Primeiro programa de Haddad muda tom, mas não abandona Lula. Veja

Contrariando as intrigas de que iria apagar todos os vestígios da presença de Lula em sua campanha política do segundo turno, o primeiro programa de Fernando Haddad na televisão teve a presença do ex-presidente, em gravações antigas, qualificando o desempenho do candidato como Ministro da Educação de Lula, e nenhum traço do tão falado “abandono” do líder petista.

O programa, como não podia deixar de ser, começa com o repúdio à escalada de agressões fascistas, mas logo vira o tom para pontos afirmativos, com alguns segundos sobre o currículo profissional e familiar do candidato. Começam as propostas sobre emprego, salário, educação e os compromissos do candidato em cada um destes pontos.

De volta ao começo, o programa se fecha com a reafirmação da fé na democracia e na paz.

Já o programa de Bolsonaro é só medo, sentimentalismo tolo para parecer simpático às mulheres – a história da vasectomia é ridícula e espera-se que ninguém queira que ele prove mesmo se a fez – e a exploração desavergonhada da fé e do nome de Deus.De propostas, zero.

De fanáticos para fanáticos.

Assista e compare:

Haddad

Bolsonaro

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

33 respostas

  1. Fernando Brito, me parece que Bolsonaro editou uma fala de Lula nesse vídeo!!!

    Atenção aos 0:44s do vídeo… existe um corte perceptível na fala de Lula!

    “… todos aquele que participaram do Foro de São Paulo CHEGARAM AO PODER.”

    A parte do “Chegaram ao Poder” parece ter sido recortada de outro discurso…

    Alguém sabe qual é o vídeo original de onde foi retirado essa fala???

      1. Eu já procurei vários discursos de Lula no Foro de SP e até agora não achei a parte que eles editaram.

        Existe um corte muito mal editado, o tom da voz do Lula mudou completamente.

        Procura aí no youtube também… acho que ninguém vai investigar a não ser o povo na internet. O discurso de abertura do Foro de SP que tá na Carta Maior com certeza não é… eu já procurei. Eu sei que é possível fazer busca no google por trecho de som e imagem… mas eu não sei fazer isso… se alguém souber.

        1. Até pra alguém que não entende nada de edição como eu isso ficou claro. Imagina pra algum especialista!

          1. Procurei lá e não achei… eu vi eles denunciando outras mentiras… essa ainda eu não vi.

    1. Eu já comentei aqui – pelo que vimos naquele video que ele gravou no hospital – que ele interpreta muito bem e tem talento. E fui sincera. Mas fui sincera também quando eu disse que a rampa do planalto ele nao vai subir não.

  2. Sem Lula, Haddad não teria metade, talvez nem 1/3, dos votos que conseguiu no 1º turno. Essa história de abandonar as cores do PT e da Esquerda e o número do partido, o 13, assim como pedir ou anunciar apoios de políticos golpistas e de direita (FHC, Marina, Alckmin, Meirelles, etc.) é tiro no pé e pela culatra, além de álibis e munição para o adversário nazifascista.

    1. Como otimista incorrigível, acredito que as pressões e críticas da última semana começam a surtir efeito: vídeos de Lula, Haddad sem gravata, propostas concretas para economia.
      Por outro lado, está me irritando essa ênfase no “professor”. Soa elitista, o oposto das características de Lula. Parece o outro Fernando, o Henrique Cardoso, em campanha há 20 anos…

  3. É mas o pessoal dele esses imbecis acham o máximo e muitos dos anti PT, para eles ter proposta pouco importa. Me confrontei outro dia com um vizinho que vai votar no Bolsonaro e disse que não se importa de ser chamado de facista como querer argumenta com esse povo não adianta apenas falei que nem ele nem qualquer facista irá me fazer baixar a cabeça ou me obrigar a deixar minha convicções. Recado dado saí par passear com meu cachorro impressionado com o ódio que não tem explicação de tão simplório…. tudo de ruim que está acontecendo é culpa do PT e o Lula. É o ódio pelo ódio.

