Gilmar bate duro na mídia, no fascismo e na Lava Jato em seu voto

glimidia

O melhor do voto de Gilmar Mendes, que votou pela concessão parcial do habeas corpus a Lula, para que ele possa responder em liberdade durante a tramitação de seu recurso no Superior Tribunal de Justiça.

1- Evidenciar o óbvio: que o habeas corpus seja uma peça subjetiva (no sentido de ter um ou mais sujeitos identificados) o fato de que é uma tese que estava sendo julgada e, por isso, Rosa Weber poder prolatar um voto coerente com a sua posição já manifestada de não aceitar a execução antecipada da pena e não se escudar em seguir a “colegialidade”.

2- Denunciar as pressões da mídia e dos grupos fascistas sobre o STF. Essas foram as verdadeiras fontes de pressão que Cármen Lúcia aceitou.

3 – Protestar contra o quadro de abusos de “policiais, procuradores e juízes” da Lava Jato.

Sobrou para Luís Roberto Barroso, ao dizer que não era advogado dos ricos, e para Luís Fux, com o auxílio-moralista.

Foi duro e irrespondível, tanto que Barroso se torcia na cadeira à espera de um aparte em que pudesse encostá-lo na parede. Em vão, pois cobriu muito bem o ponto onde seria vulnerável: a mudança de seu voto anterior.

A Globonews se retorce quase tanto quanto Barroso, por Gilmar ter invertido a ordem dos votos, que chegariam a Rose Weber com um placar de 3 a 0 contra Lula.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

16 respostas

    1. Pode-se falar tudo de Gilmar, mas uma virtude ele tem de sobra: coragem! Esse a Globo não põe no cabresto de jeito nenhum.

  1. Porque Gilmar sempre se sai bem, mesmo protegendo seus pares? Porque ele segue a constituição, e se omite quando não pode.
    A única vez que vi ele rasgar a constituição foi quando segurou a liminar que impedia Lula de assumir como ministro.
    O resto, mesmo sendo imoral, ele seguiu o que manda.

  2. Não haverá nada a comemorar. Fux vai sabotar a candidatura Lula no STE. Teremos que extinguir supremo e supreminhos de merda em Assembleia Constituinte, eleita pelo povo.

    1. É grande a possibilidade de reverter a condenação sem provas no STJ. A condenação passou no TRF-4 porque o relator tem um profundo afeto pelo Sérgio Savonarola Moro.

    2. Melhor ficar com a atual CF. Imagine o atraso da nova com esse sentimento reacionário que permeia nossa sociedade. Vamos defender essa, ainda que em frangalhos. A CF de 88 ocorreu em um momento único, que não se repetirá.

  3. Se Eduardo cunha, esse gângster que todos conhecemos, sabia de cor e salteado e na ordem direta e inversa todos os meandros do regimento da Câmara, Gilmar Mendes domina como nenhum outro o regimento, as manhas e artimanhas do STF. GM passou 15 meses sentado sobre uma ADIN protocolada pela OAB, a qual já estava decidida e impedia, já para as eleições de 2014, o financiamento das campanhas (seja para partidos ou candidatos) por parte de empresas. Gilmar mendes sempre fez dos gatos e sapatos dos demais ministros do STF porque, além dos conhecimentos jurídicos e regimentais, SEMPRE atuou de forma político-partidária e JAMAIS teve medo ou aceitou pressões, chantagens e ameaças vindas do sistema midiático, judiciário ou político.

    Há algumas semanas venho mostrando que seria Gilmar Mendes e não Rosa Weber quem daria o voto decisivo no julgamento desse HC preventivo em favor do Ex-Presidente Lula. GM não faz isso em benefício de Lula, muito pelo contrário. O líder tucano no STF se capitaliza para defender os tucanos que correm o risco de serem condenados em 1ª e 2ª instância, como é o caso de Eduardo Azeredo e Aécio Neves, se este não conseguir se eleger deputado federal na eleição deste ano, se houver. É preciso lembrar que GM tem uma atuação humanista respeitável; quado presidiu o STF, ele visitou presídios e denunciou a calamidade das prisões brasileiras: masmorras medievais, insalubres, fétidas, onde milhares de pobres, 40%deles sequer julgados, são amontoados como coisas, sujeitos a doenças como tuberculose, torturas, drogas, estupros e coisas semelhantes. Na gestão de GM como presidente do STF mais de 20 mil prisioneiros, cujas penas haviam prescrito ou tinham sido cumpridas ou que sequer tinham sido julgados ou ainda cujos delitos não justificavam a o encarceramento foram libertados.

    Ao contrário dos outros ministros do STF, que se mostram covardes e susceptíveis a chantagens, coações e ameças feitas pelos véigulos da mídia golpista e pelos setores nazifascistas que hoje perderam o pudor, GM demonstra coragem e enfrenta esses monstros. Gilmar Mendes fez hoje o que os colegas de côrte não tiveram e não têm a coragem de fazer. Como exímio conhecedor do regimento do STF, ele pediu para antecipar o voto. Embora a justificativa oficial seja a de que ele retornará a Portugal – onde participa de evento do IDP, do qual ele é sócio, Gilmar Mendes deu esse xeque na ala fascista do STf, emparedando o pusilânime Edson Fachin, relator do HC e que deu voto contrário ao que é estabelecido no texto constitucional, negando o remédio contra a prisão iminente do Ex-Presidente Lula, há três anos vítima de perseguição e caçada judicial.

    Mesmo que Luis Barroso e Alexandre de Moraes votem contra o disposto no inciso LVII, Art. 5º da CF/1988, os votos dessa malta já estão enfraquecidos e neutralizados pelo furor com GM detonou o oligopólio midiático e os grupos nazifascistas. Depois desses votos, mesmo que Rosa Weber titubeie, é certo que Dias Toffoli, Celso de Mello, Marco Aurélio Mello e Ricardo Lewandowski votem de acordo com a CF. Aí estarão as hipóteses que previ e analisei:
    1ª) RW vota contra o HC e abrocha fica nas mão da Maga Patológika, Cármen Lúcia;
    2ª) RW vota em favor do HC e consolida o 7×4 em favor do HC e da CF/1988.

    De qualquer modo Cármen Lúcia sairá ainda mais minúscula e desprezível desse julgamento que será a mais expressiva derrota do golpe, até agora.

    1. Adendo ao comentário.

      Antes que alguém venha contestar minha análise prognóstica esclareço que:

      1º) – Assim que deixou a sessão do STF, antes de embarcar de volta para Portugal, Gilmar Mendes forneceu à mídia amiga um ‘spoiler’ de como seria o voto de Rosa Weber;
      2º) – Do exposto no item anterior fica claro que, muito mais do que manter o voto favorável ao HC, GM e RW já haviam feito ‘tabelinha’, combinado como votariam;
      3º) – Com essa estratégia, Gilmar Mendes se capitalizou para defender os aliados e amigos de partido (PSDB), pôde bater no PT e nos petistas e mesmo assim manter calados os que sempre o criticamos por atuar político-partidariamente e de forma descarada;
      4º) – Embora aos olhos dos leitores, ouvintes e telespectadores do PIG/PPV Cármen Lúcia consiga enganar e manipular, passando uma imagem de “forte”,”resistente”, “que não cede a pressões” ou aos ‘esquerdistas desavisados’ e susceptíveis à pauta pigal tenha parecido uma “raposa”, uma “estrategista” que deu o drible da vaca nos decanos do STF, essas visões e interpretações são completamente falsas. Quem conhece o espírito de corpo do STF, assim como o envolvimento dessa côrte na trama golpista, desde o acolhimento do golpeachent e preservação de Eduardo Cunha, sabe que há de tudo ali, menos ingênuos ou ‘freiras franciscanas verdadeiras’. Cármen Lúcia é fraca, pusilânime e refém da Globo
      5º) – Dos que votaram em desacordo com a CF/1988 pelo menos 4 são covardes, canalhas e borra-botas: Rosa Weber, Luis Roberto Barroso, Luiz Edson Fachin, Luiz Fux e Cármen Lúcia. Dessa turma de golpistas, apenas o Kojak e ex-advogado de empresas controladas pelo PCC, Alexandre de Moraes, foi coerente com o despreparo e truculência fascista dele esperados.

      Enfim: não foi de Rosa Weber o voto decisivo e não foi ela ou Cármen Lúcia quem bolou a estratégia de inabilitar polìticamente e encaminhar ao cárcere o Ex-Presidente Lula. Assim como não podemos subestimar os inimigos, também não podemos sobrestimar a capacidade deles, sobretudo quando se mostram claramente limitados. Embora a muitos não pareça, foi GM quem maquinou a estratégia; basta ver que nem Cármen Lúcia nem Rosa Weber JAMAIS ousaram enfrentar Gilmar Mendes no plenário. Se GM não fosse o autor ou partícipe da trama e quisesse melar a estratégia, bastaria dar declarações a veículos de mídia, que ele sempre soube manipular muito bem; no caso em tela, GM poderia entregar o jogo à chamada ‘blogosfera progressista’, por alguns ironicamente chamada de ‘globosfera’. Mas maquiavélico que é, GM preferiu deixar o palco para as colegas. Resta saber o que foi combinado acerca do encarceramento do Ex-Presidente Lula, pois isso Gilmar Mendes não apóia; a turma dos coturnos, embora tenha boquirrotos na reserva, também deve se contentar com a inabilitação política do Ex-Presidente Operário.

  4. Srá que o socialismo português abriu os olhos venddados e os ouvidos moucos a gilmar mendes?

  5. Uma espessa espuma de ódio cobre com seus vídeos o You Tube, derramando-se contra o Comandante da FAB. Apopléticos, os fascistas gargalham de ira e ficam fanhosos imitando a fala do Brigadeiro. Eles dizem que o militar quer defender “essa constituição bolivariana” do Brasil, e atacam-no com toda espécie de palavrão que os idiotas cegos de ódio costumam vomitar contra os mais inteligentes e mais sábios.

  6. Com Supremo e Tudo!!!! O doctor Jucá falou e disse, o doctor Moro e os mirins cumpriram as ordens Imperiais… E claro, os os três filhinhos, Huguinho, Zezinho e Luizinho além da “herância” puxaram pela intolerância e arrogância do pai e promoveram a destruição da nossa cultura e riquezas nacionais. Parabéns, a vocês, “nobres devoradores” da Republiqueta Bananeira Carcamana… kkkkkkk

  7. nossa, o trem tá mesmo feio… já estamos até elogiando o gilmar mendes…. pára o mundo q eu quero descer

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *