Direita x Direita e a Direita que quer o PT

Há movimentos ainda não plenamente percebidos ocorrendo sob a aparente divisão “nós contra eles” que é a aparência que o bolsonarismo acaba dando à política.

Do lado da situação, os embates entre a ala “pragmática” (militares, centrão e burocratas) do governo e a parte aguerrida das falanges bolsonaristas (que mais propriamente seriam chamadas de ‘odiológica’ que de ‘ideológica’) sempre estiveram em confronto por espaços junto ao “chefe”, contando estas últimas com a imensa influência dos filhos do capitão.

Sim, esta disputa é real, mas não é mortal, salvo pela perda de peças de um lado e de outro, na qual, até agora, esta ala perdeu menos – o histriônico Abraham Weintraub e o inexpressivo secretário de cultura de visual nazista – do que aquela, onde tombaram Gustavo Bebianno e Santos Cruz. Moro não é de nenhuma delas, é um projeto individual, ambicioso e que percebeu que não seria mais palatável permanecendo na trupe.

De outro lado, a direita não-bolsonárica bate cabeça sem rumo: como se escreveu tantas vezes aqui, a porta está fechada, porque o processo de imbecilização coletiva e de desqualificação da acabou por devorá-los de tal maneira que não têm mais sequer estruturas partidárias, seja no PSDB – que se resume a Doria -, seja no DEM – restrito a Rodrigo Maia e, talvez, a ACM Neto – ou nas legendas que sempre lhe foram auxiliares, como o PSD e o Republicanos, acoitados com o governo, e o Podemos, agarrado ao projeto morista.

A debacle da Lava Jato – parece que, afinal, definitiva – é uma sentença sobre este projeto, muito abalado com a perda do cargo e dos adeptos bolsonaristas pelo seu já indisfarçado candidato presidencial.

Há sinais de que, pela falta de perspectivas, o conservadorismo não alucinado pode estar querendo retomar o diálogo político. O artigo do ex-diretor de O Globo, Ascânio Seleme, hoje, emite alguns deles.

Seleme tem horror – a palavra é esta – ao petismo e a Lula, com quem teve até mesmo uma disputa judicial. No entanto, mesmo que tenha sido num talho pretensioso visível já no título – “É hora de perdoar o PT” – , sinaliza aos navegantes dos mares da direita que o antipetismo não só deixou de ser discurso político suficiente como, também, passa a ser apenas combustível ao bolsonarismo.

(…)o ódio dirigido ao PT não faz mais sentido e precisa ser reconsiderado se o país quiser mesmo seguir o seu destino de nação soberana, democrática e tolerante. Não pode se esperar essa boa vontade dos que carregam faixas pedindo intervenção militar e fechamento do Supremo e do Congresso, um grupelho ideológico, burro e pequeno que faz parte da base do presidente Jair Bolsonaro. Mas é bastante razoável ter esta expectativa em relação a todos os outros, sejam eles de direita, de centro-direita ou de centro.

Convite mais explícito não consigo imaginar.

E isso, claro, passa pela possível anulação dos processos em que Moro condenou – ou preparou a condenação – o ex-presidente.

E também sinal evidente, para quem tem acesso a informações que não vêm a todos, de que a força político eleitoral da esquerda, que tem – queiram os demais atores deste campo ou não – tem Lula como núcleo., não está anulada, como tanto se apregoa.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

43 respostas

  1. Fazer como eles, esses hipócritas que querem o lobo a perdoar os três porquinhos. Aceitem o “perdão”, reassumam o poder e, primeira medida após a posse, toca a implantar no país uma rigorosa legislação que destrua desmonte e previna a existência de oligopólios midiáticos.

  2. Que tal fazer jornalismo. Abrir os crimes da lava-jato, para começar. Discutir a sentença do trf4.
    A globo tem que mudar de lado enquanto é tempo.
    Seus crimes contra o PT e LULA com a campanha de ódio, agora sabem, deu origem ao bolsonaro e toda desgraça ao povo e ao país, e de quebra para a própria globo.
    Acho que a dívida da globo com a sociedade brasileira, deu nisso a campanha do ódio, é impagável. Mas antes de ser enterrada ela tem que tentar algo. Sugiro que comece pela auto-crítica e a entrega da criminosa lava-jato. Ela deve saber que sem esta entrega não há o que ser feito. Seu crime voltou contra vocês, era de esperar.
    Comece rápido globo. Não lhe resta nada mais do que tentar redimir tanto e tão impagável crime. Rápido. É o oxigênio que ainda lhe resta. Rápido.
    O golpe, a globo, destruiu o país. Tentem, tentem, reverter o que é possível, merecer o improvável perdão, mas rápido.

    1. O espaço é para textos com comentários e não memes. Tenha educação e respeite os demais leitores.

      1. Com todo o respeito, Antonio.
        Como você fez a mesma coisa comigo dias atrás, me sinto autorizado a fazer uma observação….
        O colega não está desrespeitando ninguém. Não cabe a você repreender os demais comentaristas.
        Até onde eu sei, quem tem autoridade para moderar este espaço é o editor do site.

        1. Você está certo. Mas o comentarista acima é dado a repreender inclusive o Fernando Brito. Por vezes o vi criticando o jornalista por previsões sobre o número de mortes decorrentes da Covid-19. Considerava os textos alarmistas.

        2. Isso mesmo Charles: “não cabe a você repreender os demais comentaristas”. Eu também já fui repreendido por este Antônio e independentemente da correção do que escrevi, pensei a mesma coisa: quem esse Antônio Passos pensa que é?

      2. Faço charges e cartuns pros movimentos populares ha bem uns 50 anos. O Antonio se refere chamando “meme”, é ao que fiz acima ? Se o Brito, em algum momento , me pedir, paro de postar meus “memes”. Se não, continuarei.

      3. Não entendi, Antonio, deve ter sido algum mal entendido, acompanho seus comentários e eles nunca se mostraram antagonizar com a charge.
        Acho um luxo ter o Berze neste espaço, que só se enriquece com sua arte.

      4. Não me consta haver neste blog restrição a charges. No caso específico, Berze HQ tem postado charges que, além de acrescentar um agradável conteúdo gráfico ao blog, trazem mensagens de humor e crítica que em nada desrespeitam os demais leitores.

  3. O porta-voz da oligarquia marinho calcula que o Partido dos Trabalhadores já não tem mais força para incomodar a plutocracia. No máximo, será como aquela oposição comportada e consentida pela Ditadura Militar.
    Pelo discurso macio de certos petistas, o cenário previsto não está longe da realidade.

  4. Perfeito !!! O que mais me chamou a atenção é para a real perspectiva de Lula ser, finalmente, absolvido. A Globo pode estar enfraquecida, mas ainda tem linha direta com o STF e a direita “civilizada”.

  5. Presidente Lula: Vamos cozinha-los em banho maria. Deixem esta turma de picaretas se moerem no cacete. Não interessa nem um pouquinho alguém do campo progressista dar nenhum sinal de paz. Aquele que fizer isto será considerado um traidor. Traidores por traidores temos o Ciro Coroné, Marina das Pererecas, Verdes, Tarso Genro, José Cardoso. Que querem fazer acordo até com Capeta. Deixem eles no abraço de afogados.

  6. Eu chamo isso de “a audácia da caucasidade”. É a casa-grande dizendo à senzala que a perdoa por querer a liberdade. Em outras palavras, é sem-vergonhice pura!

  7. Eu chamo isso de “a audácia da caucasidade”. É a casa-grande dizendo à senzala que a perdoa por querer a liberdade. Em outras palavras, é sem-vergonhice pura!

  8. mas é o cúmulo da inversão de valores: quem deveria estar suplicando por perdão é quem se propõe a perdoar! E por quanto querem vender esse “perdão”?