  4. Malu Aires
    1 h ·
    A ironia também sabe ser cruel e cretina.
    Antes daquele cecezento 2013, as pessoas estavam indignadas com o avanço da bancada da bíblia sobre os direitos humanos.
    Sofriam de enorme repugnância por pastores e estelionatários da fé que abusam da crença e ingenuidade dos povos mais vulneráveis.

    Hoje, a classe média trocou as panelas que bateram em 2016 por bíblias fechadas de Malafaia, Valdomiro, entre outros charlatões da fé, intolerantes por lucro e “estratégia”.

    Todos entram numa corrente messiânica. A fé nos memes de whatsapp, move os fiéis do preconceito.
    De mãos dadas com paneleiros e apoiadores da tortura, intolerantes, caminham. Comemoram a política da barbárie e violência. Da mentira e da blasfêmia.

    Acreditando que o PT é o diabo, vale até operar um milagre – tirar 80 kg de bosta da barriga do paneleiro e transformar a bosta em Messias.
    “Aleluia! Aleluia!’
    E blasfemam: “Deus acima de todos”.

    O verdadeiro Deus chora lá de cima.
    Manda recado pelo Papa.
    “Papa comunista de merda!”

    Deus, então, apela. Manda um astro do rock.
    “Não meta o nariz onde não é chamado!”

    Deus tenta então, falar no coração das pessoas que dizem: “Deixa esse Deus aí falando sozinho! Ignore-o! Ouvir Deus é como jogar xadrez com pombo”.

    Deus chora lá de cima, olha pra Jesus que lhe diz: “Pai, perdoe-os. Eles não sabem o que fazem”.
    Deus diz: “Sabem sim, meu filho. Mataram você e estão colocando um Jair no teu lugar.

    1. O Bozo fascista é resultado da fórmula: PSDB, Globo e pastores evangélicos. Lógico que sem esse bando de acéfalos que serão provavelmente a primeira vítima, ele não teria o alimento pra crescer e fazer da política um negócio de família.

  5. Ainda bem que a campanha traz Lula a razão de Haddad está no segundo turno, qualquer outra estratégica sem a presença dele seria capitular diante do inimigo, porque o coisa ruim não é adversário e sim inimigo. O caminho é bater na tecla da covardia do Boçalnato de fugir dos debates.

  6. Eu acho que perdemos e discordo de sua interpretação do texto
    Realmente existe um monte grande mesmo de pessoas no Sul e Sudeste refens de milícias e traficantes que nós da esquerda, com nossa visão mais humana não fomos capazes de resolver. Eu não voto nele, com certeza, mas, discordo, acho que o programa dele pegou a veia de quem mais importa para a eleição dele que é o povo cercado de violência
    Infelizmente e, sinceramente, não tenho esperança que isso vá mudar, porém, há apenas uma pedra neste caminho para ele e que pode ser nossa esperança futura, chama-se economia e seguindo o que eles querem seguir perderemos todos, com exceção dos mais ricos que nunca perdem, mas isto, poucos veem.

  7. Como o bolsa apresentaria alguma proposta, se nem plano de governo definido ele tem – haja vista que ele vive corrigindo o seu vice, e os seus futuros auxiliares no que falam sobre seus propósitos -…. o plano é” necas de pitibiribas “…. Já o Haddad, dá uma aula de tranquilidade, expõe com clareza suas propostas para o futuro governo, enfim , é uma pessoa pronta para assumir esse desafio de presidir o Brasil, um Estadista…
    É 13 !!!! É HADDAD e MANUELA 13 !!!!

  8. Soube pelo Brasil 247 que o exército recebeu de doação 96 blindados dos EUA. Os EUA devem estar contando com uma vitória certa de Bolsonaro e já estão dando munição a ele para invadir a Venezuela. Segundo o site “essa não é a primeira vez que o Brasil recebe equipamentos do exército americano que periodicamente faz doações a ‘nações amigas’ ao renovar seu arsenal”. Sim. Mas desta vez, seguramente, a doação tem um objetivo. Então, alem da violência urbana exacerbada com a perseguição às minorias e a população armada, se bolsonaro for eleito, corremos o risco tambem de termos uma guerra. Isso porque os militares venezuelanos apoiam maduro e vao resistir. Em função da perseguicao dos EUA ao governo de maduro, a China e a Rússia estão apoiando a Venezuela e com certeza vao interferir. O povo além dos problemas economicos corre o risco de ter que sustentar uma guerra para atender o imperialismo americano.

  9. Deus chora lá de cima, olha pra Jesus que lhe diz: “Pai, perdoe-os. Eles não sabem o que fazem”.
    Deus diz: “Sabem sim, meu filho. Mataram você e estão colocando um Jair no teu lugar.(MALU AIRES)

  10. A mudança de cor na campanha é estratégia. Uma forma de atrair outras lideranças para formar uma Frente Democrática. É apostar que não é uma lista de um único partido e sim, uma luta de todos pela democracia! Haddad está atrás nas eleições, precisava fazer algo de diferente. Achei a ideia boa! As cores do PT não vão mudar. Após esse momento de Democracia x Fascismo voltará o vermelho de sempre.

  11. A propaganda do nazista tem todo tipo de canalhice, parece aquelas revistas eletrônicas da TV, de quinta categoria.
    Só não tem programa de governo.

  12. Ao ler no Uol a notícia ‘Agronegócio teme radicalismo e inexperiencia’, notei uma certa insegurança nesse setor produtivo. A preocupacao não é descabida. O único setor que realmente vai surfar num governo do capitão é o de armamentos, porque disso ele entende. A outra tendência é a invasão da Venezuela. O restante não vem ao caso. Ou vocês acham que os EUA estão usando o WhatsApp sem um objetivo a mais que não seja atender o mercado e os bancos.Ora, essa turma ganhou dinheiro a rodo nos governos petistas. Entra governo e sai governo e eles nunca perdem nada. Não se enganem: talvez o principal motivo da intervenção americana via Whatsaap nestas eleicoes brasileiras seja a invasão da Venezuela. Portanto, o Brasil não será um pária entre nações apenas por ter um regime fascista, mas também por desrespeitar o princípio da autodeterminação dos povos. Os EUA querem o Brasil como xerife da América latina para atender seus objetivos geopolíticos.

  13. Pura ignorância do nordestino negro favelado que votar no Bolsonaro…hoje eles são exaltados inteligentes e admirados pelo eleitorado racista do Bolsonaro…depois do dia 28 voltarão à ser analfabetos ladrões favelados…por esse mesmo eleitorado racista do Bolsonaro!bastar trocar de candidato.Estao enganando a si mesmo quando vota no Bolsonaro e apenas alimentando o racismo e ódio deles!

  14. O capitão está fugindo dos debates. Daí, já que não teremos debates, o jeito é improvisar como fez Marcelo Adnet. Veja o video: ‘Adnet simula debate entre Haddad e Bolsonaro no programa do Bial’, no site diário do centro do mundo.

  15. Uma Grande interrogação no ar. A Dona Globo esta quieta igual criança com a fralda cheia. Da a entender que cometeu uma grande cagada e agora fechou o bico. Tanto que falou contra o PT e agora vê-la sem ação é no mínimo estranho. Ou será que por trás dos panos teria acertado também com o capetão dos evangelicos e das milícias armadas. Se foi isto será que teremos beijo de gays e de lésbicas nas próximas novelas da Globo. E as novelas espiritas que os evangélicos dizem que é coisa do capeta será que o coiso vai deixar passar.Como Será que os donos da Band, do SBT e da Record Irão se posicionar em relação aos Marinhos sendo todos financiadores da campanha do traste. Tudo isso, claro, se o coiso ganhar. São apenas conjecturas mas dá o que pensar.

  16. Carta-testamento de Getúlio Vargas, 24 de agosto de 1954:
    Mais uma vez as forças e os interesses contra o povo coordenaram-se e se desencadeiam sobre mim. Não me acusam, insultam; não me combatem, caluniam; e não me dão o direito de defesa. Precisam sufocar a minha voz e impedir a minha ação, para que eu não continue a defender, como sempre defendi, o povo e principalmente os humildes.
    Sigo o destino que me é imposto. Depois de decênios de domínio e espoliação dos grupos econômicos e financeiros internacionais, fiz-me chefe de uma revolução e venci.
    Iniciei o trabalho de libertação e instaurei o regime de liberdade social. Tive de renunciar. Voltei ao governo nos braços do povo.
    A campanha subterrânea dos grupos internacionais aliou-se à dos grupos nacionais revoltados contra o regime de garantia do trabalho. A lei de lucros extraordinários foi detida no Congresso. Contra a Justiça da revisão do salário mínimo se desencadearam os ódios.
    Quis criar a liberdade nacional na potencialização das nossas riquezas através da Petrobras, mal começa esta a funcionar a onda de agitação se avoluma. A Eletrobrás foi obstaculada até o desespero. Não querem que o trabalhador seja livre,não querem que o povo seja independente.
    Assumi o governo dentro da espiral inflacionária que destruía os valores do trabalho. Os lucros das empresas estrangeiras alcançavam até 500% ao ano. Nas declarações de valores do que importávamos existiam fraudes constatadas de mais de 100 milhões de dólares por ano. Veio a crise do café, valorizou-se nosso principal produto. Tentamos defender seu preço e a resposta foi uma violenta pressão sobre a nossa economia a ponto de sermos obrigados a ceder.
    Tenho lutado mês a mês, dia a dia, hora a hora, resistindo a uma pressão constante, incessante, tudo suportando em silêncio, tudo esquecendo e renunciando a mim mesmo, para defender o povo que agora se queda desamparado. Nada mais vos posso dar a não ser o meu sangue. Se as aves de rapina querem o sangue de alguém, querem continuar sugando o povo brasileiro, eu ofereço em holocausto a minha vida.
    Escolho este meio de estar sempre convosco. Quando vos humilharem, sentireis minha alma sofrendo ao vosso lado. Quando a fome bater à vossa porta, sentireis em vosso peito a energia para a luta por vós e vossos filhos.
    Quando vos vilipendiarem, sentireis no meu pensamento a força para a reação.
    Meu sacrifício vos manterá unidos e meu nome será a vossa bandeira de luta. Cada gota de meu sangue será uma chama imortal na vossa consciência e manterá a vibração sagrada para a resistência. Ao ódio respondo com perdão. E aos que pensam que me derrotam respondo com a minha vitória. Era escravo do povo e hoje me liberto para a vida eterna. Mas esse povo, de quem fui escravo, não mais será escravo de ninguém.
    Meu sacrifício ficará para sempre em sua alma e meu sangue terá o preço do seu resgate.
    Lutei contra a espoliação do Brasil. Lutei contra a espoliação do povo. Tenho lutado de peito aberto. O ódio, as infâmias, a calúnia não abateram meu ânimo. Eu vos dei a minha vida. Agora ofereço a minha morte. Nada receio. Serenamente dou o primeiro passo no caminho da eternidade e saio da vida para entrar na história.
    Cópia da Carta-Despedida, manuscrita[3]:
    Deixo à sanha dos meus inimigos o legado da minha morte.
    Levo o pesar de não haver podido fazer, por este bom e generoso povo brasileiro e principalmente pelos mais necessitados, todo o bem que pretendia.
    A mentira, a calúnia, as mais torpes invencionices foram geradas pela malignidade de rancorosos e gratuitos inimigos numa publicidade dirigida, sistemática e escandalosa.
    Acrescente-se a fraqueza de amigos que não me defenderam nas posições que ocupavam, a felonia de hipócritas e traidores a quem beneficiei com honras e mercês e a insensibilidade moral de sicários que entreguei à Justiça, contribuindo todos para criar um falso ambiente na opinião pública do país contra a minha pessoa.
    Se a simples renúncia ao posto a que fui elevado pelo sufrágio do povo me permitisse viver esquecido e tranqüilo no chão da Pátria, de bom grado renunciaria. Mas tal renúncia daria apenas ensejo para, com mais fúria, perseguirem-me e humilharem. Querem destruir-me a qualquer preço. Tornei-me perigoso aos poderosos do dia e às castas privilegiadas. Velho e cansado, preferi ir prestar contas ao Senhor, não de crimes que não cometi, mas de poderosos interesses que contrariei, ora porque se opunham aos próprios interesses nacionais, ora porque exploravam, impiedosamente, aos pobres e aos humildes.
    Só Deus sabe das minhas amarguras e sofrimentos. Que o sangue de um inocente sirva para aplacar a ira dos fariseus.
    Agradeço aos que de perto ou de longe trouxeram-me o conforto de sua amizade.
    A resposta do povo virá mais tarde…

    https://youtu.be/sSo2AScFF7w

    https://www.facebook.com/brasileternamente/videos/747330218934206/15:34 12/10/2018Carta-testamento de Getúlio Vargas, 24 de agosto de 1954:
    Mais uma vez as forças e os interesses contra o povo coordenaram-se e se desencadeiam sobre mim. Não me acusam, insultam; não me combatem, caluniam; e não me dão o direito de defesa. Precisam sufocar a minha voz e impedir a minha ação, para que eu não continue a defender, como sempre defendi, o povo e principalmente os humildes.
    Sigo o destino que me é imposto. Depois de decênios de domínio e espoliação dos grupos econômicos e financeiros internacionais, fiz-me chefe de uma revolução e venci.
    Iniciei o trabalho de libertação e instaurei o regime de liberdade social. Tive de renunciar. Voltei ao governo nos braços do povo.
    A campanha subterrânea dos grupos internacionais aliou-se à dos grupos nacionais revoltados contra o regime de garantia do trabalho. A lei de lucros extraordinários foi detida no Congresso. Contra a Justiça da revisão do salário mínimo se desencadearam os ódios.
    Quis criar a liberdade nacional na potencialização das nossas riquezas através da Petrobras, mal começa esta a funcionar a onda de agitação se avoluma. A Eletrobrás foi obstaculada até o desespero. Não querem que o trabalhador seja livre,não querem que o povo seja independente.
    Assumi o governo dentro da espiral inflacionária que destruía os valores do trabalho. Os lucros das empresas estrangeiras alcançavam até 500% ao ano. Nas declarações de valores do que importávamos existiam fraudes constatadas de mais de 100 milhões de dólares por ano. Veio a crise do café, valorizou-se nosso principal produto. Tentamos defender seu preço e a resposta foi uma violenta pressão sobre a nossa economia a ponto de sermos obrigados a ceder.
    Tenho lutado mês a mês, dia a dia, hora a hora, resistindo a uma pressão constante, incessante, tudo suportando em silêncio, tudo esquecendo e renunciando a mim mesmo, para defender o povo que agora se queda desamparado. Nada mais vos posso dar a não ser o meu sangue. Se as aves de rapina querem o sangue de alguém, querem continuar sugando o povo brasileiro, eu ofereço em holocausto a minha vida.
    Escolho este meio de estar sempre convosco. Quando vos humilharem, sentireis minha alma sofrendo ao vosso lado. Quando a fome bater à vossa porta, sentireis em vosso peito a energia para a luta por vós e vossos filhos.
    Quando vos vilipendiarem, sentireis no meu pensamento a força para a reação.
    Meu sacrifício vos manterá unidos e meu nome será a vossa bandeira de luta. Cada gota de meu sangue será uma chama imortal na vossa consciência e manterá a vibração sagrada para a resistência. Ao ódio respondo com perdão. E aos que pensam que me derrotam respondo com a minha vitória. Era escravo do povo e hoje me liberto para a vida eterna. Mas esse povo, de quem fui escravo, não mais será escravo de ninguém.
    Meu sacrifício ficará para sempre em sua alma e meu sangue terá o preço do seu resgate.
    Lutei contra a espoliação do Brasil. Lutei contra a espoliação do povo. Tenho lutado de peito aberto. O ódio, as infâmias, a calúnia não abateram meu ânimo. Eu vos dei a minha vida. Agora ofereço a minha morte. Nada receio. Serenamente dou o primeiro passo no caminho da eternidade e saio da vida para entrar na história.
    Cópia da Carta-Despedida, manuscrita[3]:
    Deixo à sanha dos meus inimigos o legado da minha morte.
    Levo o pesar de não haver podido fazer, por este bom e generoso povo brasileiro e principalmente pelos mais necessitados, todo o bem que pretendia.
    A mentira, a calúnia, as mais torpes invencionices foram geradas pela malignidade de rancorosos e gratuitos inimigos numa publicidade dirigida, sistemática e escandalosa.
    Acrescente-se a fraqueza de amigos que não me defenderam nas posições que ocupavam, a felonia de hipócritas e traidores a quem beneficiei com honras e mercês e a insensibilidade moral de sicários que entreguei à Justiça, contribuindo todos para criar um falso ambiente na opinião pública do país contra a minha pessoa.
    Se a simples renúncia ao posto a que fui elevado pelo sufrágio do povo me permitisse viver esquecido e tranqüilo no chão da Pátria, de bom grado renunciaria. Mas tal renúncia daria apenas ensejo para, com mais fúria, perseguirem-me e humilharem. Querem destruir-me a qualquer preço. Tornei-me perigoso aos poderosos do dia e às castas privilegiadas. Velho e cansado, preferi ir prestar contas ao Senhor, não de crimes que não cometi, mas de poderosos interesses que contrariei, ora porque se opunham aos próprios interesses nacionais, ora porque exploravam, impiedosamente, aos pobres e aos humildes.
    Só Deus sabe das minhas amarguras e sofrimentos. Que o sangue de um inocente sirva para aplacar a ira dos fariseus.
    Agradeço aos que de perto ou de longe trouxeram-me o conforto de sua amizade.
    A resposta do povo virá mais tarde…

