O laranjal dos “ex” brotou no gabinete de Carlos Bolsonaro também

Ontem, o Globo mostrou como vivem – e como calam –  quatro dos nove parentes de Ana Cristina Siqueira Valle,  ex-mulher de Jair Bolsonaro,  mantidos no gabinete de Flávio Bolsonaro (alguns no dele, também) durante os anos em que foi deputado estadual.

Hoje é a vez do Estadão revelar que este amor que se vive com a família dos “ex” é semelhante em Fabrício Queiroz, o parceiro do Filho 01, que empregou  com Flávio, mulher Márcia e as filhas, uma delas com passagem também no gabinete do “Mito”, e que se estendeu ao gabinete do outro filho, o pitbull Carlos, na Câmara Municipal do Rio.

Márcio da Silva Gerbatim e Claudionor Gerbatim de Lima, ex-marido de Márcia e seu sobrinho, respectivamente, faziam, segundo diz o jornal, “uma espécie de rodízio entre os gabinetes dos dois irmãos”. Pelo de Flávio, esteve empregada tambem Evelyn Mayara de Aguiar Gerbatim, outra filha de Márcio Gerbatim.

Empregado como motorista pelo vereador entre abril de 2008 e abril de 2010, Márcio foi nomeado logo depois como assessor-adjunto no gabinete de Flávio na Alerj, onde ficou até maio de 2011. No mesmo dia, Claudionor ganhou a vaga no gabinete de Carlos na Câmara Municipal. 

Não é preciso dizer que nenhum deles dava as caras por lá e nem crachá do serviço tinha, não é?

O amor familiar abastecido com cargos públicos é uma maravilha, não é?

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

14 respostas

  1. ain, mas e o Lula
    ain, mas os filhos do Lula estão milionários
    ain, Dilma roubou tudo que pode

    ser bolsominion requer retirada completa do cérebro
    chola mais e faz arminha que passa

  2. Erraram feio. Prova de que nem chegaram a pensar direito, tamanha a presa para dar seguimento ao golpe. Poderiam ter escolhido algum louco do baixo clero que não tivesse uma família tão bandeirosa.

    1. Talvez tenham escolhido alguém justamente para nos distrair com tantas sandices. O serviço sujo continua a ser feito com o Brasil.

  3. “O amor familiar abastecido com cargos públicos é uma maravilha, não é?” Para os BOL$Onaristas é verdade. E regado com muito suco de “laranja”!

  4. O pomar que abriga os messias à sombra dos laranjais fornece suco integral ao clã e afins, para os alérgicos (ALERJ) a trabalho pesado de dentro dos gabinetes e aos de fora, espalhados pela esplanada. Neopotismo colateral, descendente, transversal, cruzado, estatal e primordial indígena.

  5. Se tivessem se contentado com esse esquema, talvez passassem desapercebidos. Mas aí veio a oportunidade de algo maior, a presidência, e… a ganância e sentimento de impunidade fez o passo maior que a perna.

  6. O genrro de Bolsonaro, Léo indio tem cargo de mais de 20 conto na presidencia. Só que é “amaziamento” vive igual filhas pensionistas de militares do alto escalão. Se oficializar a união aí perde a teta.

  7. Só acho errado a imagem. Bolsonaro enganou pouca gente. O que aconteceu foi um bando de psicopata, de uma classe média de merda, alimentados por uma mídia igualmente estúpida se deixou levar por pensar que o PT era o grande inimigo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.