‘Vamos faturar’ de Deltan não é o mais grave, mas é o que “pega” mais na ‘Vaza Jato’

Corrupção da função pública é sempre grave, mas não chega a ser novidade. Como não é novidade que ocupantes de cargos e funções públicas usem-nos para se se promover e obter vantagens com isso.

Das revelações feitas pela imprensa, até agora, pelos vazamentos da “Lava Jato” obtidos pelo The Intercept há, certamente, várias coisas mais graves que o plano rastaquera de Deltan Dalagnoll de faturar “cachês” com palestras e eventos.

Acumpliciar-se a um juiz para deformar processos criminais, que afetam honra, liberdade e vida de pessoas é mais grave que “arrumar uma grana” com exploração de prestígio.

Mas no Brasil que foi levado a desprezar o devido processo legal, não há dúvida de que a compreensão pública sobre o que fez Deltan cai na “caixa” inapelável da corrupção.

Desta vez, o procurador não terá o “apoio corporativo”. Não se dirá que “não há nada de mais” nas suas atitudes.

A exploração de prestígio está escancarada, ainda que não possa ser rigorosamente tipificada. juridicamente.

Moralmente – sem trocadilho – está escancarada.

Deltan Dallagnol é um futuro ex-procurador da República.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

26 respostas

  1. Futuro ex-procurador e futuro presidiário.
    Não que o judiciário tenha compromisso com a justiça, mas para limpar a própria cara da lama em que está metido.Querem preservar os dedos e DD é apenas um anel de bijuteria, descartável.

    1. Que sofram o que sofreram os inocentes. Não por ódio, mas para que se coloquem no lugar e sintam o mal nas suas vidas. Destruíram empregos, empresas, economia, nossa soberania, nossa democracia. STF, TRF, TSE, STJ, MP…O mal personificado em instituições. Ódio, racismo, preconceito. Que a lei do retorno seja a maus dura possível. Não ESQUECEREMOS seus nomes.

    2. Mas ainda tenho dúvidas. DD não vai ser o primeiro a cair e deixar por isso mesmo. Deve ter muita gente com rabo preso com ele, que vai postergar sua queda o quanto puder.

      1. A começar pelo MP, PF e PGR. Imaginem quantos entraram ou planejaram entrar como sócios dessa empreitada Lava Jato Ltda? e ainda não surgiram os diálogos específicos sobre negócios com escritórios de delação premiada…

  2. Cabeças vão rolar.
    Golpistas, bolsonaristas e todos os seus aliados no Poder Judiciário e na mídia vão ser guilhotinados pela história.

    1. E têm sorte por não estarmos numa Revolução Francesa. Ou a guilhotina não seria apenas força de expressão!

    2. Espero que a História não demore muito. Caso contrário, nada sobrará do Brasil legal para garantir sequer a vida e a liberdade dos historiadores.

  3. Mais grave foi ter servido para o golpe, quebrado as empresas, colocado Lula na cadeia, provocado a censura prévia com a proibição da entrevista do Lula, fraudado a eleição, interferido na Venezuela e não ter apontado um só banco em toda essa investigação, mesmo com tanta a grana da Odebrecht pra lá e pra cá, não é de duvidar que não tenha nenhum banco nessa história?.

    1. Infelizmente, o mais grave em termos de justiça e de consequências para o futuro do Brasil não é considerado grave para os que detém o poder hoje no Brasil. Para eles, o mais importante é manter o PT e a esquerda engessados, pelo menos até a hora em que o Brasil estiver tão quebrado, que eles prefiram jogar o abacaxi no colos dos opositores.

      1. Verdade, Emilia, daí jogam no colo como fizeram em 2003, a esquerda melhora o país, passa uns anos e vem o capital do 1% mundial e rapa tudo, foi assim na Argentina, está sendo facilmente assim aqui, o Evo Morales com seu gás que se cuide e, desculpe a sinceridade, se não passar uma guilhotina cósmica justiceira por esse planeta, pois no fundo estamos falando de uma merreca de 60 famílias que dominam os bancos, as corporações, o deep state, os think tanks, os bancos centrais, compram os congressos e instalam guerra híbrida ou guerra mesmo onde bem entendem, não sei como vai ser…

  4. E os militares assistem, felizes, como agem os “civis”…
    Eles sempre enxergam o civil como inimigo, já os estadunidenses , Israelenses e todo o planeta são “amigos” do Brasil.
    Alguém aqui vendeu algo para as FFAA na Ditadura anterior?
    Eu era representante entre 1979 e 1985… Muitas histórias!

  5. Para uma turma que acaba de roubar 1 trilhão de reais dos pobres… Numa boa! Estes senhores bandidos não têm limites.
    Acabam de roubar 1 trilhão de reais dos mais pobres. E nenhuma providência das “autoridades”.
    1 trilhão de reais surrupiados dos mais pobres, como é costume deles.

  6. Eu acho bem grave, me parece claro que ele sabia o que tinha que entregar, quem poupar, para ter apoio de quem paga essas palestricas, da mídia, da casta fechada do judiciário, vejo como tudo calculado pra ostentar poder e claro, ser contratado.

  7. O melhor dessa história é que, depois de terem feito tanta gente perder o emprego pelos desatinos que a Lava Jato provocou na economia nacional, os cabeças da organização criminodalavajatense conhecerão a rua da amargura prlas própriad mãos – isso se escaparem de uma bela camisa de onze varas.
    Supondo que escapem, será que, depois de demitido, será que ele vai conseguir outra liminar para ingressar de forma novamente irregular no serviço público?
    E, supondo que sejam presos, será que invocarão o direito constitucional de aguardar em liberdade o trânsito em julgado da sentença condenatória ou ficarão maravilhados com o cumprimento após confirmaçao em segunda instância?

  8. À luz dos diálogos divulgados ontem, ele e seus capangas deveriam ter amanhecido hoje sob mira de inquérito por prevaricação e corrupção em cargo público. Estariam sendo feitas operações de busca e apreensão em seus computadores, celulares e locais de trabalho, tendo sido os suspeitos devidamente afastados de seus cargos até que a investigação fosse concluída.

    Alguém sabe se há uma investigação sendo aberta hoje? Essa é a única notícia que interessa ao país na presente conjuntura. Por muito menos (na verdade sem qualquer indício material) soltaram os fascistas de suas coleiras para que massacrassem o reitor Cancellier.

  9. Quem vai julga lo faz o mesmo e aí ? . Se todos eles tem perdas por diversos motivos , e esse é mote . Ele terá seus ganhos se delatar .

  10. Olha a mentira do bandido:
    “Coordenador da força-tarefa será investigado por supostamente ter comercializado palestras. Ele afirma que a atividade é autorizada pelo MPF e que doou valores a hospital.”
    Isso em 2017 quando o MPF “investigou” o mesmo … Agora vemos como foi a investigação e para quem foi o dinheiro …
    Se investigar essas empresas, veremos que são todas enroladas com a justissa e na verdade estão pagando um suborno para não serem investigadas, simples assim !

  11. O moleque começou bem antes, com a molecagem do power point, sua obra-prima comprobatória. Depois, investimentos no minha casa, minha vida, programa social dos governos perseguidos por ele, mas que podiam render uma boa grana. Em seguida, a administração dos bilhões pagos pela Petrobrás, depois da perseguição lesa-pátria da lava jato. Agora esse projeto desinteressado, republicano, formador de cidadãos conscientes (quá quá qua’), de uma empresinha de palestras, tão inocente que precisa se constituir em nome de laranjas. A desgraça dessa quadrilha foi mexer com um cara que nunca foi como eles. Deus castiga, Dallagnol.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.