Valentes com Haddad; miudinhos com o general

Ontem falou-se aqui do grau de rebaixamento do jornalismo brasileiro com o Tribunal da Inquisição montado pela Globonews para queimar vivo Fernando Haddad.

Enganou-se quem achou que era o mais baixo degrau a que poderiam descer.

A entrevista do General Hamilton Mourão, ontem, foi ainda pior.

Tibieza, covardia, palavras mansas, tons suaves, mesmo quando os assuntos eram os mais brutais.

Admitiu abertamente um “autogolpe” partido do presidente ou do Congresso, sem meias palavras.

Na bancada de entrevistadores, uma torturada e um exilado pela ditadura, Miriam Leitão e Fernando Gabeira  ouviram mansamente fazer-se a apologia de um torturador – o coronel Carlos Brilhante Ustra –  sobre quem Leitão não disse ter mandado assassinar pessoas, mas que “pessoas morreram” no quartel que comandava (de que morreram, de gripe?).

No final, atropelada pela pérola do general – “heróis matam” – ela foge correndo para mudar de assunto, perguntando sobre Previdência.

O ponderado jornalista Luís Costa Pinto, em seu Facebook, anota que era “indisfarçável [a] cordialidade do pelotão de fuzilamento global para com um general que não esconde sua paixão pelos algozes da democracia e seu desprezo pelo sistema democrático”.

“Começa a ficar evidente que a parte da mídia que foi derrotada em 2002, 2006, 2010 e 2014 pelo projeto popular vitorioso nas urnas presidenciais perdeu a compostura e a vergonha: vai aderir ao “nacional bolsonarismo” porque descobriu que é agora o único caminho para tentar conter nova vitória do campo popular e democrático”.

Mas este não foi, ainda, o último degrau. Baixarão outros, nessa empreitada.

A lama é movediça e costuma chupar até afundar completamente aqueles que admitem chafurdar nela.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

60 respostas

  1. Se os cardeais dizem não ter escrúpulos de qualquer natureza (apud Passarinho&Ricupero) imagina o que não passa na mente do baixo clero que vivem da disseminação da “fé”. Ou pior o que não passa na cabeça da beata e do beato canalhinho.

  2. A Globo não aprende mesmo. Esses pseudo jornalistas deveriam saber que numa democracia, os militares estão submetidos ao poder civil. Ou querem voltar ao passado tenebroso, que só Bolsonaro e seu vice se orgulham dele?

  3. A que ponto nós chegamos a de um general vice entrevistado pela Globo News, apoiador de ditadura, enaltecer um torturador, coonel Ustra Brilhante, e nenhuma indignação causar nos entrevistadores. O torturador que é a figura mais abjeta de qualquer regime ditatoria,l antes até os tiranos preferiam esconder ou dizer que ignoravam a presença deles, nesses novos tempos são cultuados e o pior com o silêncio ou omissão dos presentes ditos jornalistas.

    1. Até onde sei, apologia a crime é punível pelo Codigo Penal. Militares reformados também, como é o caso.

      1. Muito bem lembrado… E por que é que ninguém progressista (não falo só das pessoas diretamente envolvidas nas campanhas dos candidatos das esquerdas) se apresenta para “chamar às falas” na Justiça esse tão patente (pateta?…) criminoso ? Todos/as reclamam mas ninguém quer se envolver e assim eles/elas crminosos/as golpistas vão passando e vão levando com a barriga a situação crítica de um país inteiro.

        #eusoulula #eusouLula

  4. Eu sabia que eles, antes covil de lobos, iam se trasmudar em pintinhos recém saídos dos ovinhos. Piu piu piu…Patéticos.

  5. A única coisa que prestou dos vômitos do *amigão do ‘thompSONSO Flores do ‘mor(T)o'” do TRF-4 PATETAS puxadinho do Projac da Globo/CIA LIXO tóxico estrangeiro:
    “O governo eleito pelo povo deve se comunicar diretamente com o povo, levar os projetos para o Congresso Nacional trazendo junto o povo… E esta comunicação deve se dar constantemente, inclusive, através do uso permanente de cadeia nacional de rádio e televisão.”

    NOTA: Fernando LULA Haddad TRIpresidente já conta, de antemão, com o apoio do Mourão!

    *’milico’ Mourão, candidato a vice do troglodita nazista

  6. ESTE PRIMATA SÓ FOI POUPADO NÃO PELA SUA CONDIÇÃO DE ALIENADO GRADUADO (militar), MAS,PORQUE ESSA TÁBUA PODRE ,O BOLSOASNO E ESTE PRIMATA ANTI-DEMOCRACIA SÃO A ÚNICA OPÇÃO QUE LHES RESTOU PARA SE SALVAR DO NAUFRÁGIO DO GOLPE 2016.
    ELES SE MERECEM ,BICHOS RASTEJANTES CHAFURDANDO NO LIXO.

  7. Os globóides (andróides da Globo) já mergulharam na campanha do Bolsonaro que, por sua vez, há de ser o Waterloo da direita. Devemos estar preparados, depois da facada o próxima passo pode ser tentar melar as eleições.

  8. excelente texto. No caso da “entrevista” de Haddad, o procedimento dos “juízes” (repórteres não foram) lembra o tratamento dispensado à Manuela no Roda Viva: acusações (não eram perguntas) em rajada, interrupção do entrevistado para que os “juizes” pontificassem seus (do patrão) pontos de vista. Havia uma verdade oficial que se intentava impor como dogma. As respostas do entrevistado eram ignoradas. No mais das vezes eram atalhadas, Haddad não podia expor seu argumento. Aquilo é um lixo de “entrevista”. Gente medíocre e ignorante de economia, politica, história, sociologia, se arrogando a impertinência de calar alguém que é especialista nesses campos. Não se busca informar o público, o intuito é doutrinar. Aqueles “jornalistas” são de uma esqualidez intelectual apropriada ao desempenho das suas funções de paus-mandados. O comportamento covarde diante do general deixa à mostra a falta absoluta de caráter, decência ou mesmo mera competência profissional daquelas figuras lamentáveis na sua sabujice.

  9. cada vez mais comprovado. rede lodo abandonou os tucanos
    reunião com o marinho, bozonaro esFAKEado, e a rede lodo nesse vitimismo. entrevista paz e amor.

    bozonaro conseguiu virar o candidato oficial da rede lodo.

  10. Repetindo minha avó: quanto mais abaixamos, mais aparece o rêgo. No caso dos jornalistas da GloboNews, o tubo de KY já estava no bolso, junto com um bilhetinho que dizia, “entre sem bater”. Meus Deus, que fizeram com Miriam para ela aceitar algo assim? Sindrome de Estocolmo ao cubo?

  11. Não foram duros só com o Haddad.
    Foram extremamente duros com o Ciro e com a Kátia Abreu também.
    Normal e esperado isso.
    Ontem assumiram que a conversa do João Roberto Marinho com o Bolso + Paulo Guedes resultou num pacto.
    Agora vamos ver qual vai ser o jogo do Lula e do PT nisso.
    Se igual em 89 quando serviram para impedir vitória do Brizola dando o candidato ideal para ser derrotado no segundo turno ou se ainda pensam no país e no povo brasileiro.
    Não existe nesse momento gravíssimo insistir no Haddad para ser presidente por procuração.
    Hora de unir forças populares e pensar no interesse maior do povo brasileiro.
    Hora de retribuir a história com a generosidade que o Brizola tratou o PT e o Lula tantas vezes.
    Tijolaco tem que sair da bolha para fazer jus ao nome.

    1. Fazer jus ao nome e a Brizola não é sacramentar as escolhas e a atual direção do PDT.
      A democracia exige a escolha popular.
      As consequências são oriundas dessas escolhas. E nós somos responsáveis por nossas escolhas.

      1. Não estou preocupado com decisões cartoriais seja do PT, do PDT ou de qualquer outro partido.
        Me preocupo com o país e o povo brasileiro sofrendo demais por conta desse processo nefasto que se abate sobre nós.
        E nesse sentido não tem como sacralizar o PT e o Lula, que colocaram o Temer como vice e contribuíram demais para isso tudo.
        Precisamos encarar os fatos – nenhuma autocrítica foi feita e ainda se aliaram a golpistas só em estados onde o Lula e o PT são muito fortes.
        Preferiram Jarbas Vasconcelos a Silvio Costa. Omar Aziz a Vanessa Graziotin. Eunício ao senador do PT no Ceará. O candidato do PSD a Lídice da Mata na Bahia.
        Tudo isso em nome de um suposto pragmatismo, mas que na verdade só serviu para atender interesses eleitorais desses que citei e para impor uma suposta hegemonia do PT no campo popular e tentar isolar o Ciro, pq o PT não admite caminho no campo popular sem eles serem os condutores.
        Se esquecem que hoje – justa ou injustamente – carregam uma rejeição gigantesca em setores da sociedade que sempre apoiaram o PT.
        Viu os índices dos candidatos do PT no RJ, SP, ES, PR, MS, DF ou GO por exemplo ?
        Hoje a verdade é que o Haddad é o sonho de consumo do Bolsonaro e da direita num segundo turno.
        Como foi o Lula em 1989.
        Simples assim.

        1. O sonho de consumo cujo andamento está se concretizando, tanto da direita COMO DO CIRO é tirar Lula das eleições. Preciso buscar no google as diversas declarações do Ciro neste sentido? Preciso falar mais alguma coisa? Vocês ajudaram a tirar Lula mas vão ter que engolir o Haddad, futuro presidente. E pare de posar de limpinho e cheiroso.

        2. Veja a resposta do Lula sobre esse papo de fazer autocrítica no áudio de 3 horas. Lula está correto ao meu ver. Vc tem posição diferente e deve ser respeitado. Simples assim. Lula respeita divergências e contraditório.

    2. Francamente, difícil decifrar o que se passa por traz dessas suas palavras. Por acaso você parou pra pensar?

    3. não entendi vc sou elleitor do PT SEMPRE LULA é RAZÃO MAIOR de juntarmos CIRO é ridiculo deseperado ele é quem tem de se descupar com o POVO e APOIAR incodicionalmente haddad 13.

  12. Mas essa a mídia canalha, sem ela não teria havido golpe, nenhuma novidade. Sem uma reforma dos meios de comunicação continuaremos refém desse jornalismo bandido.

  13. Creio que no vídeo deveria estar: Silêncio DA Globo. Mesmo depois de ter admitido (vemos agora que foi só palavrório de um Bonner-ator) que apoiou a ditadura, eles sempre baixam a cabeça para favorecer os mais perigosos (porque são loucos) linha dura.

  14. Uma vergonha! Mais que puxasaquismo, subserviência. O Fernando Gabeira babava pelo General.

    Gabeira parecia o “levantador” de vôlei, empinando a bola para Mourao “cortar”, este só batia para fora.

    O Gabeira só faltou, durante o programa, entregar seu currículo e pedir para o Mourao um ministério.

    Oh Gabeira, nao precisa envergonhar da sua subserviência nao. Todo mundo já te conhece.

  15. Mais do que nunca o que dizia Brizola tem atualidade. Se a globo vai por aqui é seguro ir por lá. Eles ficaram perdidos e medrosos com o Haddad que os deu várias chineladas com educação, conhecimento e firmeza. Também levaram da Kátia Abreu. Quanto ao vice do capitão foi um convescote com chá. Pareciam damas inglesas. A globo está apoiando o capitão e vai amaciar com ele. Se a globo apoia significa que ja estão com medo do Haddad.

  16. Assisti as 2 no YT e nao achei ” valentes” contra haddad, pareceram desesperados, jornalistas fracos o entrevistado haddad mostrou ser esperto e confiante os jornalistas mostraram vaidade e despreparo.

  17. camarotti, cristiana, miriam leitoa, merdal, et caterva, kkkkkkkkkkkk vendidos . NÃO VALEM A BOSTA QUE COMEM

  18. Quando Mirian Leitão questionou se era heroísmo matar 47 pessoas nas dependências comandadas pelo assassino Brilhante Ustra, o Mourão respondeu que “heróis matam”.
    Heróis também matam general, mas Matam em combate no flagror da luta, com o oponente se defendendo e inclusive podendo ser o matador. Lutam com honra. Não assassinam prisioneiros indefesos e aprisionados, manietados e torturados.
    Ustra nunca foi combatente (muito menos herói), foi apenas um assassino.

    1. Prezado Eudes, inicialmente, meus parabéns pela frequente sequência de bons comentários, sempre equilibrados. Depois, escrevo para indicar um pequeno lapso na expressão “flagror da luta”, segundo me parece. É que a expressão mais adequada e frequente costuma ser “no fragor da batalha” mas penso que você pode ter pretendido usar o termo latino ‘flagror’, que está associado a queimar, o que daria o equivalente a “no fogo da batalha, no fogo (auge) da luta”. No mais, perfeitas as suas colocações de que (herois) não assassinam ADVERSÁRIOS aprisionados e indefesos, manietados e torturados e de que aquele já falecido ser hediondo nunca foi combatente muito menos heroi, foi apenas um assassino. Na expectativa de que esta minha intervenção não seja mal interpretada por vossa parte, manifesto votos de muito bom sucesso e apreço por seus interessantes comentários instigantes.

      #eusoulula #eusouLula

      1. Pode ser, mas usei flagror da luta para expressar uma peleia em igualdade de condições entre duas pessoas. Onde ambos contendores não teriam vantagens expressivas sobre o adversário. O herói mata no flagror da luta. Com o adversário manietado e submetido não praticaria o ato, pois transmutaria a ação de heroísmo para covardia. É isso. E Ustra nunca matou no flagror da batalha. Foi apenas um carrasco (em causa própria, não cumpria sentença).

  19. RETIRARAM O VÍDEO E ACABARAM COM O ACESSO …
    É TANTA BURRICE QUE A CAVALGADURA DE FARDA FOI RETIRADA DO AR…
    ESSE IMBECIL FAZ ÓTIMA E PERFEITA “PARELHA” COM BOSÓNARO…
    JÁ PERDERAM…

  20. Esse generaleco-de-pijamas é tão criminoso quanto os ustras da vida. Mas, vê-se por seu discurso de ódio, raiva, ideológico, cretino et caterva a que ponto subumbiram as forças armadas brasileiras, desde sempre, adoradoras desses fardecos assassinos. E a rede globosta, hein, sócia desde sempre dos torturadores-ladrões-golpistas, lá, aplaudindo o generalzinho-de-copo-de-boteco. Haja nojo.

  21. Vou assistir para conhecer o risco q corremos. Nunca vi um general de “verdade”. Fora isso não farei comentários. Sequer merecem.

  22. Assassinos matam. Heróis salvam os fracos e oprimidos. Pelo jeito, não temos mais patriotas nas FFAA.

  23. se esses dois ganharem foi pq o eleitorado quis e portanto merece afundar junto com eles. No exército retirando os 90% q são reservistas de 19 anos do que fica salvam-se os da engenharia e da saúde, o resto Deus me livre. Só mesmo quem nunca pisou num quartel tem ilusões com fardas

  24. O país chegou num outro patamar, a do fascismo instalado. Esses que aí estão apoiando essa insanidade, em nome de seus privilégios, sofrerão as consequências. Não passarão impunes!

  25. Hummm “…as coisas ficaram MEIA complicadA…” Frase do Mourão aos 16:58′ minutos do vídeo. Se fosse o Lula os professores de português ficariam estarrecidos.

    Qto ao resto: um jargão rígido e ultrapassado. Deixou Gilberto Freyre e S.B. de Holanda envergonhados. Jessé Souza com certeza deu muita risada de desespero e de desalento mesmo. É igual ao Vampirão: sem noção, totalmente em sua bolha.
    Santo #LULA, ainda bem q vc existe! O q seria desse Brasil sem vc nosso eterno Presidente? Gratidão???? Salve Haddad tbm. Então é isso aí o general vice do Bozonazi?

    1. generais são os milicos mais burros que tem no exérciti BRASILEIRRO são escolhidos no por merito mas por babação e bajulação dos generais do altocomando que não comandam na verdade nada são milicos de papel de guerra nada sabem tolinhos só sabem perseguir POBRES,

  26. Lembram quando no Reinaldo Azevedo era considerado jornalista todo poderoso, um verdadeiro pit bul do jornalismo. Hoje como este ai, que rosna, mas já estará mansinho como um cordeiro. Estas ameaças de nada irão adiantar, pois o Brasil poderá entrar em guerra civil. É só observarem o RJ! Tá tem tropa adoidada, tentam tomar os morros etc e tal, mas de nada adiantará, pois poderá ser iniciada a guerra lá mesmo. Espero que não, mas, aguardemos.

  27. me desculpe, Fernando Brito, mas eles não foram valentes com Haddad. Foram grosseiros, desinformados, agressivos e ficaram desarmados pela educação, segurança e densidade do Haddad, que não elevou a voz, mas diversas vezes não se deixou ser interrompido e sorria diante das asnices que ouvia. Teve uma, de cabelo comprido, que até agora não sei se é surda ou tapada mesmo. Ele respondeu TRES vezes à mesma pergunta e ela não entendia a resposta. Devem estar até agora catando tico e teco. Assisti por causa do Haddad e fiquei muito contente por constatar que temos uma ótimo candidato e também pelo acerto da decisão que tomamos aqui em casa de não assistir “noticiários” na TV. Nunca vi tanta mediocridade junta.

  28. Foi simplesmente vergonhosa a entrevista na Globo News com o general José Hamilton Mourão. Quem pode comparar os mesmos entrevistadores em ação “contra” Fernando Haddad, perfeitamente entenderá o significado do dito popular “dois pesos e duas medidas”. Mas a bem da verdade, seria muita ingenuidade esperar uma atitude diferente numa emissora tão desmoralizada. É digna de pena a postura dos entrevistadores, só faltou continência e pedirem permissão para perguntar. Se bem que “de onde nada se espera é daí que não sai nada mesmo”. É triste ver a decadência de uma profissão (jornalista) que em outras épocas foi a resistência da democracia e a negação do arbítrio. Ainda bem que em alguns jornais (poucos) e em alguns blogs estão entrincheirados os que praticam o verdadeiro jornalismo, defendendo com voz e letras a imparcialidade nas informações, que é o escopo da ética profissional.

  29. Estou vendo se desenhar uma nova ditadura e, com os mesmos participantes de outrora.
    Melhor colocar logo eleições indiretas, já que o povo não pode decidir pela democracia.

  30. Conceder grafar a palavra “general” com maiúscula para um canalha safado desses (esse lesado, que se safou, até agora, da prisão, por crime de lesa-pátria) é algo em que eu não te entendo, ô Fernando Brito!!!! Não tem que ter consideração nenhuma, tem mais é que baixar o sarrafo (na escrita) sem dó nem piedade nesse moleque de recados do imperialismo, de inspiração tão nacional, tão brasileira quanto/como o cu do Trump/pentágono, patrão desse sabujo sujo e das Far$$ASS ArmadA$$ lesas-pátria(s) (do) Bras(z)il…

    #eusoulula #eusouLula

  31. HADDAD
    precisa colocar esses golpistas na parede e faze-los recuar, nossa foi
    muito manso deveria ter dado uma resposta dura neles.

    O PT toma
    uma golpe e parece que gosta de apanhar. Deveria tomar umas aulas com o
    troglodita do boçalnaro, que quando tentaram coloca-lo nas cordas deu
    uma resposta dura que os fez mudar de assunto na hora. Em plena globo
    golpista desmascarou esses canalhas jornalistas perante todo o país! Ou
    aprende ou será a nova Dilma, a geni que tomava porrada e afinava, sedia
    em tudo que a globo golpe e seus tentáculos queriam até cair de
    joelhos!

    Quando a esquerda e o PT vão parar de fingir que lutam e vão para a luta de verdade, desmascarando e dando nome aos golpistas?

    Quanta a Miriam pigão, e Gabeira nessa entrevista do golpista Mourão, talvez queiram sofrer os abusos que sofreram na epoca da ditadura, ou deseje isso para suas filhas e netas. É inacreditável!!!

  32. Entrevistado bastante equilibrado.
    Em 64 havia a possibilidade da esquerda socialista comunista tomar o poder e entramos em guerra.
    Nequela epoca existia uma polarização entre o capitalismo (USA) e o Socialismo comunista (URSS) Optamos pelo capitalismo e hoje observamos a falência do outro regime. Excessos foram cometidos é claro, mas estávamos em guerra e estas coisas acabam acontecendo.
    Se estivéssemos sucumbido ao comunismo hoje estariames bem pior.
    Uma Cuba maior. A intervenção foi um mal necessário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.