Trump usa ‘palpite’ para dizer que coronavírus ‘não mata tanto’. Ouça

 

O herói do palhaço é mais irresponsável que o próprio palhaço.

Donald Trump disse hoje que acha “muito alta” a taxa de mortalidade estimada pela Organização Mundial de saúde em 3,4% dos casos de infecção.

Baseado no que definiu como “um palpite”, ele disse que a taxa “é realmente um número falso”.

Disse que muitas pessoas nem precisam procurar um médico.

E estimou que a mortalidade é de 1%, e que “muitas pessoas terão isso [o coronavírus], e é muito suave”.

Nos EUA, a doença “muito suave” já matou 11 dos 162 oficialmente contaminados.

Seriam 6,8% dos casos, o dobro da taxa estimada pela OMS, se não houvesse a quase certeza de que o número de casos estivesse subdimensionado, pela falta de kits de testes e pela dificuldade de pessoas mais pobres de terem iagnósticos em uma rede de saúde quase 100% privada (e cara).

Aliás, o jornal inglês Financial Times fez uma pesquisa, que publica hoje, na qual registra que “34% dos norte-americanos acreditam que o aumento dos custos com saúde é a nuvem mais escura que paira sobre a economia dos EUA , ante 26% há cinco meses”.

March 5, 2020

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

5 respostas

  1. provavelmente os eua serão os menos afetados pelo coronavirus. não vão poder ir no hospital para tratar, vai explodir a subnotificação

  2. CAOS O ESTADO NORTE AMERICANO NÃO ASSUMA OS PACIENTES, IANQUES CAIRÃO PELAS RUAS COMO MOSCAS…

  3. Devem ter chegado à conclusão de que o Brasil está precisando de um reforço de doutrinação pró-imperialista no campo geopolítico. Então, o Brasil resolveu expulsar diplomatas da Venezuela de Brasília, para mostrar que está vivo e combatendo do lado lado mais escuro do imperialismo norte-americano. Vão insistir até que consigam com que o Brasil rompa relações diplomáticas e principalmente comerciais com a Rússia e com China, embora com isso metade do país venha a passar fome. E parece que soltaram uma avalanche de fakenews naquele estilo de dizer que o Lulinha é dono da Friboi, só que contra o presidente Putin, da Rússia. Vídeos dizem que o Putin tem setecentos carros de alto luxo,entre os quais lamborghinis, ferraris e rolls royces, uma coleção de 20 mansões ao redor do mundo, e aqui ilustram com o Grande Palácio do Kremlin como se fosse sua propriedade, com todo o complexo do Kremlin como se fosse um parque de uso exclusivo seu. Dizem que ele esnoba circulando com uma limousine que custou aos cofres público 200 milhões de dólares, mas pessoalmente só sai com um velho lada, para dizer que é pobre. Dizem que ele só declarou um modesto apartamento com uma vaga na garagem, mas que mandou construir uma mansão, da qual exibem uma foto que mais parece o Palais de Versalles, por um bilhão de dólares, com três heliportos e toda decorada com milionárias obras de arte. Como ele mora no Kremlin e no seu apartamento, esta mansão deve se localizar na Lua. Além disso possui vinte jatos e jatinhos particulares, com cabines enfeitadas de joias. Vão mostrando estas maluquices com ampla ilustração que inclui capas da Forbes, como se a revista coonestasse com as capivarices. No entanto, certamente muitos vão acreditar neste angu sem sal, já que são tão crédulos que até no Guedes acreditam. Isso faz lembrar o tempo em que diziam que o Fidel tinha uma fortuna de 2 bilhões de dólares escondida na Suíça. Estamos colocando isto para que se tenha ideia do quanto são ousados estes fabricantes de canalhices.

    1. Alecs, o que assusta mesmo é a quantidade gigantesca de imbecis e retardados que acredita piamente nestas fake news.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *