Bolsonaro defende Olavo no Twitter e esbofeteia generais

Qualquer um perceberia e este blog disse ontem que era vã a esperança dos generais de que Jair Bolsonaro fosse deter a ousadia das suas falanges, personificadas em Olavo de carvalho.

Hoje, num Twitter com toda a “pinta” de ter sido preparado pelo filho Carlos, o presidente mostra que é aquela a verdade e humilha publicamente o porta-voz dos militares, general Eduardo Villas Bôas.

Diz que Olavo de Carvalho se somou à sua luta contra a esquerda e que este “se tornou um vverdadeiro fã (sic) para muitos”.

“Sua obra em muito contribuiu para que eu chegasse no (sic) Governo, sem a qual o PT teria retornado ao Poder. Sempre o terei neste conceito, continuo admirando ao Olavo”.

Depois da “declaração de amor”, limita-se a dizer que “sempre o terei [a Olavo] nesse conceito, continuo admirando o Olavo. Quanto aos desentendimentos ora públicos contra os militares, aos quais devo minha formação e admiração, espero que seja uma página virada por ambas as partes”.

Aí está, generais, no que deu sua adesão a um desqualificado. Como os senhores não têm coragem de “pedir para sair” , eles os reduziram a soldadinhos para brincar.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

40 respostas

  1. Um perigo com Bolsonaro e um perigo com os militares como se viu na ditadura, com o agravante que esses que estão no comando das FFAA perderam o nacionalismo e soberania, são totalmente entreguistas, se submeteram às forças armadas americanas quando assinaram o acordo MIEA em 2017. Estamos entre duas forças loucas que não têm afinidade com a democracia.

    1. Veja que tremenda ilusão este acordo MIEA. Ele seria um acordo de partilhamento de tecnologia militar entre Brasil e EUA. Só um louco pode esperar que os EUA partilhem com o Brasil algo mais do que já exista nas prateleiras tecnológicas do mundo inteiro. Mas se o Brasil inventar algo novo, ah, então os EUA serão os primeiros a saber.

      Em 2009 a Rússia ofereceu ao Brasil, dentro do programa de aquisição do novo caça nacional, um conjunto de 120 caças SU 35 F, até hoje o melhor caça de quarta geração do mundo, com completa transferência de tecnologia, sendo 36 caças já prontos para voar, e outros 84 a serem construídos em fábricas instaladas no Brasil por engenheiros militares russos em conjunto com brasileiros. Este caça entra-se testado e aprovado em combate hoje na Síria, mostrando-se insuperável.

      O negócio não foi fechado, sendo quase certo que houve um veto militar, já que os militares linha-duríssima consideram os russos como perigosos “comunistas”. Parece que os russos, ao proporem o melhor negócio para o caça brasileiro, se precipitaram em considerar o Brasil como um país amadurecido e independente.

        1. Sim. Em 2009. O Lula naquele tempo pisava em ovos para tentar construir alguma coisa sem contrariar as elites e principalmente os militares. Apesar de sua gigantesca popularidade, a mídia empresarial brasileira fustigava-o diariamente como se ele fosse o homem mais odiado do planeta, e os militares certamente ecoavam este ódio, apesar do crescimento ímpar do país e de seu elevado respeito no mundo. Parecia que vivíamos o tempo todo à beira de um fulminante golpe de Estado.

      1. o que os americanos querem é o nosso conhecimento nuclear(centrífugas) desenvolvido pelo almirante Othon, que por acaso foi preso pelo bretas, Aquele que nunca produziu um parafuso ou qualquer tipo de conhecimento.

  2. Pelo visto e lido no twitter . …..”.devo a Olavo a minha eleição…… ” ,
    Será a PF , MP , TSE , STF, e demais tribunais . Se tornaram Olavetes , e impediram a candidatura Lula ?.

  3. “Quem for mais valente cospe aqui!”

    A treta entre “militares” e milicianos foi reduzida a isto: a um aparente arroubo de pré-adolescentes daqueles idos tempos de um interior qualquer do país.

    E saber que a estes trastes foi confiada uma já quase ex-Nação é o mais triste de ser constatado. Mas, por outro lado, pode-se vislumbrar que suas vidas nesta aventura estão com os dias contados.

