Na TVT, uma análise do fiasco do “megaleilão”. Assista

Fiz, agora há pouco, no programa Bom para Todos, da TVT, uma análise das origens dos blocos de petróleo colocados à venda hoje e das razões do fiasco “megaleilão” que acabou, afinal, significando algum benefício para o Brasil, embora haja outras implicações ruins a longo prazo.

Como disse, aliás, Felipe Coutinho, presidente da Associação dos Engenheiros da Petrobras, “o resultado foi o menos pior”.

Nem tanto pelo total arrecadado – R$ 70 bilhões, 67% dos R$ 106,5 bilhões que o governo esperava – mas pelo que ele representa no que o país vai deixar de arrecadar, ao longo dos 30 anos de horizonte exploratório, com a percentagem baixa paga à União sobre o chamado “óleo excedente”, a parcela do petróleo que é partilhada após descontar-se o custo de extração e a remuneração do operador.

Aliás, o presidente da Aepet é preciso ao explicar que os critérios do leilão “prejudicam o interesse nacional porque não retêm a renda petrolífera e priorizou o pagamento do bônus de assinatura, que é a antecipação descontada da renda petrolífera futura.

PS. Perdoem, ao final de uma fala de improviso lotada de número um engano primário: a perda que estimei na parcela 20% menor na participação estatal, sobre os 5 bilhões de barris que excedem os outros 5 bi do acordo original é de 50 bilhões de dólares, e não 500, como acabei falando. É muito bilhão para quem anda sem tostão…

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

8 respostas

  1. Com a mega traição marcada para hoje, falei ontem com um médico e dois comerciantes que não mais torço para eles e suas famílias terem uma boa vida. QSFerrem!
    Podia ser no amor, mas será na dor, o aprendizado.

  2. Com a mega traição marcada para hoje, falei ontem com um médico e dois comerciantes que não mais torço para eles e suas famílias terem uma boa vida. QSFerrem!
    Podia ser no amor, mas será na dor, o aprendizado.

  3. Brito, não pode ser o caso de ser mais interessante para as multis deixar a petrobrás comprar os campos para depois comprarem a própria empresa, vendida baratinho, “com tudo dentro”?

  4. Brito, parabéns pela sua explanação. O erro apontado por você, é NADA ,comparado ao seu conhecimento sobre o assunto .
    Obrigado.

  5. Com a mega traição marcada para hoje, falei ontem com um médico e dois comerciantes que não mais torço para eles e suas famílias terem uma boa vida. QSFerrem!
    Podia ser no amor, mas será na dor, o aprendizado.

  6. Brito, não pode ser o caso de ser mais interessante para as multis deixar a petrobrás comprar os campos para depois comprarem a própria empresa, vendida baratinho, “com tudo dentro”?

  7. Ótima análise, Fernando. O sentimento de cuidado com a Petrobras é imenso por parte de [email protected] nós. Como você bem observou, esse petróleo é seu, é meu, é de todo cidadão brasileiro.

  8. Não foi fiasco. Quem vai querer investir em um país que interfere a todo instante na economia ? Lembrem-se : A Petrobrás quase foi a falência.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.