Inquérito Marielle/Anderson, salvo depoimentos-chave, não pode mais ser sigiloso

Há uma crise de credibilidade no inquérito que apura o assassinato de Marielle Franco e de Anderson Gomes.

A sociedade já não confia mais em policias, estadual e federal, nem em promotores, nem em Governador (acusado de vazamento pelo presidente da República), nem no próprio presidente, apontado como avalista da entrada de um cúmplice em no condomínio onde viviam, a três casas de distância, ele e o acusado de ser o assassino.

Há tantas contradições que, salvo aquilo que o MP e a Polícia apontem, fundamentadamente, ao juiz do 4° Tribunal do Júri, Gustavo Kalil, aquilo que consideram essencial permanecer sob sigilo e o restante seja colocado a público, sem vazamentos ou desinformação.

Depois das revelações de Lauro Jardim de que o porteiro usado por Bolsonaro, no vídeo de “Carluxo” não é o que aparece no álibi presidencial e de que as duas afirmações do porteiro que fez as desaparecidas ligações para a “Casa 58” estão gravadas em vídeo, apareceu mais.

A Folha publica que é falso que a planilha de entrada no condomínio tenha sido apreendida só em em 5 de outubro último, como foi afirmado pelo Ministério Público do Rio. O jornal assegura que estão de posse da polícia ao menos desde novembro de 2018 e que foram analisados até fevereiro deste ano, e logo a seguir o Ministério Público teve acesso ao relatório.

Há, portanto, gente mentindo à população.

Não é possível, com fiapos de informações – e informações, está claro, deturpadas – possa ser exercido controle da sociedade sobre o que fazem no processo pessoas que exercem funções públicas.

Sigilo judicial existe para ajudar as investigações, não para que elas possam ser manipuladas por que opera processos judiciais.

Resguardar informações contidas em depoimentos justifica-se, mas não esconder atos processuais.

A própria ida do MP ao Supremo, para saber se podia continuar as investigações com o surgimento do nome de Bolsonaro é uma usurpação clara do papel do juiz.

Há dúvidas, tonelada de dúvidas que Marcelo Auler, veterano em casos policiais, resume em seu blog, no post Enigmas do Vivendas da Barra: álibis se desmontam?.

Mas há uma certeza: é preciso abrir a caixa-preta de um inquérito que se arrasta há 601 dias e que não pode mais se sustentar na base do “tudo é secreto”.

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

11 respostas

  1. Dilma será ingênua como Lula em confiar nas “instituições” aparelhadas pelos fascistas ou vai tratar de buscar asilo político em outro país?

    1. Dilma e Lula enfrentaram uma DITADURA “centas” vezes mais perigosa do que a que estamos vivendo.
      Vão ter medo desses principiantes VAGABUNDOS ?
      Quem abandona o barco não passa de um RATO !

      1. Isso é bravata. Só luta quem está vivo e livre. Vc acha que De Gaulle caiu fora da França por que estava com medo?

        1. Situações completamente diferentes . Se ele não saísse da França seria morto. Não vamos comparar nossa Republiqueta com um conflito Mundial.
          “Só luta quem está vivo e livre” ? Então tudo que Mandela fez foi em vão( só pra citar um caso) ?

        2. Situações completamente diferentes . Se ele não saísse da França seria morto. Não vamos comparar nossa Republiqueta com um conflito Mundial.
          “Só luta quem está vivo e livre” ? Então tudo que Mandela fez foi em vão( só pra citar um caso) ?

          1. E Raafael Correa e Snowden, são dois covardões? Morto ou preso, De Gaulle poderia continuar mantendo a defesa dos interesses da França?

          2. Cada qual tem seu jeito próprio de enfrentamento ante as injustiças.
            Lula, Dilma e muitos outros, têm o jeito que EU aprecio.
            Reafirmo que são situações diferentes.
            E c’est fini !

  2. Dilma será ingênua como Lula em confiar nas “instituições” aparelhadas pelos fascistas ou vai tratar de buscar asilo político em outro país?

  3. Matam a Marielle e o Anderson todo dia. Este é o novo Brasil.
    Golpistas, vocês destruíram o país, parabéns!

  4. Ora, uma cpi para acompanhar a investigação, por que a oposição preguiçosa não tomou essa providência ainda?

  5. NA REALIDADE ESTAO TENTANDO TAMPAR O SOL COM A PENEIRA JA ESTA MAIS QUE CLARO QUE A FAMILIA BOLSONARO TA ENVOLVIDOS ATE O PESCOÇO NA MORTE DE MARIELLE FRANCO E VERGONHOSO PARA O BRASIL TER UMA FAMILIA INTEIRA DO PRESIDENTE DE UM PAIS INVOLVIME TÔ DE UM ASSASSINATO DE UMA VEREADORA ESSE E O BRASIL ONDE O PRESIDENTE FAZ PARTE DE UMA MELICIA E MANDANTES DE UM ASSASSINATO DE UMA VEREADORA DO SEU PRÓPRIO ESTADO RJ MARIELLE FRANCO FOI MORTA EM FAVORECIMENTO DE FLÁVIO BOLSONARO ELEITO AO SENADO VERGONHA NACIONAL BRASIL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *