Haddad segue fora do bate-boca e apresenta Brasil de Lula

O programa da coligação do PT, esta tarde, manteve o tom propositivo, em forte contraste com a agressividades assumida por Geraldo Alckmin.

Entra, com a proposta de isenção de Imposto de Renda para quem ganha até 5 salários-mínimos, na classe média, que anda arruinada.

Não é preciso dizer qual das duas linhas de campanha está funcionando e que Haddad tem as realizações dos governos de Lula a avalizarem suas propostas.

Quanto a bater em Bolsonaro, ninguém tem sido mais capaz disso até agora que seu vice.

O PT soltou uma nota dizendo que “inacreditável que alguém se candidate a governar o país propondo massacrar ainda mais os trabalhadores.”

Vai esperar os efeitos de hoje e amanhã para adotar uma linha de confronto mais ou menos intensa.

Quem tem pressa é Geraldo, que está no desespero.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

17 respostas

  1. Haddad: vote 13 para os fascistas não tiraremSeus direito trabalhista ,como 13º salário por exemplo.

  2. Só faltou ler o último bilhete do Lula, acredito que o companheiro Osmar Prado pode passar a emoção necessária lendo esses bilhetes

  3. Prezado blogueiro você se lembra que você havia dito que estaria se formando uma Samarco Inflacionária? Então parece que está se rompendo.

    Inflação do aluguel’ acelera a 1,52% em setembro; em 12 meses, vai a 10%

    https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2018/09/27/igp-m-setembro-inflacao-precos-aluguel.amp.htm

    E o presidente do BC já avisou que poderá subirá taxa de juros.

    GOLDFAJN DIZ QUE CRESCEM RISCOS PARA INFLAÇÃO NO BRASIL

    https://www.brasil247.com/pt/247/economia/370253/Goldfajn-diz-que-crescem-riscos-para-infla%C3%A7%C3%A3o-no-Brasil.htm

  4. Se o Haddad e o PT querem ajudar mais rapidamente os realmente mais pobres que voltaram às ruas pedindo ajuda minha sugestão é a seguinte:
    Assim que assumir uma das primeiras ações seria dar um sinal claro da mudança de prioridade econômica e contra toda a lógica tecnocrática e dos economistas relance a nota de 1 REAL e lance uma a moeda de 75 centavos…
    Seria o novo dinheiro da Solidariedade e da Justiça como tema deles !!!
    Da Solidariedade para facilitar aos brasileiros que ainda podem de ajudar aos brasileiros mais carentes que voltaram às ruas até que as medidas do novo governo surtam efeito.
    Pergunte a eles, nas ruas, como é difícil para muitos dar uma nota de 2 reais…
    E como seria bom para eles uma moeda de 75 centavos…
    E as novas, nota e moeda, seriam também da Justiça porque estes são os valores da Justiça brasileira que condenou Lula valem…
    Isso, podem crer, teria impacto imediato, para os que estão hoje na pior situação…
    Fica a sugestão para a campanha do Haddad…

    1. É uma boa ideia, porque seja lá quem assumir não conseguirá atender a todos os marginalizados das cidades brasileiras.

    2. Sua sugesta é surpreendente. Seria uma coisa impactante no início do novo governo, e dará bons frutos. Mas isso me fez pensar que falta também a moeda de dois reais, para facilitar e valorizar o pagamento daquilo que já não pode ser pago com um real. Acho, entretanto, que não cabe na corrida eleitoral, onde os adversários andam catando o menor motivo que tenha algum potencial de transformar-se em algo anedótico.

      1. Já tenho até o slogan para o relançamento da nota de 1 REAL…

        A nova nota de um Real Solidariedade é UMA SOLIDARIEDADE REAL…

  5. Pessoalmente, gostaria muito mais que um governo estabelecesse uma regra para a correção automatica anual do imposto de renda, mas já é algua coisa.

  6. A tal da ‘grande imprensa’ fez um bom trabalho em convencer certas parcelas da população que foi o PT q inventou a corrupção e essa gente não quer saber de ver o PT outra vez no poder, ainda mais depois de tão pouco tempo q a Dilma saiu. A resistência a ser vencida é muito grande e se não for bem contornada pode servir de ambiente iideal para q repitam a dose com o Haddad. Por isso seria bom ele já ir falando em conclamar os diferentes setores da sociedade para poder governar. Um arranjo, uma consertación, sei lá eu.Ele vai precisar formar um bloco parlamentar com outros partidos e vai ter q fazer concessões. Coisa q foi a ruína do ultimo governo do partido. Bem como tb dizer q apoia o combate à corrupção. Enfim, ter um contra-veneno para todas as objeções. Justamente para evitar uma surpresa de ultima hora. Como ocorreu em Porto Alegre, onde para evitar q o PT fosse para o 2° turno concentraram os votos no candidato creio q do PSDB q acabou vencendo no 1° turno

    1. Negociar e dialogar são da essência da Democracia. O problema é a conciliação que o PT promoveu, mantendo a mesma estrutura de desigualdade social. E há informações de que Haddad seguiria pelos mesmo método. Será que as semelhanças com o segundo governo Dilma serão maiores do que se pode imaginar ?

    2. Quanto ao combate à corrupção, ele não tem de apoiá-lo. Ele tem é de começar do zero. Ele tem é que refazer um novo núcleo de combate à corrupção completamente distinto da famigerada Lava-jato. Um núcleo mais forte, mais transparente, mais inteligente, mais poderoso. Para pensar e articular esse núcleo, ele deve chamar de imediato o procurador Eugênio Aragão e outros mestres de igual quilate. Talvez também o Paulo Lacerda. O Brasil irá sentir a terra tremer e as verdadeiras toupeiras corruptas saírem do submundo.

  7. Quer dizer que criticar incisivamente as idéias retrógradas do general Mourão é fazer bate-boca ?
    Em algum lugar eu li que “a política sem polêmica é arma das elites”.

  8. Tenho me irritado com a falta de contundência de Haddad no que se refere às reformas trabalhista e da previdência. Sobre as comunicações, infelizmente a Globo se manterá reinando absoluta. Vou votar no Haddad contra o golpe e a acintosa perseguição ao ex presidente Lula, mas que o Ciro é mais contundente no que se refere ao Pre-sal, Petrobrás, Embraer e Legislação trabalhista não há como negar. Confesso que por já me ter decidido não tenho acompanhado muito os discursos e discussões, mas gostaria de saber qual a proposta do Haddad em relação à Petrobrás e a doação do pre-sal já realizada e a venda da Embraer.
    Sobre a propaganda mais propositiva, é normal. Se o Alckmin estivesse em confortável segundo lugar agiria da mesma forma. O problema dele é que tanto eleitores de Bolsonaro quanto de Haddad já tomaram sua decisão. Entretanto, seu discurso causa mais prejuízo ao PT do que ao Bolsonaro para o segundo turno. Saindo da nossa bolha à esquerda o que observamos é um ódio quase boçalnato contra o PT, mesmo por parte dos que não compartilham com a opinião do Boçal.

  9. Haddad nosso Presidente!! Equilibrado e preparado. Tem visão de que um país para crescer precisa de educação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.