Saída de capital estrangeiro acelera e só deve piorar

fuga

Juliana Machado e Victor Aguiar, no Valor, publicam o preocupante balanço das entradas e saídas de capital estrangeiro na Bolsa de Valores, que acumula um déficit de pouco mais de R$ 15 bilhões desde maio.

“Os ingressos recordes de recursos registrados no começo do ano agora se converteram na maior retirada líquida em um primeiro semestre na história da bolsa. A última vez que uma fuga dessa magnitude aconteceu foi na crise financeira de 2008, quando o saldo negativo anual foi de R$ 24,6 bilhões. No primeiro semestre daquele ano, a retirada foi de R$ 6,66 bilhões.”

Não é (ainda) uma fuga de capitais alucinada, até porque os volumes envolvidos em compra e venda de ações está alto. Mas é um sinal inequívoco de que a volatilidade do dinheiro estrangeiro está altíssima e não poderia ser diferente num cenário enlouquecido do câmbio.

O Banco Central experimentou ontem reduzir a “ração” de dólares oferecidos ao mercado e o resultado foi um novo pulo do dólar.

A especulação corre solta e o mercado experimenta, na Copa, uma sensação de que está “no ar, antes de mergulhar”.

Em três meses, a previsão do Banco Central para o crescimento do PIB caiu de 2,6% para 1,6% e vai cair ainda mais.

A direita brasileira conseguiu um “Efeito Lula” sem Lula.

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

17 respostas

  1. A política econômica do sábio Ministro da Fazenda e Banqueiro Henrique Meirelles se baseia no capital estrangeiro especulativo, o tal do “beijim, beijim, tchau, tchau”.

    No início do ano os tubarões rentistas chegaram com seu dólares “beijim, beijim”, faturaram horrores às nossas custas e agora levam o lucro “tchau, tchau”.

    Meireles e Xuxa, tudo a ver.

    1. E o pior é que não tem competência nem pra isso. Mesmo para atrair o capital especulativo é preciso ter instrumentos e cérebro à frente do BC para evitar ficar encurralado em momentos de turbulência. E estamos praticamente no caminho do curral, sob o risco de ter que queimar reservas cambiais.

      1. Para atrair capital especulativo tem que elevar a taxa de juros nos níveis de FHC, ou seja, 47%. Aí os apostadores vão deixar seu dinheiro no Brasil para render muito. Só assim.

        1. Marcelo, eu quero te recordar que nem com a SELIC em 47% segurou a fuga de capitais, dada a pouca quantidade de reservas em dólares para pagar os compromissos naquela época. Acho que agora o capital especulativo está de olho nas reservas para se apossarem dela. O BC já torrou cerca de 5, 10 bilhões de dólares para conter a a alta dólares e não deu certo. A tendência é perda de mais reservas. Abraços

  2. e lembrar que esse cara pretende financiar a própria campanha pra presidência
    alguém me explica como esses caras ganham tanto $$$$ sendo tão burros, será que ele acha mesmo que tem chance de vencer?

    1. Ele passou a vida inteira sendo subalterno muitíssimo bem remunerado de banqueiros internacionais. Fazia o servicinho sujo na América Latina, com status de “presidente” mas sem precisar tomar decisões estratégicas, quem fazia isso eram os caras inteligentes.

        1. Rita,, ele é apenas um dentre muitos outros. Um grande FDP assim como o Parente, o magrelo escroto e americano. BANDIDOS, deveriam estar na CADEIA!! LULA LIVRE!!

  3. “A direita conseguiu o “efeito Lula” sem Lula”. Impecável a conclusão. O Brasil do século XXI, para mal dos nossos pecados, não tem sequer uma direita com capacidade intelectual mínima. Dá saudade de Delfim Neto, Simonsen, Robertos Campos, Ernâni Galveas e tantos outros, que podiam ser conservadores mas ao menos tinham inteligência e agudeza na área econômica além de visão de país. Seria impensável cometerem tantas asneiras em política econômica e deixarem o país entregue aos Ilans, Parentes e outros “cabeças de planilha”.

    1. E só a distância do tempo, a turma da bufunfa não muda, os netos e os bisnetos são tão ruim quantos seus avós. São golpistas e oportunistas como sempre. Podemos dizer apenas que criaram o mundo que seus netos e bisnetos transitam livremente.

  4. Mas isso e muito fácil de resolver. E só tirar a Dilma que tudo vai melhorar.
    Como? Já tiraram a Dilma? É mesmo!
    Mas, então, como é que tudo continua na mesma? Como é que o País continua afundando? Por que o barco está fazendo água sem parar?
    Será que rezar e fazer jejum ajuda? Tomara que sim porque, pelo andar da carruagem, não demora para ser a única opção!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.