Começa a nova feira livre dos votos. O país é uma confusão

funcionando

Ninguém se iluda de que Michel Temer vá dar por “ganha de véspera” a rejeição da segunda denúncia contra ele na Câmara.

Nem que o quisesse, porque a ocasião é boa para mais pressão de sua base parlamentar por recursos, por cargos e por outros tipos de chantagens, implícitas ou explícitas.

É  tempo de conseguir edições do Diário Oficial, impressões que são mais duradouras que a tatuagem do deputado-comédia do Pará.

Na Câmara, há dificuldades  até para votar matérias do interesse eleitoral dos próprios deputados, quanto mais para deliberar sobre interesses de Michel Temer.

Na melhor das hipóteses, aprova-se uma coisinha ou outra de menor importância, enquanto se aguarda a deliberação na Comissão de Constituição e Justiça do parecer sobre o pedido de processo e, a seguir, se o envia ao plenário.

15 dias, no mínimo.

Para os tucanos, a hora da verdade vem chegando e  Doria vai ter de decidir para que barco vai, se não conseguir naufragar a nau peessedebista.

O general Mourão faz comícios militaristas; Meirelles faz comícios evangélicos: “segura na mão do Deus Mercado e vai”.

Mas as instituições “estão funcionando” e nós estamos discutindo abobrinhas.

Assim que o pessoal descobrir, o próximo da lista é o ISP , o imposto  sobre piercing, em aprovação pela Câmara e já proposto por João Doria para o município de São Paulo.

E a  Bolsa a estourar e, quem sabe, bater 80 mil pontos.

Acho que liberaram alguma coisa mais pesada do que aquela proposta por Fernando Henrique Cardoso.

contrib1

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

16 respostas

  1. Logo, logo algum juiz de primeira distância torna Lula réu em mais uma meia dúzia de processos para abafar a bandalheira que vai acontecer em brasília.

      1. Em brasília se dará o grande balcão de negócios que temer patrocinará visando salvar o próprio pescoço.

  2. Que vergonha o povo brasileiro Brasileiro cantando em prosa e verso o novo hino nacional brasileiro, SE GRITAR PEGA LADRÃO NÃO FICA UM MEU IRMÃO Ridículo os poderes constituídos estão apodrecido.

  3. Sei náo! Mas acho que depois dessa ameaca dos militares, os depuitados váo ferrar Temer. Aguardem os proximos passos.

  4. NADA É POR ACASO ,TUDO É CONSEQUÊNCIA .
    VIVEMOS O QUE VIVEMOS PORQUE NÃO SOMOS UM POVO,SOMOS UMA MASSA DE IMBECIS MANIPULADOS A VONTADE E/OU CARENTES DA CORAGEM NECESSÁRIA PRA BOTAR PRA QUEBRAR.
    ASSIM ELES PRATICAM ESSE ESTUPRO DO BRASIL(nós),ABSOLUTAMENTE A VONTADE E NA LUZ DO DIA.

  5. Quem paga é o povo mesmo…ainda há de chegar a hora que este povo vai acordar….esta podridão com ou sem mercado financeiro favorável, uma hora estoura.

  6. E o pior disso tudo é o trabalhador ter de contribuir MEIO SÉCULO PARA SE APOSENTAR ( 49 años) e 6 MESES DEPOIS da aposentadoria, morrer. Por onde andam as PANELAS que não batem???

    1. moço, nós, do povo, usamos panela para cozinhar.
      quem pode estragar panela é coxinha, elas são caras.

  7. Não é difícil para ele barrar mais essa , pelos motivos citados e outros mais obscuros . Se a denúncia viesse acompanhada com denúncia a quase duzentos deputados comprados por Cunha com dinheiro de propina da JBS , Odebrechet , e outras , se cotizaram para aprovar o impeachament , mesmo assim Temer se safaria . Quem salva o Temer e a mídia e o mercado , eles ainda tem esperança que até o fim do mandato de Temer ele aprova a reforma da previdência e outras de seus interesses . E toda corja fique livre para tal .

  8. De feira em feira, os vendedores de voto parecem não compreender que se aproximam do fim. Dentro do atual contexto, a gula incontrolável vai levá-los ao suicídio. Ou ao corruptocípio.

  9. O aumento no imposto da gasolina e Diesel foi também pra fazer frente a nova rodada de compra de votos pra abafar a nova denúncia contra temer…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *