Pequena no varejo, estúpida na produção. A inflação se prepara

No meio deste monte de acontecimentos políticos, a  gente acaba negligenciando a economia, que parece – e só parece – ter dado uma trégua.

Mas um gentil leitor, nos comentários, lembra que falei, duas semanas atrás, que estava “se preparando uma “Samarco inflacionária” que o próximo governo terá de desmontar, se não se romper até lá”.

E é o que mostra hoje o dado do IGP-M da Fundação Getúlio Vargas, o mais importante indexador de inflação após o IPCA,

Subiu 1,52% em setembro, mais que o dobro dos 0,70% no mês anterior. O índice acumula alta de 8,29% no ano e de 10,04% em 12 meses. Em setembro de 2017, o índice havia subido 0,47% e acumulava queda de 1,45% em 12 meses.

É mais que o dobro da inflação oficial acumulada, mais ainda por que são dois índices que devem, em tese, convergir.

O IGP-M é fortemente influenciado pelo Índice de Preços ao Produtor (IPA), que mensura matérias-primas e outros insumos e foi violentamente empurrado para cima pelos combustíveis, que subiram mais de 8%.

Por mais que os preços estejam contidos pela falta de poder aquisitivo da população, há um limite para a acomodação entre uma estabilidade no varejo e uma perda de valor na produção.

Há uma armadilha montada para o povo brasileiro – que perde em qualquer situação – e para um governo legítimo que saia das urnas atropelado por uma avalanche de aumentos de preço.

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

4 respostas

  1. IGPM-FGV de Set/2018 e do ano de 2018,…um ótimo tema para HADDAD colocar no Programa de TV e ou em debates eleitorais ? Podemos comparar com IGP-M em tempos da DILMA ?

  2. O problema do IGP – M foi o sr. FHC atrelar componentes ligados ao dólar. Uma dolarização branca da economia.
    Ótima analise Brito.

  3. Não se preocupem. Se estourar a inflação ainda este ano, vão colocar a culpa na Dilma, no Lula e no PT. Depois que o Haddad arrumar a casa, vão dizer que o Temer deixou tudo pronto para ele. Já vimos esta história, não?

  4. Não existe coisa mais idiota que o Alckmin falar que o PT é culpado não apenas de tudo o que é ruim no mundo, mas também do resultado econômico que é responsabilidade total do partido dele com seu ajudante de ordens, o PMDB. Este é o resultado parcial dos governos golpistas do PSDB/PMDB e da ação golpista de seus cúmplices:

    – 10 pontos a mais na dívida interna

    – Destruição de toda a indústria naval

    – Destruição de todas as grandes construtoras

    – Destruição parcial da Petrobras

    – Mais 7 milhões de desempregados

    – Mais 6,5 milhões de sub-ocupados

    – Mais 5 milhões de pessoas que desistiram de procurar
    trabalho

    – Déficit público de 450 bilhões de reais em três anos

    Isso sem falar na desmoralização geral das instituições perante a população e os outros países.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.