É por isso que Ministro é o “laranja imexível”?

Não havia, ontem, razões visíveis para que Jair Bolsonaro mantivesse como “imexível” seu Ministro do Turismo. depois que este foi indiciado pela Polícia Federal e denunciado pelo Ministério Público por desvio de verbas eleitorais na eleições passadas.

Marcelo Álvaro Antonio não era, afinal, figura de proa na política e menos ainda no bolsonarismo militante. Por muito menos, aliás, Bolsonaro porta-se com desprezo em relação a figuras com muito mais poder e potencial eleitoral, como o já defenestrado Alexandre Frota e a ambiciosa Joice Hasselman.

A manchete da Folha de hoje mostra que há possibilidades de que as razões de sua permanência sejam, talvez, invisíveis a quem não conhece os intestinos das finanças da campanha bolsonariana que, aliás, já custaram o ministério da Gustavo Bebianno.

O depoimento de um assessor – negado após a chegada de uma “força tarefa” advocatícia e uma planilha apreendida pela PF seriam, segundo informa a Folha, os traços de ligação que conduziriam o laranjal do Ministro a uma “rachadinha” de recursos com a campanha do próprio presidente.

Rachadinha não é fruta propriamente estranha no pomar bolsonarista, não é?

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

12 respostas

  1. O que tem de podridão escondida nesse governo, e que um dia virá à tona, é algo incalculável.
    Esse período pós golpe no Brasil se tornará um capítulo à parte na história do Brasil.
    Todos que insistiram em apoiar esse absurdo ficarão marcados para sempre.

    1. são inimputáveis,como sabemos a “corrupção”só existe a partir e no governo Lula/Dilma, que precisam ser impedidos de concorrer para não continuar ” roubando”….o que eles tem certeza que lhes pertence .

      santa hipocrisia Batmam!!!!!!!!!!!!!

  2. Milícia digital e rôbos adoram uma rachadinha , não é atoa que o TSE presedido por Barroso ou Weber , decretação sigilo as investigações de ” fake news ” até 2022 . Tudo armado e se armando .

  3. Desde que eu reforce os meus irrisórios soldos direi: Irrisório, irrisório…. advonhem quem diria isso?

  4. Acabei de ler no El Pais uma matéria sobre a eleição em Portugal . São realidades diferentes com certeza mas o medo de fazer diferente não imobilizou a sociedade portuguesa como aqui. Muito pelo contrário.

    Lá optaram por tentar o fora da cartilha e aqui estão fazendo o de sempre, fora o período de 2003-2016, que é privatizar o lucro e socializar o prejuízo .

    E sempre na cara de todo mundo, principalmente deste judiciário tabajara ( desculpem os índios) .

  5. Esperando algum mínion vir aqui e combater (de forma inteligente), as provas contra o Bozo e seus bandidos de estimação.
    Pequeno resumo para ajudar:
    1- Bozo tem fotos, é vizinho, já empregou, milicianos presos e envolvidos com o caso Mariele (além de outros crimes);
    2- Bozo mentia descaradamente no horário político e quem foi condenado pela Justiça (?) Eleitoral foi o Haddad….;
    3- Bozo e sua família aumentaram seu patrimônio várias vezes ao longo dos últimos 20 anos (com várias provas nesse sentido), mas quem é preso, é o Lula, por um apartamento que não está em seu nome….
    4-Bozo foi expulso do Exército e foi para a reserva remunerada aos 34 anos. Agora fala em patriotismo e está prestes a fazer com que o povo (não militar) se aposente a partir dos 65.
    E ainda tem gente que fala bem desse Excrementíssimo sr.
    Ou seja, é bem capaz de que algum mínion energúmeno, ainda tente dizer que a notícia do laranjar é mentira.

  6. Moro sai em defesa de Bolsonaro e acusa Folha de mentir sobre envolvimento do chefe no laranjal do PSL

    06/10/2019

    (…)

    Fonte: https://www.diariodocentrodomundo.com.br/essencial/moro-sai-em-defesa-de-bolsonaro-e-acusa-folha-de-mentir-sobre-envolvimento-do-chefe-no-laranjal-do-psl/

    Moro (…) e acusa Folha de mentir (…)
    EM TEMPO: o ‘SUJO mor(T)o’ levantou a bola para o The Intercept corta-lhe a cabeça!
    A hora para soltar alguns dos 1999 áudios que ainda restam no acervo!
    Ou seja, “Mané é Mané”, sobretudo aquele que imagina ser o que nunca foi – e nunca será!

  7. Este sujeito é imexível por outro motivo: ele estava presente, e acompanhou o bozo durante todo o episódio da fake-facada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.