O ‘guru’ Olavo de Carvalho rege o coro dos minions contra Mourão

As declarações do general Hamilton Mourão lamentando o episódio em que Sérgio Moro, por ordem de Jair Bolsonaro, “desnomeou a socióloga Ilona Szado de uma insignificante suplência num dos conselhos do Ministério da Justiça, se eram uma provocação, encontraram quem apanhasse a luva na turma do Capitão.

O astrólogo Olavo de Carvalho, guru dos meninos Bolsonaro e maior nomeador de ministros deste governo, aformou, pelo Facebook, que na dirá “na cara dele [Mourão] na primeira oportunidade”, que o vice presidente “é obviamente um inimigo do Presidente e de seus eleitores“.

Carvalho, que fala em sintonia com o que pensam a o núcleo familiar de Jair Bolsonaro, diz que apoiar o general foi “o maior erro da minha vida de eleitor” , que “Mourão abana o rabinho” para a esquerda e que “fingiu-se de companheiro fiel [de Bolsonaro] até chegar ao cargo. Tão logo empossado, começou a declarar-se em rebelião aberta contra tudo o que o presidente prometeu e representa, contra tudo aquilo que o povo escolheu e ama”.

Não sei se alguém discordaria de traduzir-se a frase numa palavra: “traidor”.

E o “astrofilósofo” desconfia que haja outros, pois fica se perguntando “se o Mourão é, no governo, o único remanescente fardado de tudo aquilo que julgávamos ter derrotado nas eleições, ou se há outros como ele”.

Olavo é, como se sabe, uma espécie de Jim Jones dos bolsominions. O que ele fala é mais do que uma opinião, é um caminho. Tosco, mas é.

O que o astrólogo parece ignorar é que generais não são aves solitárias, são gragários. Voam em bandos e, sobretudo, não têm bico apenas para piar.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

12 respostas

    1. Ouch. Uma observação mais longa mostra que ele é muito “Folha” :/ Aliados mais desconfortantes do que convenientes.

  1. Olaf von Oak, como diz o Bemvindo Sequeira é um sujeito totalmente fora da casinha. Fico imaginando qual é o QI de quem lê os livros (sic) desse idiota. Tudo que sei para não ser um idiota é: não ler nada do que ele escreve. Ele e o cara do ANTAburrista são seres desprezíveis.

  2. Olaf von Oak, como diz o Bemvindo Sequeira é um sujeito totalmente fora da casinha. Fico imaginando qual é o QI de quem lê os livros (sic) desse idiota. Tudo que sei para não ser um idiota é: não ler nada do que ele escreve. Ele e o cara do ANTAburrista são seres desprezíveis.

  3. Tão voando em bando, junto com vários da justiça, coordenados pelo departamento de justiça americano há muito tempo e Bolsonaro e trupe foi só uma oportunidade e será descartado em algum momento, pois o elegido por eles seria o Alkmin. Aliás todos os promotores de justiça e policiais federais, além do pessoal do exército faz curso no departamento de justiça americano. Tenho parente em outros países que prestam serviço de tradução na embaixada deles para esses cursos. É uma dominação ideológica completa. Pega os funcionários mais ricos, mais armados para fazer o estrago na América Latina e entregar de não beijada para eles tudo o que querem.

  4. Tem toda a pinta de que o Olavinho esteja por trás dessa publicação do vídeo. Quantos conselhos o Olavinho dá ao Bolso por dia? Seguindo fielmente seu escatológico guru, Bolsonaro ainda vai se estrepar de maneira escabrosa.

  5. Bolsonaro, por meio de Olavo de Carvalho, está humilhando um general (Mourão). Aí está o preço que o Exército já está pagando por essa aventura em busca de um atalho ao poder.

  6. Brito, perdoe-me a pressa de querer ver publicado cada comentário. Continue fazendo bem o seu bom trabalho (inclusive na moderação). Abraços solidários.

  7. Pra mim, Bolsonaro e Mourão diferem apenas no estilo.
    Neste caso, Olavo enxerga o que está na cara e é sabido há tempos.
    No dia 14/12/2018, na festa do PRTB, o general Paulo Assis, mentor político do general Mourão e paparicado como cerebral estrategista, afirmou: “Mourão será o futuro presidente. Em 2022 ou ANTES, se ALGO acontecer a Bolsonaro”.

  8. “aquilo que o povo escolheu e ama” ? Quá quá quá quá O que povo escolheu saiu nos blocos e agremiações carnavalescas, no país todo. (Recadinho para P. Michael McKinley: o Brasil é muito maior e muito mais incontrolável do que ele e seus patrões pensam).

  9. Fico só imaginando a reação do general Mourão quando o astrólogo com fixação anal for dizer alguma coisa na cara dele. Só imaginando…kkk

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.