  9. Talvez por tradição, mas muito por simplismo – estou sendo condescendente com a maioria -, dentre nós, a esquerda, sói analisarmos a direita – com ou sem focinheira – pelo viés ideológico. Esquecemos uma coisa básica: o projeto antipopular está ab initio viciado com a meta última do capitalismo, o lucro. O enriquecimento. Que, já dizia Faoro, desde as sesmarias, ou é por herança ou é por roubo. Geralmente, pelos dois caminhos. Quando Saleme Marinho tenta “acenar” ao PT, não é por vislumbrar no horizonte próximo da redonda terra a debacle da globo. Não é uma discussão político ideológica, sobre princípios e opiniões. è por estar sentindo, desde a ofensiva da justiça (enfim?) sobre José Serra, aquele que o precocemente falecido Paulo Henrique Amorim dizia e repetia, diuturnamente, ser “o político mais rico do Brasil”. Na mesma cloaca em que Serra, FHC, todos os falidos políticos do PSDB, e mais Doria, Huck, et caterva, chafurdam, a globo sempre navegou em seu cruzador blindado grife Time-Life (hoje um bote (des)inflável) de nariz empinado, aspirando e aspergindo com prazer continuado os eflúvios pantanosos e pútridos de seus protegidos. Os marinho certamente preferiam a direita Alckmin-Opus Dei, mas não foram capazes de perceber que ajudaram a transformar o maior país católico do mundo no país mais “terrivelmente evangélico” e reacionário desse mesmo mundo. Para quem se lembra, após a entrevista do Alckmin com Miriam Leitão e Bonner, Alckmin exclamou nos bastidores, do alto da sua mediocridade, mas com rara obviedade – Você estão elegendo o Bolsonaro! Não é um simples temor de falência empresarial, todos estão bilionários nas off-shores – o Seleme, o Bonner, etc., certamente -, é o pavor das grades onde colocaram o Lula, e de onde saiu o Queiroz. A história de corrupção da globo virá à tona, eles sabem disso. E a História – maiúscula -, diferentemente do que fez com Fidel Castro, não os absolverá.

  10. Se o PT for, mais uma vez, pela Realpolitik, vai se lascar novamente… pq o enredo vai se repetir, cedo ou tarde.

  11. E pode ser também que a Globo tenha informação que o miliciano esteja preparando um confronto que vai fragilizá-la.
    O fato é que a bozolândia tem um apoio de numerosos eleitores facilmente manipuláveis por gente do tipo Malafaia e Edir Macedo.
    A movimentação do judiciário dessa semana mostrou que esse apoio se estende aos concurseiros. O PT deve sim aceitar o pedido de bandeira branca mas com as condição de que a imagem do ex-presidente seja restaurada. Ninguém nega a influencia que os Marinhos tem com os integrantes do STF como FUX e Barroso, e seria tolice não ser pragmático nessa hora.

  12. Primeiro reconhecer a política de esgoto que puseram em pauta. Mesmo assim será difícil aceitar essa trégua do escorpião.

  13. Concordo com boa parte da matéria, só que eu coloco que os interesses específicos da Globo estão pesando nessa hora. A Globo, diferentemente dos tempos antigos tem dois imensos problemas, quase que insolúveis para prosseguir. Um é que o antigo e determinante avalizador EUA não vai escolhê-la em detrimento dos grupos de comunicação de lá que estão vindo com tudo. E essa questão ela não tem como reverter. O problema é que ela errou feio ao apostar e conseguir junto com a Lavajato e os EUA, ferir o PT, mas pensou que Bolsonaro fosse administrável. Agora lhe resta pouco a fazer. Bolsonaro vai liquidar Moro e é quase certo que estará no segundo turno novamente em 2022. A única chande da Globo é impedir que Bozo vença. Se o PT ou quem ele apoiar, perder mais uma eleição, será ruim mas sobreviverá. Agora, a plim plim acaba!

  14. Penso que os 70% deveriam focar em apenas dois pontos:
    (1) Bolsonaro está destruindo o Brasil. É preciso tirá-lo da Presidência e colocar toda a familícia numa cadeia-hospício. Há provas de crimes na eleição de 2018 que permitiriam ao TSE cassar a chapa e marcar novas eleições.
    (2) Mas existe um pré-requisito para isso. É preciso recuperar as regras do jogo político que foram usurpadas. E as regras que todos aceitam são as definidas na Constituição de 88. Recuperadas as regras fundamentais, iniciam-se as disputas políticas, inclusive as de Política Econômica.

  15. O BOM SENSO TEM QUE PREVALECER, PRECISAMOS SALVAR O BRASIL E SEU POVO DA DESTRUIÇÃO QUE O LOUCO PROMOVE.
    EMBORA TEMOS SIDO MUITO PREJUDICADOS PELA REDE GLOBO DE TELEVISÃO, PRINCIPALMENTE NOSSO MAIOR LÍDER LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA, QUE FOI VÍTIMA DE UMA ARMAÇÃO. TEMOS QUE RECONHECER QUE A REDE GLOBO AINDA É UMA POTÊNCIA EM COMUNICAÇÃO. O TEMPO PASSA MUITO RÁPIDO E NÃO TEMOS MUITO TEMPO A PERDER, A LUTA DO POVO É DE 520 ANOS E GOVERNAMOS REALMENTE POR APENAS 14 ANOS E FOMOS OS MELHORES.
    SE REALMENTE A GLOBO QUER NEGOCIAR A PAZ COM O PARTIDO DOS TRABALHADORES, TEMOS QUE DEIXAR OS MELINDRES DE LADO, PROPOR UMA REUNIÃO COM OS VERDADEIROS MANDANTES DA GLOBO, E NOSSOS MELHORES INTERLOCUTORES E NEGOCIADORES INCLUSIVE LULA. PROPOR UM PACTO DE HONRA COM UM DOCUMENTO ASSINADO. INCLUIR A RETRATAÇÃO A LULA PELA PERSEGUIÇÃO. E PARTIR PARA A LUTA. SÓ ASSIM SALVAREMOS O PAIS.
    ISSO É PRÁTICO E RACIONAL.
    É MINHA OPINIÃO, QUEM CONCORDAR COMPARTILHE E AJUDE,

  16. O grupo Globo tem que pedir perdão a Lula em letras garrafais e chamadas o dia todo para o JN aí sim, pensaremos em perdão

  17. Será que ela Rede Esgoto pressente que sua cria o ex Juizeco da Farsa a Jato Moro sera considerado Parcial e Suspeito no Processo contra o Lula? A mesma levanta a bandeira da paz jã antevendo as manchetes que terá que dar nos seus telejornais sobre toda a Anulação do Processo pelo STF?

  18. Sobre isso, recomendo a leitura do excelente texto da jornalista e professora universitária mineira Ângela Carrato, no Viomundo: “Ângela Carrato: Quem precisa pedir perdão é a Globo e seus funcionários que fomentaram o ódio e a criminalização do PT”. Segue o “link” (a ligação) para tal análise: https://www.viomundo.com.br/voce-escreve/angela-carrato-quem-precisa-pedir-perdao-e-a-globo-e-seus-funcionarios-que-fomentaram-o-odio-e-a-criminalizacao-do-pt.html

  19. Admitir e fazer com que todos admitam que o Lula é completamente inocente do que foi condenado. Sem isso, não haverá reconciliação nacional possível.

  20. É só perdoar o PT por tirar milhões da linha da pobreza, é só perdoar o PT por criar mais universidades que todos governos anteriores, é só perdoar o PT por ter sido republicano. Essa mídia golpista é uma mídia entreguista e traidora do povo brasileiro. Canalhas.

  21. Em 2013 os globo reconheceram o erro de apoiar o golpe de 64, mas, ao mesmo tempo, já estavam apoiando o golpe de 2016. Agora “perceberam” que, sem Lula, não podem derrotar bozo. O que será que estão tramando para o caso não atingirem a improvável meta de eleger, em 2022, um que seja deles, “de direita, de centro-direita ou de centro”? Mais golpismo?

  22. Por enquanto a atitude do pt, do Lula e da Hoffman tem sido exemplar. Vamos ver até quando eles vão aguentar o canto da sereia das maravilhas oferecidas pela direita e sua condescendência com o “populacho lá em baixo”. Bastaria sugerir à Globo que ela e os seus jornalistas passassem a falar a verdade.

  23. Se a Globo optar por continuar a apoiar Sérgio Moro cedo verá que esta foi uma opção suicida. A Globo precisa que o Brasil exista para que ela possa existir. E o projeto desta turma morista é a destruição do que se entende por Brasil, não apenas destruição de suas grandes empresas, mas também da identidade e da cultura nacional, da qual a Globo é, queiram ou não, um dos mais fortes pilares. Bolsonaro e Moro são dois projetos de fora para barrar qualquer viabilidade de desenvolvimento autônomo do Brasil, e minar sua identidade como nação. Têm o mesmo propósito, mas são distintos, um vem do Trump e do Bannon e outro vem do Deep State. Mas o projeto Bolsonaro é mais instável que o projeto Moro. Se Bolsonaro em sua imprevisibilidade der uma guinada para algum tipo de nacionalismo, os espectros de fora vão tentar entronar Moro. E aí não haverá mais lugar algum para a Globo, porque neste jogo não existe gratidão.

  24. A Globo, ou melhor, a famíglia Marinho (uma vez que as empresas do grupo são apenas avatares para atuação política dos membros dessa famíglia) não merece perdão.

  25. Extra, extra, os marinho querem conversar com o Lula. Depois de terem usado as organizações Globo para atiçar o fogo do ódio contra o Partido das Trabalhadoras e dos Trabalhadores. Depois de terem atuado como juiz e promotor de injustiça contra o presidente Lula. Dizem, agora, que o PT, como representante de 30% do eleitorado, merece perdão nacional. O tabuleiro político está sendo rearranjado. Queria saber de onde a Globo tirou que nós petistas precisamos de perdão. Ou que representamos apenas 30% do Brasil. Mesmo depois de toda a guerra midiática contra nós, somos o partido que mais cresce em número de filiados e filiadas. Elegemos o maior número de deputados e deputadas federais na última eleição. E chegamos a 10ª final consecutiva para a presidência. Perdemos para as fakenews e não para o Bolsonaro. Perdão? Quem está pedindo água é a Globo, acossada pelo monstro genocida que ela mesma elegeu quando não desmentiu as mamadeiras de piroca, os kitgays. Quando cancelou o debate com o prof. Haddad, sabendo que Bolsonaro fugiu por ser um covarde escondido atrás de uma fakeada. Quem precisa de perdão não é o PT. Mas a Globo e o empresariado que cresceu exponencialmente durante os governos sociais democratas de Lula e Dilma e jogaram toda a nossa prosperidade econômica e social no lixo da história. Eu ou você, ou qualquer pessoa talvez não perdoasse a (G)lobo. Eu não teria perdoado nem o adolescente metido a besta do Ciro. Ou voltaria a conversar com o cachorro morto FHC. Mas Lula sim. E é (também) por isso que ele foi, duas vezes seguidas, eleito presidente e não um de nós. Nem acho que seja uma questão para perdão, tratasse de uma empresa, uma pessoa jurídica e não um ser humano. A Globo que teme ser destruída pelo bolsonarismo precisa continuar existindo, como a Odebrecht também deveria ter sido poupada. As pessoas cometem crimes, não empresas ou partidos políticos. O ódio induzido contra o PT, destruiu as maiores empresas de construção civil do Brasil. As pessoas rancorosas nem se dão conta que a família Odebrecht continua tão ou mais rica que antes. Enquanto dezenas de milhares de empregos foram destruídos junto com a empresa. A Globo é a Odebrecht da vez. E sabe disso, por isso colocou seus articulistas a acenarem para o PT. Uma peça importante no tabuleiro político, a rainha do jogo oposto está pedindo para passar pro nosso lado, ou ao menos para parar de nos atacar, ou melhor, disse que irá nos atacar menos, é disso que se trata. Eu não teria estômago para negociar com o diabo, mas alguns políticos, muito acima da média tem. A Globo sabe que o Lula vai negociar. Esse é o papel histórico dele. Esse é o Lula. Mas ela também sabe, que não será agora. E nunca mais será como foi ou poderia ter sido. Como dizia Getúlio, o fim do jogo é só uma nova oportunidade de recolocar todas as peças de volta ao tabuleiro.

  26. É preciso reconhecer que o que querem do PT é um partido domesticado, controlado para que não faça algo que contrarie a casa grande e não venha com ideias esdrúxulas como imposto sobre grandes fortunas, controle da mídia, limitação de lucros de grandes conglomerados financeiros e, principalmente, não venha com essa história de querer estatizar empresas privatizadas com nosso dinheiro, e não seguir a Argentina que está fazendo exatamente isso. E acabar com Lula, obviamente, colocando em seu lugar um mais limpinho e cheiroso que nesse momento tem nome e profissão: professor Fernando Haddad. Bem PSDB, se me entendem, não à toa que se foi encontrar com FHC e companhia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *