGUISTAS DE FARDA ????
    Só existe uma chance ,a de sempre,MOVILIZAÇÃO ,PROTESTO,IR AS RUAS !!!!!!!!

    1. Posso estar enganada mas tenho a impressão de que há uma gana monstruosa da classe profissional dos “Operadores do Direito”, como se diz por aí, pra achatar a tal república dos capiaus paranaenses. Sei de muito advogado corporativo que não pode ouvir falar na tal Vara de Curitiba ou adjacências e fica irritado. Até agora ninguém tinha coragem de jogar pedra primeiro, ficavam na moita. Até porque a mídia criou um clima em que qualquer crítica à lava jato era vista como sinal de corrupção na certa.

      Mas há um horror generalizado entre advogados, juizes e promotores (e não estou falando só de gente progressista ou de esquerda) pela arrogância e desonestidade dessa cambada da lava jato e seu desrespeito flagrante aos colegas e ao Direito brasileiro.

  3. hahahahahaha
    Já estou até enjoada de tanto rir desde ontem à noite. Hoje já tomei três xícaras de chá e um monte de pipoca enquanto acompanho o noticiário na internet. Vou ter que encontrar outra distração gastronômica amanhã. Talvez pinhão pra homenagear o valoroso estado do Paraná, que não tem culpa da república de Curitiba…

  4. Gen Heleno acha irrisório, Gen Mourão não acha importante, graças a Deus não estamos em guerra pois com esse padrão de generais que se formaram por aqui até a Somália e Uganda são perigosos.

  5. Penando bem… se eles se livrarem do moro e do delanhol e neles colocarem todas as culpas, e liberarem o LULA por que o processo, agora, é nulo, livra a cara de certas instituições que estão mergulhadas na lama até o pescoço. Pelo menos a curto prazo.
    Eduardo cunha, aécio, temer, etc: usam o bandido bobo e depois descartam.
    Agora o moro e o delanhol.

  6. Forçaçao de barra essas reportagens…????então todas as instâncias do Justiça estão corrompidas pq a decisão de 1°instância foi confirmada por outros tribunais superiores….vamos pensar povo brasileiro parem de gastar tempo procurando polêmica onde não existe. Não teve nada de mais nessas conversas.

  7. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk AMEI KKKKKKKKKKKKKKK FAZIA TEMPO QUE NÃO LEMBRADO DO BEATO SALU. PARABÉNS AO MINO CARTA KKKKKKKKKKKKKKKK

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *