O “peso irreal”, a brincadeirinha de Bolsonaro vai no ridículo

O

Logo cedo escrevi aqui que a história maluca de falar em moeda única Brasil-Argentina era um simples factóide.

Como era natural, caiu no ridículo, aqui e lá entre los hermanos.

Historinha para dar a impressão que algum dos dois governos tem algum plano econômico de largo alcance e que agora é tratada como se tiversse sido apenas uma ideia surgida assim, numa conversa de botequim.

O Ministro da Fazenda argentino, Nicolás Dujovne – que nem estava no encontro com Paulo Guedes e Jair Bolsonaro -, disse que é “apenas uma ideia sobre a qual conversamos”, embora estivesse no Japão, numa reunião do G-20.

Bolsonaro, porém, não se fez de rogado e disse que sua ideia é criar uma moeda única em todo o subcontinente sul-americano para barrar “aventuras esquerdistas”, voltando a apelar para metáforas matrimoniais, sua grande obsessão:

Perguntado se a ideia, atribuída ao ministro da Economia Paulo Guedes, seria aplicada em todo o continente, Bolsonaro afirmou que “essa é a ideia”. Bolsonaro disse ainda que a moeda comum poderia ser uma “trava em aventuras socialistas” no continente.
– Uma família começa por duas pessoas. A relação começou na Argentina, com o Paulo Guedes, e gostaria que outros países se preocupassem com isso também. Quem sabe fazer uma moeda única para a América do Sul?

A cloava mental desta gente trata de assuntos assim com uma olímpica irreponsabilidade. Uma bobagem, não é? A extinção da moeda nacional, a única forma efetiva de colocar amortecedores entre as pressões externas e o funcionamento da vida econômica de um país.

Mais ou menos como se encontrar com o vizinho do corredor e propor-lhe, de supetão, juntar os dois orçamentos domésticos e ainda dizer: quem sabe a gente não cham o prédio inteiro para fazer isso?

A coisa só não provocou danos sérios ao mercados porque, como é óbvio, as pessoas se acostumaram a não levar Jair Bolsonaro a sério.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

16 respostas

  1. Dizer pra essa MÚMIA,que moeda única, é coisa de esquerdista.Mas eles nem sabem o que é socialismo.Odeiam,sem saber,como todos os imbecís,que votaram neles..

  2. Brincadeirinhas dirigidas. Não se assustem se daqui a pouco não é o dólar à moeda continental. Praticamente tudo já lhes pertence ou se encaminha para isto.

  3. O PSICOPATA CONTA UMA MENTIRA E HORAS DEPOIS O BANCO CENTRAL DESMENTE,CONTA OUTRA E NO OUTRO DIA A UNIÃO EUROPÉIA DESMENTE,ESSE MILICIANO COMO TODO FASCISTA MENTE DE MANHÃ A TARDE E A NOITE,DEPOIS COM APOIO MIDIÁTICO QUER NOS FAZER ACREDITAR QUE FOI ESFAQUEADO..
    A SITUAÇÃO DO BRASIL PERANTE O MUNDO É TRÁGICA E LEVA AO ESQUECIMENTO E ABANDONO NAS MESAS DE NEGOCIAÇÕES,ESQUECERAM DE NEGOCIAR CONOSCO,ESQUECERAM DE NOS REVERENCIAR ENTRE AS NAÇÕES.

      1. me dói o coração ver esse #AnulaGolpeJá no seu nick. me lembra que uma presidenta honesta foi golpeada apenas por ter fraudado o orçamento em algumas centenas de bilhões. o erro dela foi escolher o josé eduardo cardozo (sujeito honestíssimo, mas que não tem a minha experiência advocatícia) para fazer sua defesa. modéstia à parte, eu teria impedido esse golpe fascista. mas, pelo menos, tenho a certeza que, com a ajuda das REVELAÇÕES BOMBÁSTICAS do intercept, conseguirei ao menos anular o processo de lawfare fascista contra a alma mais pura do país, preso arbitrariamente graças a uma mísera condenação em segunda instância e meras 700 páginas de provas! depois, é só esperar o novel da paz! e diziam que eu não acertava uma… #ZaninzãoOut

  4. Mas, caramba… outro dia não estavam falando de (ou realmente trocaram) tirar as capas dos passaportes brasileiros que vem com o brasão do Mercosul e voltar a colocar o do Brasil? Essa turma é de malucos? (Pergunta retórica).

  5. O problema não é Bolsonaro, e sim os 30% dos brasileiros, que continuam gostando e apoiando ele.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.