Delegada no COAF é para descobrir quem vazou “Caso Queiroz”?

Quem acha que nada acontece por acaso tem um bom caso para apurar.

Haverá alguma ligação entre a nomeação da delegada da Polícia Federal Érica Marena e a nova crise criada ontem pelo Sr. Jair Bolsonaro, “denunciando” uma jornalista do Estadão por receber os dados que vazaram do Conselho de Controle de Atividades Financeiras – o Coaf sobre as movimentações suspeitíssimas de Fabrício Queiroz?

Vai começar uma caça ao “vazador” que deixou que se soubesse dos milhões operados na conta de um “simples motorista” que, entre outras coisas, depositou vários cheques na conta da mulher do ex-capitão?

A questão ética de jornalistas publicarem informações que deveriam ser sigilosas mas que vazaram está resolvida há 48 anos, desde que a Suprema Corte dos EUA validou a ação do The New York Times e do Washington Post de publicarem os famosos “Papéis do Pentágono”.

Nem é preciso dizer, claro, que o ex-capitão, seu ministro Sérgio Moro e seus seguidores jamais se incomodaram com vazamentos quando os acusados eram outros…

Na questão política, Bolsonaro apenas “esquentou” e chamou a si, de novo, um assunto que vinha em banho-maria e que só lhe traz desgastes, justo no momento em que deveria –  querendo mesmo dar velocidade à tramitação da PEC da Previdência, largamente apoiada pelos “jornalões” – buscar sossego com a grande mídia.

Há dois aspectos que, ao contrário destes, explicam a “planejada insensatez” do Presidente.

Um, claro, é sua incapacidade de descolar-se das sandices e politicagens dos filhos, com quem, há poucos dias, proclamou sua simbiose absoluta.

O outro é o que cada vez mais gente percebe: açular sua tropa de fanáticos, no submundo das redes sociais.

A reação do Estadão à manipulação e montagens da “denúncia” reproduzida por Bolsonaro de um site de extrema-direita, para quem não tem acesso ao jornal, reproduzo abaixo:

Bolsonaro usa declaração falsa para atacar imprensa

Presidente usa texto de site que atribuiu falsamente frase a repórter do ‘Estado’ para criticar cobertura sobre o filho e senador Flávio Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro atacou a imprensa valendo-se de informações falsas divulgadas ontem por um site que reúne colunistas conservadores e favoráveis ao governo. No Twitter, Bolsonaro endossou tese levantada pelo site Terça Livre, que falsamente atribuiu a uma jornalista do Estado a declaração de que teria “intenção” de “arruinar Flávio Bolsonaro e o governo”.

A suposta declaração, que aparece entre aspas no título do texto do Terça Livre, foi atribuída pelo site à repórter Constança Rezende. A frase teria sido dita, segundo “denúncia” de um jornalista francês citado pelo Terça Livre, em uma conversa gravada em que a repórter fala da cobertura jornalística das movimentações suspeitas de Fabrício Queiroz, ex-motorista do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ).

A gravação do diálogo, porém, mostra que Constança em nenhum momento fala em “intenção” de arruinar o governo ou o presidente. A conversa, em inglês, tem frases truncadas e com pausas. Só trechos selecionados foram divulgados. Em um deles, a repórter avalia que “o caso pode comprometer” e “está arruinando Bolsonaro”, mas não relaciona seu trabalho a nenhuma intenção nesse sentido.

Allan Santos, editor do Terça Livre, no entanto, expôs a conversa como evidência de suposta irregularidade. “Bomba!!!!! Jornalista do Estadão confessa: “a intenção é arruinar Flávio Bolsonaro e o governo”. A frase jamais foi dita.

Estimulados pelas informações, grupos governistas promoveram no Twitter uma série de postagens nas quais acusaram o Estado de “mentir” na cobertura do caso Flávio Bolsonaro. Às 20h51min, o próprio presidente publicou o seguinte texto no Twitter: “Constança Rezende, do ‘O Estado de SP’ diz querer arruinar a vida de Flávio Bolsonaro e buscar o Impeachment do Presidente Jair Bolsonaro. Ela é filha de Chico Otavio, profissional do O Globo. Querem derrubar o Governo, com chantagens, desinformações e vazamentos.”

A postagem de Bolsonaro foi ilustrada com um vídeo do Terça Livre, que expôs a foto de Constança Rezende e o áudio de um trecho da conversa gravada. A gravação foi divulgada primeiro por um site francês, em um texto de Jawad Rhalib, que se apresenta como jornalista. Rhalib também expõe a tese de que a gravação seria prova de que a imprensa distorce fatos para comprometer Bolsonaro.

Constança não deu entrevista ao jornalista francês nem dialogou com ele. Suas frases foram retiradas de uma conversa que ela teve em 23 de janeiro com uma pessoa que se apresentou como Alex MacAllister, suposto estudante interessado em fazer um estudo comparativo entre Donald Trump e Jair Bolsonaro.

O Terça Livre, com base na “denúncia” de Jawad Rhalib, também falsamente atribuiu à repórter a publicação da primeira reportagem sobre as investigações do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) a respeito da movimentação de R$ 1,2 milhão nas contas de Queiroz. O autor da primeira reportagem foi Fabio Serapião, também do Estado.

“Desde que Constança iniciou a temporada de caça aos Bolsonaro no Estadão, emissoras como a Rede Globo e jornais como Folha de São Paulo seguiram o mesmo caminho”, diz o texto do site. “Uma enxurrada de acusações em horário nobre, capas de revistas e nas primeiras páginas de jornais colocaram a integridade moral do filho do presidente em xeque.”

As informações publicadas pelo jornal se baseiam em fatos e documentos oficiais. O Ministério Público apura se Fabrício Queiroz recebeu indevidamente depósitos de funcionários da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj).

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

28 respostas

  1. Esse,infelizmente,foi e ainda é,O PAPEL DO JORNALISMO,que reside unicamente,na OPINIÃO DO PATRÃO.A única diferença e que agora,com a tal da INTERNET, alguns podem CONTRADITAR.Mas o JORNALISMO,NASCEU E CRESCEU ,DEFENDENDO AS OPINIÕES DOS PATRÕES,que são todos,fanaticamente,a favor da SOCIEDADE DE CLASSES.O BOLSONARO,é a SÍNTESE DISSO TUDO.Quem o criou que o ature.

  2. ISSO NÃO É SPAM!
    https://uploads.disquscdn.com/images/ab39fbf443ed47f81495c4ab4f4b45ab9fb68479e5b786e2618f39bc22fc7fc9.png QUANDO VOCÊ OLHA PRA ESSA MERDA TODA,ESSA NUVEM DE ÓDIO,PRECONCEITO E BURRICE VOCÊ SE LEMBRA DA ÚNICA FRASE HONESTA DITA POR UM DESONESTO:-“COM O CONGRESSO,COM AS FORÇAS ARMADAS,COM O SUPREMO,COM TUDO”.
    ENTÃO AINDA VEJO ESQUERDAS ME CRITICANDO POR FALAR EM REBELIÃO,EM REVOLTA E REVOLUÇÃO E ENTENDO QUE BASTARIAM MESMO “UM CABO E UM SOLDADO”.
    TUDO DEPENDE DE NÓS,TUDO ESTÁ EM NOSSAS MÃOS,BASTA QUERER!

      1. EU NÃO VOU MUDAR,JÁ EXPLIQUEI O MOTIVO,FAÇO PARTE DE UMA ONG DE DEFICIENTES VISUAIS E ELES ME SEGUEM NO FACE E NOS BLOGS.NÃO COMENTO MAIS NO AZENHA PELA CONCEIÇÃO TER ME CHAMADO A ATENÇÃO.

  3. Briga na direita que não interessa aos progressistas que devem colocar foco no desgoverno e na falta de alternativas mesmo se o ocupante do Planalto venha a ser demitido. A pauta deveria ser em primeiro lugar Lula Livre e na sequência a luta contra essa reforma absurda da previdência, a entrega do Brasil aos estrangeiros ( petróleo, aviação, educação, mineração, agro negócio, tecnologias de ponta), o desemprego que não retrai, o PIB que não cresce, o judiciário que não faz justiça, ….A lista é grande.

  4. É a fase de “caça às bruxas”……..nesse caso, querem achar quem descobriu e passou à imprensa o ESCANDALOSO do Queiroz e seu chefe, Flávio Bolsonaro. Tirando a turba fanática e sem escrúpulos que ainda seguem o clã Bolsonaro, ficou claro como céu sem nuvens que HÁ ALGO PODRE na relação Queiroz-Flávio. E se isso for bem apurado, implode o des-governo Bolsonaro

  5. Os apoiadores desse governo, notadamente Moro, não perderam as esperanças de levar esse governo farsa adiante.
    Para isso, obviamente, têm que ir atrás de quem está trazendo à tona as informações que desmascaram o presidente e seus assessores, para calá-los (calar os vazadores e não os assessores, bem entendido).
    Então sim, a nomeação dessa delegada para o Conselho do COAF não aconteceu por acaso.
    E os “não por acaso” não vão ficar por ai.

  6. Quando a imprensa começar a tratar essa quadrilha com agentes da CIA a conversa ficará mais adequada. Estão salvando o golpe, custe o que custar, CIA não brinca com os interesses americanos, são pagos para isso, ao contrário dos nossos traidores

  7. Os fascistas do Estadão provando do veneno que ajudaram a espalhar ,quero que se danem !!!
    Já em relação a “delegada”,o que dizer quando esta sujeita virou “estrela” ,quando devería ter sido exonerada sumariamente ,sem direito nenhum ,por seu comportamento execrável no caso Cancellier.
    O poço sem fundo do GOLPE nos leva aos porões do inferno.
    Brasil !!sil !!sil !!!

  8. O jornalismo praticado pelo infame estado de SP foi tão criminoso contra o PT, quanto a globo e a veja e seus articulistas, que por submissão ou subserviência, sempre se alinharam as vontades dos patrões em detrimento da apuração dos fatos que deveriam defender.
    A perseguição a Lula, José Dirceu, Genoíno, Dilma, Haddad e ao partido foram diárias e recursivas. Não podemos esquecer.
    Agora os movimentos frenéticos desse miliciano psicopata fazem com que o embate nas facções de direita e extrema direita siga um caminho no qual a esquerda progressista pode ser engambelada, já que não existem mocinhos nesse filme.
    A sangria do miliciano ou seu impeachment com a ascensão de mourão, de nada adiantam para a liberdade de Lula e muito menos para algum avanço nas pautas sociais de governo. O desmonte do Estado brasileiro seguirá nas mãos dos milicos entreguistas.
    Por isso apesar desse novo ataque aos órgãos de imprensa acredito firmemente que o papel da esquerda deveria ser o de mover todos os esforços no sentido da liberdade de Lula, apuração do assassinato de Marielle e da punição aos inúmeros envolvidos no golpe: fhc, aecio, temer, serra, temer, etc. Não precisa ser adivinho para imaginar o que vai acontecer nesse castelo de cartas.
    Repudiar o ato contra o jornalismo sim, porém sem esquecer que foram eles mesmos que criaram seus algozes.
    #LulaLivre

    1. Acho importante apurar e responsabilizar a todos pelos maus feitos. E se esta apuração provar (IN DUBIO PRO REU) que há práticas ilícitas por qualquer governante, que ele seja afastado. Se este governante for o presidente, que o mesmo ocorra. Que fiquem os militares. Desta forma ninguém poderá se esconder na sombra do outro. As falhas serão apontadas para quem estiver no cargo.

    2. Isto eu nunca esqueci, de que esta imprensa, que hoje é combatida por este infame governo, apoiou o golpe e sempre atacou os governos progressistas. Isto que acontece hoje tem nome, “efeito colateral”, para os que votaram neste incompetente, grosseiro, ogro votaram,só que nos enfiaram neste balaio.

  9. Pessoal uma investigação de transferências bancárias de prazo de um ano se faz em míseros 15 minutos…ou seja, estão enrolando sobremaneira sobre esse acontecimento.
    Estão blindando os bozos.
    Isso é somente para apressar a reforma da previdência e matar pobre através da lei anti-crime(sic) do moroso.

  10. O “estadao” me lembra aquelas Marias vão com as outras que vêem alguém rico ou poderoso e puxam o saco. E depois de 1 tempo querem dizer pra si mesmo que tem personalidade e fazem algo que não agrada o tal “amigo” que bajularam por tanto tempo.
    E o final da história a gente já sabe, não adiantou a amizade, discordar baseado em ética… pois, a Maria com as outras acaba destruída pelo “amigo”, se não voltar a ser submissa.

  11. Caríssimo Fernando, como penso que nossa democracia acabou no golpe contra a presidente Dilma, quando todas estas personagens tomaram parte ativa, agora me deleito com a antropofagia que demonstram, um querendo engulir o outro e ainda por cima posando de democratas. São todos parte da mesma canalha golpista e reacionária.

  12. Quero ver a reação dessa cambada do PIG/PPV quando não só “bagrinhos” e repórteres inexperientes forem ameaçados, perseguidos, chantageados e achacados, mas algum dos donos ou seus herdeiros experimentarem uma condução coercitiva ou uma revista humilhante como aquela a que essa criminosa lavajateira, nomeada por outro criminoso, o “xerife do brazil” submeteu o reitor da UFSC, levando-o ao suicídio.

  13. Até quando a elite rentista e seus banqueiros querem manter esse cadáver insepulto no palco?
    O fantoche está podre. A queda é inevitável. E ninguém aguenta mais a fedentina a empestiar o Brasil inteiro.

    Limpem essa imundície, golpistas PORCOS!!!

  14. Ouvi reportagem na Band que esse repórter seria filho de um marroquino com uma francesa (ou vice versa) e que ele não é mais jornalista desde 1997, pois atualmente se dedica ao cinema, como produtor ou diretor. Mais uma fake news desses bolsominions vagabundos que não tem mais o que fazer.

  15. Em qualquer governo minimamente sério, este problema seria facilmente resolvido: Onde está o Queiroz?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.