Pesquisa mostra Lula, Moro e economia como adversários de Bolsonaro-22

Com todas as ressalvas que merece, pela origem e pela distância de dois anos e meio até o real processo eleitoral a pesquisa encomendada pela Veja – os números detalhados você pode ver no DCM– mostram, essencialmente – e pela ordem – que Jair Bolsonaro tem apenas três adversários de peso, hoje.

O primeiro, disparado o mais forte, Lula.

Os três ou quatro pontos de desvantagem não significam nada diante de uma campanha política e de uma comparação direta invitáveis numa campanha. É coisa que se “vira” em poucos dias de campanha ou até antes dela, se o ex-presidente tiver anulada, como será essencial para que concorra, a sua condenação.

O segundo, Sérgio Moro, postado como uma traíra à espera da inviabilização do chefe mas, até a pesquisa o prova, de ir para um enfrentamento direto com ele.

Moro não amplia, quase, a extrema-direita e, “rachando” com Bolsonaro, não lhe tira mais que um décimo dos eleitores. Estão superpostos, vê-se.

Moro depende ainda de um fator imprevisível e imponderável: o julgamento, no STF, se sua suspeição no julgamento de Lula. Veremos o que prevalecerá, se o ódio a Lula entre os ministros ou o medo de que uma decisão favorável ao ex-ministro pavimente seu caminho para o poder ou para o próprio Supremo que, com ele, tomará um caminho terrivelmente autoritário.

Por último, vem aquilo que acho que será o mais decisivo: a capacidade de Bolsonaro de manter certo equilíbrio na economia, ainda que num estado de estagnação que a mídia acena, sempre, como a “recuperação logo ali”.

Os sinais de degradação econômica estão ficando evidentes, mas ainda é fortíssima a impressão de que, com a inflação em baixa, o “parou de piorar” seja visto sempre como um “começou a melhorar”. Só muito recentemente este clima de otimismo sem fundamentos deu, ao menos, uma amenizada.

Não creio que o binômio estupidez-milícia vá produzir efeitos maiores sobre Bolsonaro sem um abalo, também, nas condições da economia.

Afinal, de uma e de outra, convenhamos, a dose não foi pequena nestes quase 14 meses. Afora setores da classe média menos idiotizada, dos tiraram o autoengano de que o sapo, no Planalto, pudesse virar um príncipe, pouco efeito fazem, tamanha é a irracionalidade do ódio que tomou conta de vastos territórios do chamado “senso comum”.

E são informações que aparecem e somem segundo permite-as o submundo policial-judicial.

E este submundo, hoje, tem o controle o país.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

29 respostas

  1. O maior adversário do Lula é também o maior adversário do povo brasileiro. Trata-se de uma dama insidiosa, pérfida e cruel, mistificadora e venal, sem sangue nas veias e sem coração, chamada Mídia de Direita.

    1. dando nome aos bois: globo, sbt, record, band, jornal globo e agregados, veja, estadao, folha de sp, gazeta do povo pr, diario catarinense,

    2. O homem do baú, aquele do rombo de cinco bi, que deveria estar trancafiado portanto, quer ressuscitar o horrendo semana do presente, sabujice escrota da época da ditadura…….e imaginar que Lula tirou o pescoço dele da forca…..

  2. Será que o atual “presidente” está vencendo o poder da mídia golpista? Como vimos durante os governos democráticos de Lula e Dilma, a mídia não abriu mão de seu dindim, mas preparou terreno para que a elitescrota retomasse o poder político completo. Vai ver estejam só dando corda para o atual “governo” enquanto este esteja executando retrocessos e derrubada de direitos com a truculência que a direita limpinha e cheirosa não tem culhões para fazer. A mídia segue focando na satanização dos “radicais” Bozo e Lula (sem forçar a barra contra o atual “presidente”), enquanto prepara um santo imaculado, nem de esquerda e nem de direita, muito pelo contrário, para apostar todas as suas fichas em 2022. Aí, depois que toda a destruição estiver concluída, a direita limpinha e cheirosa vai reconstruir tudo de acordo com suas conveniências. A elite tosca do brazil conseguirá passar a perna em Steve Bannon?

    1. Esta satanização do Lula como sendo um radical equivalente ao Bozo, é o mesmo trambique de bandeira trocada que o governo semi-fascista da Colômbia está fazendo com os progressistas de lá. Querem desqualificar, desmobilizar e reprimir os gigantescos movimentos antigovernamentais de massa que estão ocorrendo por lá, e para isso tentam confundí-los com supostos movimentos armados. O sonho deles é ter uma oposição armada, para que metam chumbo nos armados e nos pacíficos, igualmente. Estão tentando reviver a ameaça dos guerrilheiros, hoje completamente inexistentes, mas que eles mostram em vídeos visivelmente fajutos como rapazes armados uniformizados e em pé de guerra, para propalarem que as greves e movimentos populares pacíficos são a mesma coisa que um inexistente movimento armado que merece chumbo. Talvez isso também seja coisa do Steve Bannon.

      1. O bicho é grande, o bicho é feio e a esquerda (ou campo democrático, ou o que for) está achando que isso aqui é uma cidade do interior às voltas com uma eleição para prefeito. Entre outras coisas, a esquerda vai legitimando um regime ilegal nascido a partir de um golpe de estado. A esquerda parece acreditar que o jogo eleitoral será limpo e que brotará daí a saída. É desanimador ver estas discussões eleitorais. Sabe o que me parece? Parece fuga da realidade. Acho que é de fora da política institucional que vai surgir algo. Temos pessoas que entenderam a importância da comunicação e o quanto a esquerda está atrasada nela, temos jovens intelectuais procurando apontar caminhos, temos grupos tentando realizar alguma coisa concreta e por aí vai. A esquerda institucional perdeu o bonde da história.

        1. Enquanto o fascismo se fingir de democracia, vamos puxar com força todos os seus pontos sem nó. Vamos, sim, participar do jogo eleitoral de mentirinha com quem finge que ele é de vera. É deste modo que conseguiremos que de vez em quando os fascistas mostrem sua verdadeira face, e sejam premiados com o asco público. É deste modo que ainda poderemos falar nas tribunas institucionais, e até conquistar à força os espaços dentro da maldita mídia de direita. Será assim que assistiremos à fúria incontrolável de uma besta ferida, quando ela vê seu antro fedido exposto na vitrine dos Oscars da vida. Se partirmos para a iniciativa pessoal, deixaremos de tomar partido. Se partirmos para a luta armada, estaremos no centro do alvo de seus azeitados fuzis. Não pode haver salvação além daquela tomada em conjunto dentro do partido. E é preciso ter consciência de que todo fascismo está condenado ao fracasso, ele é um recurso da burguesia que tem curto prazo de validade, é o que ensina a História. Os recentes rebentos fascistas, da Grécia com sua Aurora Dourada, tão grotescamente semelhante ao do Brasil, da Hungria, da Itália, já estão a morrer. O da Ucrânia agoniza, despedaçado. O do Brasil, mal começou sua marcha, já está no rumo do cemitério. O capitalismo predatório e desenfreado está a abusar do fascismo como sua última esperança, e este abuso tem o preço do esgotamento. Lula começou uma revolução pacífica cujo principal trunfo é a inclusão de milhões de brasileiros na cidadania plena, na engrenagem econômica, educacional e cultural da sociedade, e esta revolução já não poderá deixar de ter continuidade. Ela vai continuar, ela não será paralisada por um fascismo patético e carregado de crimes comuns.

  3. Sinceramente, depois de treze meses de total desgoverno do país, com prejuízos diretos para trabalhadores, população em geral, empresários do comércio, da indústria e do agronegócio, sem falar na macabra imagem do Brasil no exterior, ainda haver 31 porcento de gente que votaria no Cachorro Louco, é de DESANIMAR de vez do brasileiro. Deve existir uma quantidade muito maior de imbecis NA POPULAÇÃO do que eu acreditava. São os famosos “tomam no c… e GOSTAM!”

    1. Mark informo-lhe que tem um percentual de empregadas domésticas e trabalhador de salário mínimo como também desempregados que ainda apoiam essa besta humana.

  4. Pesquisa agora distante do pleito a midia golpista, logo Veja, faz a festa coloca Lula a reboque do Boçalnato e do conge. Ninguém prende ou persegue cachorro morto e o que fazem com Lula é a maior prova de que o líder petista continua imbativel nas urnas. Daqui a 3 anos o boçal estará impopular devido as medidas antipovo do Guedes sobra o Moro, blindado pela midia golpista. Lula continuo dizendo é imbativel, mas em caso de seu impedimento, outro candidato mesmo o Haddad não é certa a vitória.

  5. Nem Moro nem o Bozo resistem a cinco minutos de debate. E se não forem a debates, dessa vez nem o brasileiro, povo mais estúpido do mundo, aceitará a fuga.

    1. Amigo ,sei não, eu sou PT e sou LULA, agora, de uma coisa eu tenho certeza . Nós petistas defendemos muito mal o legado que foi construído pelo PT ao longo desses anos, nós temos que voltar a fazer o porta à porta, dizer que foi o governo de LULA que pagou a dívida com o FMI, dizer que trouxemos o Brasil da 13a economia do mundo para a 7a, dizer que deixamos 380 bilhões dólares em reservas no banco central, que segura hoje a alta do dólar, entre outras coisas ao longo desses anos em que o PT esteve no poder. só lembrando, a mídia do Brasil faz jornalismo tendencioso, jamais eles falarão bem do PT e de LULA

  6. Agora q o papa recebeu Lula a turma antilula vai sim cair no colo do Bozo e afagalo. Nao pq o ama mas e por odio e tb tem os entreguistas q imaginam q assim serao bem recebidos nos eua… Cabeça de colonizado. Teme q se o brasil defender seis interesses o pais tornarsea um paria internacional e brasileiro tera seu passaporte rejeitado. Entao bozo e maravilhoso moro e maravilhoso huck e maravilhoso. Em 22 qualquer um desses sera maravilhoso. Resta saber o q restara ate la p eles continuarem destruindo

  7. Dp de tudo que a vaza jato revelou (e nada aconteceu) é cada vez mais claro que o Brasil merece, e muito, Bozo/Moro e cia. É doloroso ver Lula empatado em pesquisa com essa gente!!!
    Em tempo: está cada vez mais difícil ler/comentar nos blogs com tanto anúncio… página fica dançando na nossa frente…argh!!! …não bastasse a dificuldade natural de digitar num teclado pq…torcendo pelo dia em que os comentários sejam através de áudios.

  8. A esquerda tem que mudar as estratégias e aplicar táticas de confronto contra o fascismo, seja ele morista, bozista ou tucano. Esse ano tem eleição e até lá há tempo para mudar o tom e mostrar vigor. Que a mídia é contra não serve de desculpa pois sempre foi; a questão é saber utilizar as novas mídias e também se valer de entrevistas, programas de debates mesmo na mídia do PIG e expor as mazelas sem receio e apontar o dedo para os reais vilões e vendilhões do Brasil.

  9. Se Jair Bolsonaro tem três adversários, Lula tem quatro:
    Primeiro, o próprio Jair Bolsonaro e seus filhos ou o Moro como adversário direto;
    Segundo, o judiciário que, ao que tudo indica, são coordenados por seus membros da irmandade secreta (Fachinm, Fischer, TRF-4, Moro, etc);
    Terceiro, a presença ineficiente de Lula, o PT e das esquerdas nas redes; e
    Quarto e mais importante, a credibilidade que nosso povo dá a tudo que é escrito, seja fake news de jornalões seja de whatsapp. Não adianta querer denunciar e combater fake news, temos que de alguma forma fazer com que o povo questione a veracidade de notícias e pesquisem de alguma forma os fatos. A direita sempre se manteve com base em mentiras. Enquanto o povo acreditar em tudo o que ler sem questionar, a direita vai surfar. Estão usando muito dinheiro para isso.

  10. Seria bom pararem de dizer que o Bozonaro chega até 2022 com alguma chance de concorrer, pois grande parte dos brasileiros querem que ele seja defenestrado do cargo, pelas suas ilegalidades cometidas, o mais rápido possível, pois se ele chegar até 2022, possivelmente nem ele mesmo vai querer governar a sucata do Brasil que ele está se esforçando muito para deixar ao próximo presidente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *