‘Namoroonline’ de Guedes tem “sede” contábil em “paraíso fiscal” de SP

Esta casinha modesta na Rua Padre Guilherme Pompeu, n°1, no Centro de Santana do Parnaíba, periferia de São Paulo, serve de “lar” contábil para a empresa “NamoroonLine” de Paulo Guedes (até 28 de dezembro) e de seu irmão Gustavo Guedes.

Centenas de empresas estão ficticiamente sediadas neste endereço, um dos diversos que se aproveitam do “paraíso fiscal” que leis municipais – contestadas judicialmente – para pagar menos ou nenhum imposto.

As empresas “sérias” de Paulo Guedes – também com o irmão de sócio – ocupam outros endereços, a maioria no Edifício Argentina, em Botafogo, no Rio de Janeiro.

A de relacionamentos virtuais foi parar em Santana do Parnaíba, numa casinha que aluga o endereço como sede de empresas.

Por falta de aviso não foi, uma vez que a Folha publicou, em novembro de 2013, reportagem sobre a tal ‘casinha”‘, com o título “Oásis fiscal em SP dá sede fictícia por R$ 100” relatando que a Lokal Assessoria “aluga” o endereço a terceiros, por módicas quantias:

Para alugar um “endereço fiscal” na cidade colada a São Paulo, uma espécie de sede de fachada usada simultaneamente por mais de uma dezena de empresas, basta pagar de R$ 100 a R$ 203.
A atendente não informa, mas quem optar pela oferta de R$ 100 dividirá a “sede” a pouco mais de 1 km da prefeitura com quatro empresas investigadas pela Polícia Federal por um esquema de desvio de dinheiro público.
A casa rosa numa rua pacata é um dos dois endereços oferecidos pela Lokal Assessoria, cuja atendente afirma não saber se todos os seus clientes são “de boa fé”.
“Alugar endereço fiscal é prática comum. As empresas de fachada vão ser usadas de forma temporária, específica, pela organização criminosa”, diz o delegado Cairo Costa, da divisão de repressão contra crimes financeiros da PF.

A casa agora não é mais rosa, mas laranja. No resto, segue igual.

Em qualquer lugar do mundo, um ministro da Economia ter se servido de “espertezas fiscais” para não pagar imposto por um site de namoro cibernético seria um escândalo. Aliás, o site de namoros já seria escandaloso, sobretudo por apelar para a fé evangélica para lucrar com isso.

Aqui, toda a nossa imprensa ignora o assunto até que ele venha a ser usado para os interesses do poder, como os jatinhos financiados de João Dória e Luciano Huck – salvo por uma solitária reportagem na Folha – foram levantados por este blog em fevereiro de 2018 (aqui e aqui) e ficaram na Sibéria do esquecimento ao longo de toda a campanha eleitoral.

A “tchutchucagem” rentável dos irmãos Guedes não é notícia. Afinal, ele estudou em Chicago, não é um “paraíba”.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

20 respostas

  1. Não tem nada mais sem graça do que ser coadjuvante de piada pronta. Nós brasileiros somos os coadjuvantes dessa piada pronta que se transformou esse Brasil enfermo. Essa é a razão pelo qual nossa tragédia nacional parece agora inibir o riso e o humor, que de outra maneira e em outras circunstâncias seria a melhor arma para combater e revelar esse absurdo, esse verdadeiro show de horror diário que vimos assistindo ao longo desses anni horribiles. Tudo seria ridiculamente engraçado, quase como um filme sobre um país exótico, absurdo, caricato e distante, se não fosse conosco e se não fosse nosso país.

    1. Dá pra fazer ideia do que sentiram os judeus na Alemanha nazista ou os franceses durante a República de Vichy. O povo estúpido que ajudou nisso não merece respeito de nossa parte.

      1. Quem não tem um familiar, um amigo, um colega de trabalho que não foi tomado por essa histeria social? É realmente uma situação terrível, já não sei o que pensar desse drama vivido em primeira pessoa. R para mim o pior tem sido esse alcance individual dessa tragédia coletiva. É realmente perturbador.

    2. Dá pra fazer ideia do que sentiram os judeus na Alemanha nazista ou os franceses durante a República de Vichy. O povo estúpido que ajudou nisso não merece respeito de nossa parte.

  2. Nosso grande problema é que a privataria promovida pelo Cupido Online será irreversível e irrevogável. O brazil vai ficar sem o patrimônio, os cidadãos ficarão à mercê da avidez por lucros dos compradores e o dinheiro vai terminar nas mãos dos banqueiros. Cupido Online cumpriu seu papel no projeto de destruição da soberania. Uma parte completamente burra dos brazileiros fez com que nos tornássemos, aos olhos de outras nações, como um povo de quinta catehoria, sem um pingo de amor próprio. Espero que algum dia consigamos dar aos nossos colaboracionistas o tratamento carinhoso que eles merecem…

      1. As vendas efetuadas não poderão ser canceladas. Se algum governo futuro tentar, por exemplo, reverter as vendas dos campos do pré-sal, sofreríamos coisas parecidas com as que a Venezuela está sofrendo e um belo dia acotdaríamos com os marines desembarcando em nossos portos. O mais revoltante é que estes marines seriam recebidos com flores pela elite do atraso e classe média chucra.

  3. Nosso grande problema é que a privataria promovida pelo Cupido Online será irreversível e irrevogável. O brazil vai ficar sem o patrimônio, os cidadãos ficarão à mercê da avidez por lucros dos compradores e o dinheiro vai terminar nas mãos dos banqueiros. Cupido Online cumpriu seu papel no projeto de destruição da soberania. Uma parte completamente burra dos brazileiros fez com que nos tornássemos, aos olhos de outras nações, como um povo de quinta catehoria, sem um pingo de amor próprio. Espero que algum dia consigamos dar aos nossos colaboracionistas o tratamento carinhoso que eles merecem…

  4. Já começou a série de guedices. Ou seriam tchutchucagens? Este singular negócio de cupido o identifica com Luciano Huck pela natureza do material comercializado. Teremos em breve expostas as entranhas de mais um herói da destruição?

  5. Decide o destino da economia do país um senhor que tem, ou teve até ontem, um trambique de quinta categoria para saquear o povo humilde e esperançoso, quase uma igreja que promete o paraíso.
    E é nosso ministro “econômico”.
    Fica agora refém da globo no seu jogo do divulga ou não divulga, derruba ou mantém este bandido no poder. Tá na mão da globo.
    Senhores golpistas, que desgraça fizeram vocês a este pobre país?!
    Governo bolsonaro/moro/ globo/damares/ Salles/Araújo e generais entreguistas.
    Canalhas!

  6. É nisso que se transformou o neoliberalismo.
    Poder corrompe, dinheiro corrompe. Poder e dinheiro, juntos, corrompem exponencialmente.
    Os grandes empresários já tinham muito dinheiro, com o neoliberalismo passaram a ter também muito poder. Ai instituíram o estado mínimo. Mínimo para os pobres, máximo para os ricos.
    Para os pobres, todos os ônus. Para os ricos, todos os bônus.
    E a estúpida classe média brasileira, que pensa que é elite, e os estúpidos pobres de direita, que pensam que quem é de direita é direito e quem é de esquerda é vagabundo e irresponsável, elegem e apoiam políticos que defendem esse tipo de governo.
    Será que um dia vão acordar e perceber o quanto são ignorantes e otários?

  7. E esse grande economista e intelectual brasileiro o PG ou PI é o ministro da economia.
    Ahhh, Brasil para com isso…. sem conseguir parar de rir.

  8. Tchuchu-cão devería ser mais solidário com os camelôs e todos os brasileiros que fazem do comércio paralelo seu meio de vida (sobrevivência).
    O cara é realmente ,ALÉM DE UM DELINQUENTE,um posto ipiranga.
    Já afundou com um fundo de pensão ,já ajudou como parte da equipe a ferrar com a vida dos aposentados chilenos, fora outros “negócios” que AINDA aparecerão,tchuchu-cão é —ponte romántica de corações solitários—-.,quem sabe até já teve sua banquinha na rua.
    Obviamente ,não conseguiría encarar um negócio sem fazer alguma sacanagem ,está no seu DNA,É DELINQUENTE MESMO.

    1. Ele o thuthuca não afundou só um fundo de pensão ele surrupiou os fundos de pensão da Petrobrás Caixa Econômica e dos Correios e está sendo investiga mas só prá inglês ver

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.