O jacaré do Brizola e a conta da Folha: Alckmin + Centrão = Temer

A Folha hoje estampa, em manchete de página, uma estranha descoberta, a esta altura, dois anos e meio quase após o golpe.

No Congresso, PSDB e centrão votam juntos e com Temer.

E, no detalhado – e complicado – gráfico que reproduzo acima, mostra como nos projetos de interesse do governo golpista, os partidos do centrão e os tucanos ofereceram cotas de apoio que sempre passaram muito de 80% e frequentaram as vizinhanças dos 100%.

Há mais nisso que coincidência e apoio, há identidade, como naquela velha frase lógica que “se A =B e B=C, então A=C”.

Se o “Centrão”, em si, porta-se como uma só força, mesmo sendo integrado por ajuntamentos, digo, partidos, diferentes, por que é que não se pode dizer que os tucanos são parte dele.

E como eles é que dão a maioria (52%) do Congresso a Temer, muito mais que as seis dezenas dos confusos deputados do PMDB, não é evidente que são eles o governo que o país tem?

“Tem olho de jacaré, tem rabo de jacaré, tem couro de jacaré: como é que não é jacaré?”, dizia na suas metáforas simples de entender o velho Leonel Brizola.

A mídia, ao contrário, fala sempre de forma a que não se possa entender e, sobretudo, compreender que a candidatura Geraldo Alckmin, com seu corpo de jacaré, patas e rabo de jacaré, mesmo tendo cabeça de chuchu, é jacaré.

Este é o esforço de compreensão que precisa ser desenvolvido, uma vez que o povo brasileiro n]ao conta com uma imprensa livre, mas com uma máquina de propaganda que -salvo estes lampejos como o de hoje na Folha – dedica-se a camuflar o obvio.

Esconder o óbvio – inclusive com a patética figura de Henrique Meirelles a servir de biombo ao “temerismo” – não é tarefa fácil, apesar do imenso poder de comunicação de que dispõem é a tarefa da candidatura Lula/PT, a despeito do esforço que alguns fazem para focar o debate em querelas lisérgicas.

O combate está porta afora, não dá para ficar de bate-boca em casa.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

12 respostas

  1. É jacaré hahahaha.

    Viagem lisérgica está tendo quem olha pro jacaré, pro jabuti, mas vê porquinho da índia.

  2. PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR

    Carmem Procrastinadora Lúcifer, você arregou? Não colocou em votação o recebimento inconstitucional de auxílios-moradia a juízes e promotores que têm moradia própria e/ou não mudaram de domicílio e estão recebendo acima do teto constitucional.

    AGU havia negociado com associações de classe e o próprio STF um prazo até junho para que fossem apresentados pareceres que permitissem aos integrantes da Corte decidir a situação.

    O salário mínimo de 2019 terá acréscimo de apenas R$ 4. Executivo, Legislativo e Judiciário estão às voltas com uma questão que tem sido discutida há mais de um ano e cujo prazo para definição não pode mais ser estendido. Trata-se da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre se devem ser extintas ou não incorporadas ao salário dos magistrados as verbas do auxilio-moradia.

    Hoje, estimativas do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) apontam que 17.338 magistrados recebem o benefício em todo o país, com valores que oscilam entre R$ 4 mil e R$ 5 mil. Muitos deles, como o juiz federal Sérgio Moro, recebem mesmo morando em residência própria. E há casos de casais de magistrados, como o juiz Marcelo Bretas, cuja mulher também é juíza, em que ambos recebem o valor.

    https://www.conjur.com.br/2018-mar-21/fux-retira-processos-auxilio-moradia-pauta-pleno-stf

  3. Pessoal, o negócio é pegar esse gráfico e repassar em TODOS os grupos de Whatsapp… como venho dizendo há dois meses, Alckimin é Temer e Temer é Alckimin. Isso tem que ser dito: O DESGOVERNO TEMER FOI 100% O GOVERNO PSDB 2.0. Agiram, em cada gesto, exatamente como os tucanos sempre desejaram fazer, não há como negar. Logo, Alckimin só está defendendo a obra de seu partido – a destruição da Nação Brasileira.

  4. Há um excelente video, muito esclarecedor, orientando a não votar em candidatos do Centrão, mas não sei como postar aqui.

  5. “Geraldo Alckmin, com seu corpo de jacaré, patas e rabo de jacaré, mesmo tendo cabeça de chuchu, é jacaré.”
    Eu ri. Muito! O humor corrói os ridículos!

  6. É, tem pai/eleitor que é cego…ou pior, SE FAZ de CEGO…e quer que todos acreditem…rs rs rs rs rs…. É 13 neles !!!!

  7. Que horror. Temos que nos submeter ao hegemonismo lulista. Tá bom. Aguardemos o segundo turno.

  8. Temos que acabar com o quarto poder no Brasil, eis que, amparado na liberdade de expressao o mesmo não se sujeita ao sistema de freios e contra pesos.

  9. Temos que acabar com o quarto poder no Brasil, eis que, amparado na liberdade de expressao o mesmo não se sujeita ao sistema de freios e contra pesos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.