O ódio não espera. Capoeirista é morto na Bahia por adepto de Bolsonaro

Como já se advertia aqui, não ia demorar. Transcrevo a reportagem do jornal A Tarde, o maior de Salvador, publicada minutos atrás:

O mestre de capoeira e compositor Romualdo Rosário da Costa, de 63 anos, conhecido como Moa do Katendê, foi morto a facadas na madrugada desta segunda-feira, 8, após uma discussão política no Bar do João, na comunidade do Dique Pequeno, no Dique do Tororó, em Salvador. 

Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), o autor do crime, que não teve o nome revelado, não concordou com a posição política de Moa, contrária ao candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL), e desferiu 12 facadas na vítima.

O suspeito foi preso e confessou o crime à polícia. Segundo a SSP-BA, ele teria se aproximado do grupo em que Moa estava e afirmado que era eleitor de Bolsonaro. O homem reagiu com violência após o mestre de capoeira afirmar que o grupo votava no PT. 

Não é uma “amostra grátis” porque custou a vida de um ser humano, mas um alerta para a loucura do ódio que se despertou e que até ao próprio Bolsonaro atingiu, em Juiz de Fora.

Oxalá possa servir, ao menos, para salvar a vida de muitos.

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

24 respostas

  1. Porque nenhuma mídia divulgou o número de votos inválidos (abstenções, branços e nulos)? Até onde pude entender foi muito alto, pois de todos os votos Bolsonaro teve apenas 33%, é mole?

  2. PAULISTA ALÉM DE ÓDIO NO CORAÇÃO TEM BOSTA NO POTE;ELEGE GENERAL,ATOR PORNÔ,PALHAÇO,PRÍNCIPE E SE NÃO BASTASSE UMA ENDEMONIADA.TUDO QUE O NAZISMO PRECISA.

    1. O que esperar de um povo que tem um bando de genocidas como heróis ( os bandeirantes não passavam disso; genocidas que mataram mais índios que Hitler matou de judeus, ciganos, homossexuais e afins); fazem um obelisco símbolo de vitória desde os egípcios antigos pra comemorar uma guerra que perderam, quem cai nessa de revolução constitucionalista é ingênuo, o que queriam no fundo era separar São Paulo do resto do país e Getúlio sufocou a revolta; por falar em Getúlio é a única cidade país que não tem uma avenida com seu nome, apenas uma ruazinha sem saída nos cafundós do judas e colocaram a Fundação Getúlio Vargas na Av. Nove de Julho, hehehe.
      Em tempo: Nasci, cresci e vivo em São Paulo

      1. Não se importe com o fato de ter nascido e viver em São Paulo: O que verdadeiramente importa é que você é mais um brasileiro lúcido, um cidadão do mundo, ao contrário dos/das seus/suas conterrâneos/as (que não são lúcidos/as).

        1. Eu não me importo. tenho orgulho de ser brasileiro e nem sempre me orgulho de ser paulistano.

      2. Sou paulistano e compactuo com a sua opinião, você esqueceu o monumento do “empurra empurra”, totalmente racista em homenagem aos bandeirantes

    2. O paulista, o sulista, o fluminense, são todos reacionários de m…. que esse país pague o preço de ter uma população tão idiota.

  3. Eu não tenho mais idade pra ser obrigado a conviver com as tropas de Bolsonaro, que ontem soltaram fogos. Já estou estudando um outro país na América Latina para residir.

    1. Eu estava no Paraíso e voltei pra lutar contra esse inferno,daqui não saio daqui nem um nazista me tira.

      1. Eu pensava em estudar inglês, mesno sem nunca pensar em mudar para os EUA.Atualmente decidi que vou estudar mesmo é o espanhol, talvez eu mude para o Uruguai ou Chile um dia.

  4. Engraçado: quando o culpado é alguém do povo, negro, pobre a mídia estampa foto, nome, rg e cpf, agora como apoia boçal nato nem o nome temos.

  5. Lamento a morte do mestre capoeirista.

    Nessa hora de ódio, não vale à pena discutir com essa turma. Eles vão ser os primeiros a se f…quando houver o choque de realidade.

    O bom combate resume-se também em se poupar estrategicamente. Não é hora para dar murro em ponta de faca.

  6. Eu havia alertado algum tempo atrás para as pessoas evitarem discussão politica qualquer local que seja. Porque a risco de ter apoiador do Bolsonaro por perto e querer tirar satisfação.

  7. Só estão se esquecendo que o medo gera violência. No início as pessoas com medo vão se resguardar. Porém, na medida que o medo aumentar vão reagir. É a mesma situação do gato quando encurralado por um cão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.