FGV mostra inflação passando de 11% em 12 meses

Puxada, como era de se esperar, pelo aumento dos combustíveis, mas também pelo grupo de produtos alimentícios, o Indice de Preços ao Consumidor da Fundação Getúlio Vargas marcou uma alta de 1,62% no custo de vida e fez o acumulado em 12 meses saltar para 11,2%.

Daqui o IBGE vai divulgar a inflação oficial de abril e ninguém espera uma taxa longe de 1,5%, também provocando a elevação do acumulado de 12 meses para acima dos 11%.

Mesmo com a antecipação da redução da bandeira tarifária emergencial da energia elétrica, antecipada para a semana que vem, é duvidoso que isso deixe a inflação de abrir abaixo de 1% e, assim, fazer-se decrescer o acumulado anual.

Assim que sair o índice do IBGE, comenta-se com mais profundidade.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *