O povo tem suas razões e um líder, que é Lula

lulalider

Política não é uma atividade privada, a do “eu gosto dele” ou “não gosto deste aí”.

Até porque seus protagonistas não são os seres humanos – com falhas, defeitos e virtudes.

O protagonista é o processo social, a formação da consciência da população, ou do que dela consegue resistir à manipulação que lhe faz o poder econômico e seu sistema de mídia.

Hoje, no Brasil, talvez não haja quem mais o compreenda do que o próprio Lula.

De outra forma, como seria ele capaz de compreender que está passando o sofrimento de uma prisão sem motivos, sete anos depois de ter deixado o governo e sem ter, durante seu mandato, perseguido ou prejudicado ninguém?

Lula pode ter – e tem – empenho pessoal em restabelecer, formalmente, a condição de inocente das acusações que lhe fazem.

Mas tem exata noção de que não é por elas que está preso, mas pelo “perigo” que representa à agudização do projeto de destruição do Brasil.

Não se pense que Lula é um primário em matéria de política, que age essencialmente por simpatia ou antipatia pessoal.

Nem mesmo preso, e submetido à semi-incomunicabilidade em que está, raciocina em função de seus humores pessoais.

Não é assim que se mantém candidato nem é assim que definirá o apoio a alguém, se for este o caso.

É terrível que alguém coloque esta questão como se fosse uma “briga de torcidas”, embora seja compreensível que o passionalismo leve alguns a tanto.

Entre o primeiro e o segundo turno das eleições de 1989, numa convenção do PDT – para quem não sabe, partido que integrei até 2013 – um grupo de brizolistas carregava uma urna para que delegados e militantes votassem “contra” o apoio a Lula.

Brizola mantinha-se em silêncio, sem anunciar qual seria sua opção no turno decisivo, embora os mais próximos a ele soubéssemos – e vários, nem o apoiassem nisso – qual seria sua posição.

Brizola, sempre de orelha em pé, pediu a alguns de nós que andássemos “atrás” deles, estimulando todos a deixarem de votar, porque o ressentimento pela exclusão do velho líder gaúcho da disputa empurrava ao “não”.

Anunciar o apoio a Lula pelas virtudes que nele reconhecia e, sobretudo, por aquilo que poderia representar criaria traumas e, talvez, até divisões nos brizolistas.

Foi o dia em que nasceu a expressão “sapo barbudo”, uma reverso do que, em sua própria eleição, em 82, tinha provocado pela boca do general Euclydes Figueiredo, irmão do João: “Brizola é um sapo que a gente engole e  expele depois”.

Brizola, ao discursar, dizia que a política era a arte de engolir sapos – e ele estava engolindo o de ficar de fora de uma disputa presidencial adiada por mais de 30 anos – e que seria, afinal, fantástico que aqueles que o excluíram, a elite brasileira, tivessem de, por isso, também engolirem um sapo, o sapo barbudo Lula.

É preciso muito cuidado para não agirmos feito aqueles companheiros que andavam com a urna para dizer não a Lula.

Quem quer excluir Lula talvez seja forçado a engolir sapos. Não necessariamente barbudos, mas muito mais indigestos.

Esperar por Lula não é se atrasar, como insistem os comentaristas da imprensa, loucos para que ele “entregue os pontos”.

É deixar que a qualidade de quem é líder se exerça e que ele lidere.

 

 

 

 

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

41 respostas

    1. Perfeito: ” tem exata noção de que não é por elas que está preso, mas pelo “perigo” que representa à agudização do projeto de destruição do Brasil. Não se pense que Lula é um primário em matéria de política, que age essencialmente por simpatia ou antipatia pessoal. Nem mesmo preso, e submetido à semi-incomunicabilidade em que está, raciocina em função de seus humores pessoais. Não é assim que se mantém candidato nem é assim que definirá o apoio a alguém, se for este o caso.”

      Bem antes da Constituinte, num grupo de ilustres políticos, Tancredo disse que chamassem esse sapo barbudo para terem uma conversa a sós. Após a conversa, comentou: “esse vai dar trabalho”. Lula desde muito tempo é hábil na arte de fazer política (não dessa política demonizada por quem pensa fazer limpeza) e de conciliação. Tenho pós graduação, mas, apesar de meu conhecimento formal, considero meu QI e, especialmente meu QE bem inferior ao do Lula. Confio em sua liderança! Me representa.

      1. Confio na liderança de Lula. Precisamos saber esperar até que ele dê o sinal sobre os rumos das eleições 2018. Por enquanto ele continua “candidatíssimo” e é o que vale para mim.

    2. Flávio Dino ?
      Entendi que ele está em dúvida se é para eleger uma forte bancada de parlamentares ,ou se é apenas para competir com uma candidatura presidencial sem chances – sem interesse na vitoria .
      Pessoalmente tô observando o barco caminhar.
      Boulos – Ciro ???

  1. O stf comete um tremendo erro quando exclui LULA.
    Já deu o golpe e está vendo o péssimo resultado, mas será muito pior um próximo período sem LULA, será desastroso e eles serão os responsáveis pela desgraça ainda muito maior do que a de agora.
    O stf assume a responsabilidade por um desastre certo.

    1. E na próxima Legislatura, todo Legislativo vai pedir revisão nas atribuições do Judiciário e do MPF. E, certamente, um órgão de controle da Polícia Federal, em caso de omissão do Ministério da Justiça.

  2. Se hoje Brizola estivesse vivo iria perguntar para Ciro Gomes qual seu programa sobre democratização da mídia, já que ele anda bajulando a Globo.

  3. Em 2013, naquelas manifestações que NADA tinham de espontâneas, e QUE NÃO eram organizadas por estudantes ou pessoas descontentes com a má qualidade e alto custo das tarifas dos transportes públicos, mas uma primeira ação de guerra híbrida, para aplicar em Pindorama um golpe de Estado midiático-policial-judicial-parlamentar, foram vistas bandeiras do PSTU, do PSOL e de outros “radicais” de esquerda… Em menos de três dias, as “jornadas de junho de 2013” se transformaram em protesto contra a PEC-37 (que visava delimitar de forma clara os limites de atuação do MP, que deveria formular denúncia e ser titular de ações penais, sendo a investigação atribuição exclusiva da polícia, que têm pessoal, equipamentos e preparo para essa atividade), com centenas de mascarados (alguns com mais 1,80 m de altura e aspecto de trogloditas) lançando voadoras contra vidraças de estabelecimentos comerciai no centro do Rio, saqueando lojas, depredando agências bancárias, etc.

    E nas manifestações pelo golpeachment? Quantos de “extrema esquerda” estavam lá, ao lado de coxinhas manifestoches e nazifascistas, pedindo a deposição da Presidenta Dilma Rousseff?

    Somente após o golpe, a degola de vários direitos, assassinato de centenas de presos, assassinato de dezenas de líderes de movimentos sociais, assassinato de uma vereadora no Rio, assassinato de alguns jovens líderes comunitários e militantes políticos, em Maricá, etc., para que a ficha de líderes políticos do PSOL cair. No PSTU de Zé Maria e Vanessa Portugal nem mais ouvimos falar.

    Alguns dos que acabei de citar agiram da mesma forma que “um grupo de brizolistas carregava uma urna para que delegados e militantes votassem “contra” o apoio a Lula.” Como sentenciou Marx, há 150 anos, a história se repete como farsa… Se vivesse hoje, ele diria e escreveria que ela se repete como tragédia, mesmo.

  4. A direita petista quer nos impor um candidato resultado de um acordo de bastidores com Lula candidatíssimo, como ele mesmo disse a Leonardo Boff. É difícil imaginar mau caratismo maior do que a dos petistas que estão fazendo este joguinho sujo contra o nosso maior líder, hoje e sempre, preso ou não, candidato inscrito na cédula ou não. A grandeza de Lula está anos-luz à frente desta gentalha que age como um sobrevoante abutre antes mesmo que a carniça esteja pronta e, no caso de Lula, nunca estará.

  5. A questão não é excluir Lula, mas abrir o leque de opções que está aí quer gostem ou não. Bem com Lula, Boulos, Ciro e Manuela têm o mesmo direito de colocar as suas candidaturas e estão feitas já há algum tempo, é um fato. Porque olhar com desconfiança ou total ojeriza quem não confessa sua adesão incondicional ao Lula? Pobre país que dispõe de uma única opção política. Rica a esquerda que tem, hoje, pelo menos 4 candidatos.A ciumeira dos petistas da casta superior ou dirigente (sim, porque eu não sei exatamente o que pensa o comum dos mortais, ou seja, o eleitor comum) pode muito bem ser de apoio incondicional ao Lula , mas não pode criminalizar as outras opções. Este desespero da casta permite a suposição de que faz isto como auto promoção, marketing num futuro breve de suas próprias candidaturas. Diante do voa barata da direita que não consegue emplacar uma única candidatura viável, não vejo como sendo ruim ou perigoso, no primeiro turno, a esquerda ter diferentes opções colocadas para o eleitor (não teleguiado pela paixão ensandecida por Lula) afim de que ele analise os programas de governo, a viabilidade de sua implementação e, porque não dizer, a honestidade e desembaraço em relação à justiça de seus nomes. Políticos têm que ter empatia e respeito com o eleitor e não pensar que pode obriga-lo a ter uma única opção, a do estrito interesse de seu partido.

  6. Esperar até os últimos minutos do terceiro tempo . A matilha jurídico/midiática está afiada esperando um nome . Embora já fizerem alguns movimentos em São Paulo contra Haddad , Na Bahia contra Jacque Wagner e mais recentemente contra Glesy Hoffmam .
    O nosso judiciário está muito célere e atendendo a pedidos , pode ser mais rápido ainda . ELEIÇÕES SEM LULA É GOLPE , LULA LIVRE E JÁ.

  7. É triste ver o açodamento de muitos, no meio político e entre analistas. Estão se iludindo com a falta de candidato na direita e querendo jogar Lula pra escanteio, embarcando numa suposta “união das esquerdas” em torno de Ciro. Há muita coisa “estranha” acontecendo nesse processo, que só o futuro vai nos revelar. Mas temo que haja muitos ingênuos e alguns traidores.

  8. Obrigada pelo seu posicionamento frente ao que está acontecendo. Sinceramente, estou bastante chocada com o comportamento de parte expressiva de blogueiros ditos progressistas. Nunca imaginei que fossem descer tanto no afã de impor a candidatura de Ciro, mas é realmente na adversidade que a gente conhece o verdadeiro caráter das pessoas.

  9. Brito, você é verdadeiramente SENSATO e pensa no Brasil.

    Enquanto isso reina a insensatez. Cada um pensando em sua PARÓQUIA!

    O Brasil não é um Estado Paróquial!

    A Sra. Gleise Hofmann está correta.

  10. GILMAR MENDES NEGA RECURSO E JÁ HÁ MAIORIA PARA MANTER LULA PRESO

    09/05/2018

    (…)

    FONTE: https://www.brasil247.com/pt/247/brasilia247/354271/Gilmar-nega-recurso-e-j%C3%A1-h%C3%A1-maioria-para-manter-Lula-preso.htm

    ***

    DESABAFA, MATUTO VELHO!

    … Este infame DEMoTucano gilMAU DANTAS é mais um canalha da espelunca STFede acumpliciado no golpe vagabundíssimo que está destruindo a nação brasileira!

    ‘Vamo’ ao que interessa:
    parcela do bem da nação brasileira, temos que bater na porta do STFede, exigindo, imediatamente, o julgamento das Ações Declaratórias de Constitucionalidade 43 e 44!
    Cadê o jurista Sepúlveda Pertence?
    Não diga que o jurista Sepúlveda Pertence tornar-se-á (sic) o “José Eduardo Tucano Cardozo” do presidente Lula!
    (…)
    Ah, eu escrevi ‘bater na porta’ [do STFede]!
    E não bater à porta!
    Sim, ‘bater na porta’, porque estes(as) “supremos(as)” de merda são os primeiros a desrespeitar a Constituição e o estado democrático e de Direito!
    E, portanto, não há diálogo com fascistas!

    EM TEMPOS NAZIGOLPISTAS:
    não há plano B!
    É o tripresidente Lula de A a Z!

    1. … Este vagabundo e imoral supremo ‘Beiços do Cão’ do STFede é experto em conceder habeas corpus a bandidos, a exemplo dos mafiosos Daniel Dantas, os Baratas da máfia dos ônibus do Rio de Janeiro, o médico monstro estuprador Roger Abdelmassih, Salvatore Cacciola, ‘Mineirinho’ et caterva!…
      “Canalha, canalha, canalha!”
      Perdão!
      Aos canalhas!

  11. … Enquanto isso os(as) bandidos(as) de toga &$ do ‘miniSTÉRIO’ PRIVADA confirmando que são abjetos réus confessos!…

    ***

    Ministério Público tenta escapar mais uma vez do depoimento de Tacla Durán.
    Por jornalista Joaquim de Carvalho
    9 de maio de 2018

    O Ministério Público Federal quer que o o Superior Tribunal de Justiça rejeite o recurso da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para o advogado Rodrigo Tacla Durán ser ouvido.
    (…)
    Como, em suas manifestações, Tacla Durán envolveu pessoas que podem ter se associado para a prática de crime e essas acusações envolvem procuradores, o parecer do Ministério Público Federal pela rejeição de seu testemunho nos processos conduzidos por Moro é suspeito.
    Mais do que isso, suspeitíssimo. Mas não se espere que a Justiça vá levar em consideração esses fatos.
    O Poder Judiciário foi contaminado de tal forma pelas práticas abusivas da Lava Jato que uma correção de rumo só será possível com a atuação firme, independente e republicana do Supremo Tribunal Federal. Mas a corte está muito dividida e ainda não tomou em suas mãos a decisão de dar um basta na farsa jurídica que já feriu e ameaça destruir o Estado Democrático de Direito.
    .x.x.x.
    PS: Se o que Tacla Durán tem a dizer é irrelevante, por que o Ministério Público Federal se esforça tanto para que a Justiça não tome seu depoimento? Como diz o ditado: quem não deve não teme.

    FONTE: https://www.diariodocentrodomundo.com.br/ministerio-publico-tenta-escapar-mais-uma-vez-do-depoimento-de-tacla-duran-por-joaquim-de-carvalho/
    .

  12. Todos nós queremos Lula Livre. Mas, e se Lula não for posto em liberdade? Vamos esperar 2022? Ou vamos disputar a eleição? Vamos deixar para o último momento para explicar ao povo que o Lula não é candidato e que seu eleitor deve votar em Beltrano? E se quando resolvermos encarar a realidade já estarmos a léguas atrás das outras candidaturas? E quando Lula não aparecer na tv? Nos debates? Nas entrevistas?
    Acho que insistir na candidatura de Lula, estando ele inelegível não é a estratégia eleitoral tampouca política para tira-lo do calabouço. Lula não terá a Justiça enquanto a Direita ocupar o poder. Então, o melhor caminho é vencer as eleições unindo toda a esquerda, não numa aventura de marinheiro de primeira viagem, mas num projeto consistente que una todo o país. Dizer que a esquerda precisa de um nome para vencer as eleições não é desistir da luta por Lula, mas na verdade se manter na batalha para vencer a guerra e libertar o companheiro das garras do inimigo.

  13. Sr.Fernando.Qualquer cidadão,empenhado em disputas político-partidárias,tem que ter como meta,ao meu juízo,às maiorias.E todos eles,do campo do ” POPULISMO “,alcunha que a DIREITA tentou e tenta demonizar sempre,tem em comum políticas voltadas prioritariamente às MAIORIAS,no caso brasileiro,a legião de pobres do nosso POVÃO.O resto e conversa de ACADÊMICOS,que escondem ou tentam esconder,suas inclinações ideológicas,em favor dos RICOS BURGUESES.Então,Getulios,Brizolas,Lulas,Perons e todos os assemelhados,não são mais,que homens voltados para tentar promover o bem do POVÃO.O resto,é o resto.Resumindo;cofre público,é do povo que, com seus esforço,paga impostos que nutrem os TESOUROS DOS PAÍSES.Os ricos,SONEGAM.

  14. Colocando um pouco de lado a questão das eleições, que inclusive podem não acontecer, o PT tem hoje a chance histórica de se tornar o grande partido de massas do Brasil. Essa conversa de ser vice do Ciro, o oportunista, ou coisa similar, seria, a meu ver, o fim do partido, que de novo se igualaria aos PMDBs da vida

  15. Gênios da política aparecem de vez em quando. É o caso de Lula, como o foi o de Getúlio Vargas.
    Getúlio vargas, em 1945, esperou até poucos dias das eleições para posiciionar e pedir votos em Eurico Dutra. Isso depois de poucas semanas de sua deposição pelos militares. Também estava em estado quase isolado em sua fazenda no Rio Grrande do Sul. Ele redigiu uma carta aos trabalhadores pedindo votos em Dutra.
    A direita esperneou mas a UDN perdeu aquelas eleições. Getúlio esperou até o ultimo momento.

    Em 1988, eleições para prefeito em Curitiba. Até doze dias das eleições, o PDT, com o Algaci Túlio, e poucas chances pelas pesquisas, foi substituído pelo ex-prefeito biônico da ditadura, em Curitiba, Jaime Lerner. Venceu e iniciou um longo perído de poder na prefeitura de Curitiba e no governo do estado. Seu grupo foi defenestrado após o escândalo do Banestado, ocorrido em seu governo no Palácio Iguaçu.

    Então, o Lula, com sua genialidade, saberá em qual momento as esquerdas poderão sair da cela da PF em Curitiba e fazer campanha para a presidência. Até lá, esquerda e direita continuam presas a ele. Nem o pig consegue se desvencilhar dessa prisão. Não tem a quem atacar, potencialmente escolhido para ser o ungido do Lula.

  16. Quando os traidores da Pátria receberem o que bem merecem ( viu ô Gal. Vilas Boas ) devemos incluir na lista os traidores do PT e da esquerda, incluindo um tal Ciro Gomes.

    Ou LULA OU NADA !!!

    Simples assim, para não legitimarmos o GOLPE mais uma vez , como no episódio odioso da eleição de Eunício Oliveira na presidência do Senado Federal.

  17. Meu comentário enviado há 4 horas não está sendo publicado por que? Outros bem mais recentes já estão publicados.

  18. Eu ouvi e vi uma entrevista do Brizola em que ele contava a história do “sapo barbudo”. Ele conta que descia de elevador na residência dele e uma vizinha disse que agora eles teriam que engolir um sapo, se referindo ao Lula, que iria para o segundo turno, daí então ele disse que seria, dessa vez, um sapo barbudo, com referência à barba do Lula. Tô enganado?

  19. A pressão é enorme, é gigante e vem de várias nascentes, para que o PT desista de seus 35% de intenção de votos e vá para 5% ou no máximo 10%, legitimando a vitória futura do golpe pelas urnas. E ainda tem gente que se acha inteligente e que vai nessa onda. Se o Ciro assumir um mínimo de compromisso com um projeto nacionalista e de esquerda, em dois dias o Jornal Nacional acabará com ele, na hora certa. Fora de Lula não há solução.

  20. Deixei um comentário aqui mais cedo e vocês não publicaram. Só publicam os que concordam é?

  21. Só Lula tem força politica para tomar o comando do país. qualquer outro que não esteja alinhado as “forças do golpe”, seria moído em 2 semanas de ataques jurídico/midiático com a fúria usada contra Lula.

    * Este canal se mantém com decência imparcial, e isso merece ser apontado. Estamos perdendo canais de comunicação “Conversa Afiada” já faz campanha pró Ciro abertamente, “O Cafezinho” tem seu editor chefe, participando das discussões do fórum, em defesa de que Lula indique Ciro. Certamente todos tem lado, e direito a ter, mas seduzir, manipular, ainda que com “boas intenções” não é tolerável.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.