O que fazer com Deltan?

Fica claro, no noticiário, que o afastamento de Deltan Dallagnol da Lava Jato tornou-se um fato à procura de uma forma para acontecer.

A “justificativa” dada na nota de Raquel Dodge, de que ele será mantido por ser o “promotor natural” dos casos da Lava Jato esbarra numa contradição lógica: como pode alguém ser “promotor natural” de algo que nem sequer está na jurisdição que ele habita, a da 1ª instância?

Tudo indica que a decisão será tomada pelo Conselho Nacional do Ministério Público, e logo.

Logo e, diga-se, tarde demais para que ele possa ser usado como ‘bode expiatório’ dos pecados de Moro.

O repórter Severino Motta, do BuzzFeed, antecimpa que o desfecho virá na próxima semana, usando, em princípio, alguma das várias reclamações contra Deltan no CNMP, preferencialmente uma que não diga respeito às revelações do The Intercept.

É provável, depois do que está para ser conhecido nas próximas horas, isso não baste nem para ele nem para seu chefe de fato na Operação, o hoje ministro da Justiça.

De qualquer forma, no caso de Deltan, o final solitário possa ser atestado pelas deserções que sofre.

Hoje, em O Globo, Merval Pereira desiste dele ao dizer que é o “alvo” do STF.

Quando cair, não é difícil pensar para onde se voltarão todas as armas.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

10 respostas

  1. E eu aqui só imaginando no que deve estar pensando o Pastor da igreja de Dallagnol que brigou com suas ovelhas exatamente por causa de Dallagnol!…

  2. O governo bolsonaro não é anticiência, como estão a dizer. O que ele é mesmo é anticiência brasileira, porque tudo o for brasileiro ele é contra. Se a ciência for americana, para ele será sempre maravilhosa. .

    1. Não devemos apontar apenas o governo Bolsonaro como demolidor da ciência do País. Vamos apontar a massa de cientistas do sul e do sudeste, que votaram nele. Sabiam que isto aconteceria. Mas por preconceito contra o PT, escolhiam a direita (PSDB) e a agora a extrema-diretia (PSL).

  3. A CIA estuda com calma, como ficar livre do Dellagnol e do Moro, sem soltar o Lula. Barroso será o agente do espetáculo.

  4. É incrível como os otários insistem em desafiar a lógica.Tem sentenças surradas por aquí e por lá ,não por isso menos sábias ou descartáveis,que personagens como estes criminosos desrespeitam com notável arrogância.
    A respeito dos alicereces firmes,que a mentira tem pernas curtas,que depois que mentiu terá que ficar inventando outras para justificar a primeira e por aí vai.
    A arrogância ,a ignorância,a imoralidade costuma pregar peças aos sujeitos que assim se comportam.
    Depois dos brilhos dos holofotes , do doce dos elogíos e o puxasaquismo para com eles ,chegou a hora da REALIDADE.
    Espero que o enfrentamento com a realidade na forma da LEI,NÃO LHES SEJA BREVE ,NEM LEVE.

  5. chegou a hora do ” beato salú cínico “….
    caiu a máscara deste cretino que nunca enganou ninguém.
    Concurseiro fajuto vendido.
    Quem quer apostar que ele vai se ” exilar ” nos isteites ?

  6. DD vai ser apenas “afastado” da lava jato? Vai seguir atuando nas suas diversas frentes (procuradoria, palestras, negócios imobiliários) sem qualquer freio? Que prêmio, hein?

  7. Brito,
    enquanto a lei não valer para todos os brasileiros, teremos golpes e mais golpes ao longo de nossa história. Esse procurador e o atual ministro da justissssa parecem como dois adolescentes, que quando vão jogar bola, e quebram a vidraça da vizinha, se protegem as custas do papai, mostrando um papai poderoso, como um general, ou a chefa dos procuradores, como se o procurador em questão fosse “imexível”, lembrando um ministro de Collor de Mello. Enquanto isso, o Estado brasileiro vai punindo quem lhes interessa, e deixando os outros livres como um pássaro tucano, e aí a nossa sociedade vai permanecendo eternamente em um subdesenvolvimento incomensurável…

  8. Conta uma fábula que um coronel do interiorzão não gostava de tomar banho e era porco que só ele.Para que os familiares não reclamassem levou um bode pra morar dentro de casa…Quando o pessoal da familia reclamava, botava a culpa do mau cheiro no bode. Infelizmente, um belo dia o bode fugiu….Vai daí não tinha mais jeito de jogar a culpa da sujeira no mesmo. E todo mundo começou a perceber e reclamar da porquice do coronel. Pois é….assim que o bode Deltan sair de cena, o mesmo vai acontecer com o ministro Moro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.