Medalha dada por “Filho 01” a PM foi entregue dentro da cadeia

Não se tratou apenas de Flávio Bolsonaro aprovar a concessão, em agosto de 2005,  da Medalha Tiradentes da Assembléia Legislativa do Rio ao hoje foragido Major PM  (na época, tenente) Adriano Magalhães da Nóbrega, quando este estava preso.

Fernando Molica, na Veja, mostra hoje que a Medalha foi entregue dentro da cadeia ao agora suspeito de comandar a milícia Escritório do Crime, sob a qual pesam indícios de que tenha sido a executora da vereadora Marielle Franco e do seu motorista Anderson Gomes, há quase um ano:

No dia 9 de setembro de 2005, o então tenente da Polícia Militar Adriano Magalhães da Nóbrega, hoje foragido, foi protagonista de uma cena inédita. Preso, acusado de homicídio, ele recebeu na cadeia a maior condecoração do Poder Legislativo fluminense, a Medalha Tiradentes. A homenagem foi uma iniciativa do deputado estadual Flavio Bolsonaro – procurado, o senador eleito pelo PSL não negou ter feito a entrega da medalha em solenidade realizada no Batalhão Especial Prisional da PM.

O registro foi obtido por Molica no site da Assembleia e derruba qualquer ” eu não sabia” que o agora senador  eleito possa invocar para tentar explicar que desconhecia o lado criminoso do policial.

Já se ouviu sobre levarem de tudo nos presídios do Rio de Janeiro.

Medalha, é a primeira vez.

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

31 respostas

  1. Imaginem essa notícia no NYT, aquele jornalzinho de bosta ao qual nosso “grande presidente”……disse que não era da sua conta saber sobre o “meu garoto”………..kkkkkkkkkk. Meus Deus, será que nenhum pouco de vergonha e arrependimento pode brotar das mentes não tão fanáticas do bolsopata?

    1. Ô se tem! Quem não se lembra do general falando em “autogolpe” ainda durante a campanha do 1° turno? Bobo foi quem acreditou que ele não poria esse plano (feito a muitas mãos, inclusive estrangeiras) em prática – incluindo o próprio Bolsonaro.

  2. E ainda há pessoas que insistem em comparar o que se faz agora coom os integrantes do clã Bozo com o que foi feito com o PT, com os líderes petistas, sobretudo com o Presidente Lula e com os familiares deste. Em menos de um mês as ORCRIMs midiáticas e judiciárias publicaram um imenso conjunto de provas que NUNCA conseguiram obter contra o Presidente Lula, mesmo ele sendo vítima de uma perseguição e caçada de mais de 40 anos. A pergunta que não quer calar: por que essas ORCRIMs só agora revelaram as provas desses crimes diversos cometidos pelos Bozos e seus comparsas?

  3. Como diria o capitão Nascimento: PEDE PRÁ SAIR! Não tem como segurar mais. Acabou antes de começar.

  4. Incrível. Como o Brasil chega a esse ponto? Milicianos dentro do palácio Alvorada. Principais responsáveis, imprensa e Moro.

  5. Os sites dos bolsonarianos estão com os nervos à flor da pele e aumentam cada vez mais o nível de ódio sempre que as investigações vão se aprofundando contra a família de seu “mito”. Agora mesmo, lançaram um vídeo que “prova” que o Jean Wyllys não está abandonado o país por insegurança, mas sim, estaria fugindo porque foi ele que contratou o Adélio para dar a facada no Bolso, e a Polícia Federal já chegou a esta conclusão. A mulher que construiu esta jóia de “wishfull thinking”, que mal consegue falar de tanto ódio no coração, já tem mais de 500.000 visualizações, embora seu vídeo tenha sido posto no You Tube há apenas 9 horas. Pelo visto, é gigantesco o desespero de quem vê naufragar todo o seu orgulhoso mundinho fascista. Até segurando numa pena de gaivota tentam se manter na superfície.

    1. P.S. – Quem quiser vomitar e tiver dificuldade para isso, assista ao grande herói bolsonariano, o Tom Jobim da NAIMC, Nova Arte Isenta de Marxismo Cultural, que atende pelo nome de “Lobão”, espinafrando o Jean Wyllys na – Com licença da má palavra – Jovem Pan.

    2. que gente mais medonha
      como essa gente chegou no poder? c om ajuda dessa raça de ddescerebrados?
      que tipo de gente acredita neles?

      1. Esta pergunta deve ser dirigida ao embaixador dos EUA no Brasil, Rita; um tal P. Michael McKinley. Ao contrário de Lyndon Johnson, que comandou o golpe de 1964, este faz a linha discreta, não mostra a cara, não frequenta as colunas sociais.

    3. Ganharam as eleições na base do fakenews, agora querem inocentar o corrupto da mesma forma !
      Já era BOSTONAROS e BOSTOMINIONS vocês são as lamas que escorrem não apenas em MG, mas no país inteiro

    4. 500.000 visualizações em 9 horas? Então eles estão mantendo o exército de robôs, desde a campanha?

  6. Confirma o que todo o ser humano sensato estava pensando, escritório do crime!! impedimento já!! precisamos denunciar as côrtes internacionais para que pressionem o sistema judicial brasileiro “adormecido”!!

  7. Paaaaiiiii, olha só, essa petralhas tao enchendo meu saco de novo…
    Falo com o cabeleira ou vc resolve??

  8. PITACO DO BORÔ: E O BOZZO VIROU COLLOR E O GAROTO JUCA VIROU AÉCIO. VOU TOMAR UM LITRÃO DE VODCA PRÁ COMEMORAR.

  9. Alguém com tempo livre podia pegar a foto da família corleone e colocar as caras dos Bolsonaros. Tem até uma que o Michael tá vestido de milico…rs… Afinal de contas, agora tá mais que provado que o Mito não passa de um chefe da máfia das milícias!

  10. Ao nosso preso político, presidente Lula, acusado sem quaisquer provas, a homenagem do nosso carinho e do nosso respeito! Lula livre!!!

  11. Amigos, temo que não tenhamos a quem
    recorrer, Chapolin Colorado já morreu e a justiça brasileira agoniza. Colocaram no governo uma quadrilha que tem pai, mães e filhos e de contrapeso, um judiciário falido, usurpador e golpista. Quando se vê magistrados usando as redes sociais para intimidar pessoas, penso que estamos perdidos. Eles precisam ser colocados em seus devidos lugares e isto só o povo organizado pode fazer. É que seja rápido antes que seja tarde, pois a águia rapineira boa sorrateira nossos céus enquanto parte do povo continua sedado pela ignorância. É triste ver classes privilegiadas, como da magistratura, militares, entre outras, de costas para sua gente e sua Pátria, se assim consideram o País. E o que falar daqueles que não tinham bandido preferido? Chega a ser irônico, não têm apenas um bandido, mas a quadrilha com todos os seus aparatos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.