    https://youtu.be/sSo2AScFF7w

    https://www.facebook.com/brasileternamente/videos/747330218934206/

  17. Esta do medo do Brasil virar uma Venezuela acho que não cola mais. Foi usada pelo Alckmin e não foi positiva para ele. Acho que o povo já tá vacinado contra isso. Eles devem estar pensando que o povo é anencefalo igual o vice do coiso e que não tem discernimento que o Brasil é uma coisa é a Venezuela é outra muito diferente. A Venezuela só tinha e tem um produto para oferecer ao mundo e o Brasil é muito mais que isto. La o que houve foi um complô americano para liquida-la como fizeram com vários outros países no mundo. O que acrescenta voto ao Bolsonaro mesmo são as mentiras da internet e a lavagem cerebral dos pastores aos evangélicos. Ai é que mora o perigo. O resto é balela e conversa pra boi dormir

  18. Falta para Haddad o contato com o povão, mas isso não é um problema apenas dele porque o PT vem perdendo essa proximidade desde o dia em que o Lula chegou à presidência. Assisti com meus próprios olhos o Partido dos Trabalhadores virar o partido dos dirigentes e engravatados burocratas. A militância deixou de ser permanente para se reagrupar a cada 4 anos durante a eleição, estilo Marina Silva.

    Peço que o PT e os petistas reaprendam o bom senso, tenham calma e revivam a audácia que sempre tiveram. A capacidade de ouvir propostas ou críticas sem se sentir atacado é uma dádiva. Escutem o trabalhador, entendam que nem todo mundo teve educação de qualidade e que pessoas diferentes precisam de problemas diferentes.

    Defendam a Petrobras e as estatais. Defendam o trabalhador e seus direitos. Levantem a bandeira do anti-imperialismo, de uma nação soberana que trata todas as outras com respeito e sem ódio. Abordem o problema da segurança pública e abandonem a âncora do desarmamento, Bolsonaro conseguiu monopolizar esses temas e o PT sofre com isso.

    Duvido que meu comentário será publicado, ele nunca é, mas deixo, novamente, um apelo à razão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.