  4. Tá parecendo uma vingança do tenente reformado por má conduta contra seus superiores.
    Se tivesse sido punido exemplarmente na época não estariam a reboque desses cavaleiros do apocalipse, ávidos pela destruição do Brasil
    Que eles afundem junto com esse miliciano demente, que elegeram.
    Que se [email protected]

  5. Generais comandados e humilhados pelo sargentão do capitão. É isso mesmo Olavo é o sargentão do capitão Boçalnato que trata generais como recrutas. Não vão calar nunca o guru da extrema direita Olavo, que continuará tratando esses generais golpistas como párias. Humilhados e desmoralizados já estão esses generais de latrina

  6. As FFAA do Brasil são um bando de ignorantes? Entreguistas e antinacionais eu já tinha concluído que são.

  7. Ótimo ver o Villas-Boas estar sendo humilhado em fim de vida. Nada melhor que um imundo que ajudou a destruir o país estar com uma doença terminal e ainda sofrer tais humilhações.

  8. Além de tudo um asno. “tornou-se um ícone, verdadeiro FÃ para muitos”. Não conhece nem a língua portuguesa. Lamentável!!!

  9. Olavo de Carvalho disse aos generais um dia desses: “se não fosse por mil vocês ainda estaria tomando cusparada na cara na porta do clube militar”. O que ele quis dizer foi que por atuação dele é que os Generais, e militares, foram trazidos do ostracismo de volta a vida política do Brasil.
    Bolsonaro pensa a mesma coisa. Deve pensar ele: “me expulsaram do exército. Viro político. Sempre defendi e enalteci o regime militar. Agora eles querem mandar em mim, e no meu governo, só porque são Generais”.

    Mas acredite. Os militares não vão entregar seus cargos. Vão continuar. E vão tomar cusparada na cara do Olavo todo dia. E merecem. E se esses atuais generais que estão no poder saírem, saibam que outros estão doidos para assumirem os cargos. E vão suportar a cusparada na cara. Vão até gostar.

  10. Alô generais, quem os tratava com respeito e dignidade está preso, também por obra e graça do gen. Villas Boas. Passei a acreditar que os senhores “veneram” quem lhes pisa a cabeça, cospe-lhes no rosto, chuta-os nos fundilhos. Essa é a resposta ao falso esquerdismo (na verdade gostam mesmo e de uma ditadura, não de Democracia) que fazem questão de vociferar. Bem feito.

  11. gostei da parte onde o traste analfabeto diz que OC virou fã de muitos

    eitaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa
    o animal é um completo beócio idiota

  12. Marcha soldado ???? ?
    Cabeça de papel
    Se não marchar direito
    Vai preso pro quartel

    * Como essas estrelinhas vieram parar aqui no meu texto?

  13. As Forças Armadas foram muito bem tratadas no tempo de Lula e do PT. Mas, talvez tenham se esquecido disso. Agora, são esbofeteados por um bando de malucos… Que louca aventura estamos vivendo… Nojo de todos!

  14. De uma coisa não resta dúvida: o segundo presidente do golpe de 2016, Jair Bolsonaro, escreve muito bem: de forma telegráfica e confusa, com frases truncadas, desdizendo-se no mesmo parágrafo. Nem precisa se referir aos erros de português. Bate de longe o Presidente Lula, que podia errar no idioma, mas a frase era perfeita.

  15. É inútil tentar chamar esses militares à razão. Eles estão de tal forma ensandecidos contra o que eles chamam de “ameaça comunista/’, a qual estaria personificada em Lula e partidos da chamada esquerda, que se sujeitam à humilhação vingativa de um péssimo militar que foi expulso das forças armadas e, mesmo assim, ainda lhe deram uma patente de capitão. Generais, Brigadeiros e Almirantes … e Coronéis, que exigem a prisão do homem que mais fez pelas forças armadas nos últimos 100 anos e contra quem não conseguiram uma prova sequer de prática de algum crime!…

  16. “Encontrei em 1991 a Câmara tomada por um clima hostil às Forças Aramadas”, diz Bolsonaro. Na verdade, ninguém lutou tanto e tão bravamente para a manutenção do tal “clima hostil” aos militares do que ele, Bolsonaro. Suas sucessivas reeleições dependiam deste nicho eleitoral de velhos militares e outros radicais periféricos a eles, daí a conservação permanente do ódio mantido por eles contra aqueles seus colegas que patrocinaram a tal “abertura lenta, gradual e segura”.

    Segundo o radicalismo bolsonariano, esta abertura não deveria ter existido, mesmo que fosse necessário matar umas 30 mil pessoas. E a “abertura”, segundo aqueles militares inconformados com a passagem do poder aos civis, jogou o Brasil nos braços do “comunista” Sarney, e em seguida nos braços do “comunista” Fernando Henrique, culminando por desgraçar o país com o alto desenvolvimento social e econômico que veio amaldiçoado e conspurcado pela mancha do pecado original do “comunismo petista”, de longe o pior de todos.

    Aqueles militares que fizeram a “abertura lenta e gradual” foram, para estes vetustos militares de pijama, considerados como comunistas infiltrados no ambiente militar. E Bolsonaro sempre permaneceu fiel ao seu eleitorado de linha-ultra-dura, que foi numeroso o suficiente para elegê-lo deputado federal por vinte e sete anos consecutivos, até ele ser escolhido por forças internas e externas para ser o vitorioso Destruidor do Brasil.

  17. Não confundam: FFAA é uma coisa e estes idiotas dos generais mil vezes humilhado e ofendidos são outra coisa.
    O general maior Boa ventura disse que SE (SE, SE, SE, SE) o governo do bozo fracassar, les fracassam.
    SE!?????????????????
    Que idiota.

  18. se tem um pessoal precisando fazer mea culpa são esses generais, a começar pelo Vilas Boas. Mea culpa daquelas de ter que ajoelhar no milho e se auto flagelar. Não vai resolver nossa situação, mas seria bom de assistir

  19. Me pergunto por que os “durões” fardados estão pagando esse preço???
    Qual a ” compensação” ? será só mais uma amostra da sua obediência absoluta as ordenes do império.?
    O que se observa nos comentários deste blog se replica em outros até pouco tempo insuspeitos de opiniões contrárias a “pureza e o nacionalismo” dos uniformados. ,Os sujeitos estão sendo achincalhados ,destruídos diariamente ,despojados de aquela falsa imagem de “guardiões da Pátria” e colocados no seu devido lugar.
    Os argentinos sofreram uma ditadura genocida ,mas ,esta lhes permitu pela amarga experiência,criar a consciência de que nunca mais estes sujeitos se arrogarão o direito de decidir o destino do país.Eles estão no lugar que lhes corresponde.
    O GOLPE de 2016 e o comportamento dos atores do mesmo,está aos poucos levando a criar consciência de quem são eles..

  20. O homem é um mentiroso e destrata publicamente o sejumoro.
    Atribui ao velho que sofre de coprolalia o mérito de sua eleição quando na verdade deve-se ao sejumoro, que prendeu o Lula sem crime.
    Se não fosse o sejumoro este bozo não seria presidente.

  21. Nós temos hoje, em princípio, duas pessoas desonradas comandando o Brasil: o capitão como presidente oficial e Olavo de Carvalho como presidente de fato. Ambos trabalhando para os EUA. Olavo escolhe ministros e comanda os filhos do capitão e as milícias virtuais que usam a difamação como instrumento de chantagem, desmoralização, intimidação e tortura virtual. Olavo está governando o país de fato a distância a serviço dos EUA. O capitao e seus filhos recebem ordens e cumprem porque são reféns dele que sabe toda a imundice que cercou a campanha eleitoral com fake news, a tal facada e a distorção dos resultado eleitorais. O capitão e seus filhos devem uma fatura aos EUA e Israel, e consequentemente a Olavo de Carvalho que está a serviço dos EUA. Que nenhum ministro militar espere o capitão abandonar realmente Olavo de Carvalho porque ele sabe que Olavo não vai pensar duas vezes em destrui-lo. Em quatro meses de mandato o capitão e seu clã só tem trabalhado para pagar a fatura, que é ajudar o EUA a fazer uma guerra com a Venezuela, transferir a embaixada para Israel e entregar o Brasil para os EUA. A reforma da previdencia que é um
    interesse interno do país ele não está nem aí. Eles e seus filhos só pensam no amor que eles sentem pelos EUA. Amor que eu julgo verdadeiro porque estão entregando um país de mais de 200 milhões de pessoas para serem correspondidos. O capitao não desceu do palanque simplesmente porque ele e a maioria de sua bancada, assim como Witzel e Zema nao venceram as eleições. Eles são agressivos porque não têm nenhuma segurança no mandato que ocupam. Gostando ou não do general Mourão tenho certeza que ele não está nessa não só porque é de outro partido mas porque está sendo atacado por Olavo de Carvalho e tem feito contraposição ao capitao. Portanto, que esse recado chegue aos militares que estão chancelando esse governo. Na minha opinião, exceto o general Mourão, os demais militares deviam entregar seus cargos para não se misturarem com os porcos e dar uma lição no capitão.

  22. Faz todo o sentido. O bolsonarismo quer acabar com as instituições. STF, Forças Armadas e o Congresso. O que sobrará? O presidencialismo hereditário, as milícias e a Lava jato. Não é possível que os militares não entendam a visita de Bolsonaro com o Moro na CIA sob esse viés.
    As casas legislativas estão sendo poupadas até a conclusão da Reforma da previdência. Seja bem sucedida do ponto de vista deles, ou não. Questão cronológica , apenas.
    Eles querem o país derrubado em guerrilhas, a população comum refém de milícias e a parte abastada refém da lava jato.
    Ela dominam o discurso nas redes sociais. Alguem já viu as repsosres a twittada do Villas Bôas? Estão defendendo o Olavo e chamando as forcfo armadas de xomunistas. É uma epidemia. Uma guerra psicológica. É o resultado da empresa “Analítica” (nao me lembro como escreve) do dono do Facebook. É como uma geracge de zumbis… E apocalíptico.
    A minha única esperança e a vida real. Que ela consiga vencer a virtualidade

  23. Tamo lascados, se correr o bicho pega se ficar o bicho come. Anular a eleição de 2018 é a saída. #anulaeleicaoja.

  24. Qual é o “espírito da tropa”? Quando foi que o estamento militar brasileiro apoiou as bandeiras da maioria da população brasileira, por uma justa distribuição das riquezas e de renda e de redução das desigualdades sociais e regionais? A História mostra que, com raríssimas exceções, os militares sempre estiveram ao lado dos poderosos, apoiando suas ideias (deles, poderosos) de exploração das nossas riquezas naturais, de desenvolvimento econômico, de redução do tamanho do Estado (entenda-se não o combate – necessário – à burocracia, à corrupção e ao desperdício, mas a redução dos direitos e conquistas sociais da maioria da população, de modo que possam ampliar seus lucros, regalias e privilégios), ainda que conscientes (ou não?) dos males que tais ideias e ações causam ao País e à nação.

    Por que não se manifestam contra as ideias antinacionalistas de exploração predatória da Amazônia? De entrega, a grupos estrangeiros, da Petrobras e das nossas reservas naturais de petróleo? Da Eletrobras, da Embraer, da base de Alcântara? Por que não reagem às ideias de privatização do Banco do Brasil, da Caixa Econômica, do BNDES? Por que não se manifestaram antes contra a venda da Vale do Rio Doce e do nosso subsolo rico em minerais? Por que não reagiram à entrega e extinção da nossa estrutura de pesquisa em telecomunicações? São os militares realmente nacionalistas? Ou são tolos que ainda acreditam no “slogan” surrado de que é preciso “livrar o Brasil do ‘comunismo’”? Ou são mais espertos do que é possível imaginar e estão realizando velho projeto de retomada do poder? Se assim for, qual é esse projeto?

    Não foi claro o apoio do Comandante do Exército ao Bolsonaro, que tratou de lhe dedicar a conquista da Presidência? O presidente do Supremo Tribunal Federal mostrou algum constrangimento com a advertência do Comando Militar? Por que tantos militares agora no agrupamento de comando do governo? Não foi Bolsonaro um mero instrumento para a volta deles ao poder, estando com dias marcados para passar o comando do governo? Como se sente um general ao ter de bater continência para um ex-capitão com passado nebuloso no próprio Exército e insignificante atuação no Legislativo? Será que os novos oficiais da ativa estão associados ao ideário dos velhos oficiais, de pijama, presos ao passado? Será que há nacionalistas de fato no estamento militar? Por que somente os fardados do Exército estão em evidência? O que pensam e como agem os brigadeiros e almirantes?

    E a Venezuela? Não será a Venezuela um mero pretexto, uma cortina de fumaça, para atrair a atenção dos incautos, enquanto os gringos canalhas tramam de fato a desestabilização do Brasil para o ocuparem com mais um golpe? Ocupado o Brasil, será mais fácil tomar a Venezuela e seu petróleo. A cartilha que os milicos brasileiros seguem não é a cartilha dos militares e dos poderosos grupos econômicos dos “states”? É preciso desconfiar do que realmente se esconde por trás dessa movimentação, da subserviência da mídia hegemônica e e da subalternidade dos velhos generais.

  25. todos são malucos, ala dos blogueiros do Bozo, milicos, a neo-pentescostalaiada, olavetes, a ala do mercado, a ala dos milicianos (q aparenta não estar no governo). Ninguém se salva. Os milicos esperam a 3a guerra mundial para próximo, só daí já podemos estimar o q passa pelas suas cabeças. Eternamente golpistas e jogando contra os país, mereciam ter um fim como os da Costa Rica por falta de utilidade. Engenharia, saúde podem ser feitos por outros organismos. Especialmente a pastorzada e a milicada precisam sair desse governo chamuscados, com a população a detestá-los para q eles reconheçam o seu devido lugar e se incorporem ao todo da sociedade de modo são e não no ‘modo anomalia’ como preferem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.