EUA revogam licença para uso de cloroquina contra Covid-19

A Food and Drug Administration retirou hoje as autorizações de uso de emergência da hidroxicloroquina e cloroquina para tratamentos de coronavírus. As duas substâncias haviam sido autorizadas para tratamento extremo depois de pressões do presidente Donald Trump, apesar das preocupações com sua segurança e eficácia.

Com isso, o uso fica vedado em qualquer situação e virariam lixo os dois milhões e meio de comprimidos que, na semana passada, o governo norte-americano enviou para o Brasil

A agência revogou as autorizações para após solicitação de Gary Disbrow, diretor interino da Autoridade Biomédica de Pesquisa e Desenvolvimento Avançado. Depois de revisar novas informações de grandes ensaios clínicos, a agência agora acredita que os regimes de dosagem sugeridos “provavelmente não produzem um efeito antiviral”, disse a cientista chefe da FDA, Denise Hinton, em uma carta anunciando a decisão.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

11 respostas

  1. A autoridade estadunidense de saúde não fez isso de uma hora para outra, sem estudos a respeito. É claro, portanto, que, ao ‘doar’ 2 milhões de doses da droga venenosa para o Genocida e seus militares delinquentes enfiarem goela abaixo dos pobres brasileiros, Trump e o Tazuni já sabiam, na semana passada, que estavam desovando lixo tóxico e traficando droga para os criminosos receptadores da droga no Brasil, entre eles a horda de militares delinquentes e sugadores das tetas dos contribuintes, nosotros.

    A cumplicidade – com seus ídolos estadunidenses – dessa nefasta, negligente, imprudente, imperita e delinquente nuvem de gafanhotos verde-oliva, sequestradora e devoradora de milhares de cargos e atividades civis do Estado, para rachadinhas e enriquecimento ilícito, é mais que evidente, tendo em vista que as próprias forças armadas de ocupação do Brasil já tinham produzido mais de 2,250 milhões de doses da mesma droga, com o mesmo objetivo: tornar o povo pobre brasileiro em cobaia deste lixo tóxico, mesmo à custa de um genocídio, já em andamento.

    1. PERFEITO! O “MEDICAMENTO” AGORA VIROU SUBSTÂNCIA TÓXICA À SER DESCARTADA E O CUSTO PARA ISSO É IMENSO…
      QUEM VAI PAGAR A CONTA FINANCEIRA E A POLUIÇÃO AMBIENTAL?
      OS OTÁRIOS SUB-COLONIZADOS BOSÓS!

    2. Doaram 2milhões de doses de veneno para rato e fizeram os bandidos genocidas do país comprar mais 8milhões da empresa do Trump …

  2. Enquanto isso, os laboratórios donos da patente riem com o dinheiro brasileiro que está sendo gasto para matar o povo brasileiro. Viva o bozo!

  3. jah sabiam q era lixo e deram destino…. eh duro mas eh a realidade.. temos ateh uma academia militar q produz em massa gente progrmada com software da doutrina americana. Eles sao ate capazes de nos ameacar, justo `nozes` q os sutentamos

  4. Até para Artrite Reumatóide já é uma droga de segunda linha, para malária parece que funciona. Para Covid eu não sei onde tiraram essa ideia… E a charge, impagável! Trump se lascou, investiu na produção desse fármaco, vende pra noishttps://refazenda2010.blogspot.com/

  5. Claro que com a comprovação da ineficácia da droga e diante da insistencia das autoridades em produzi-la, creio que serão responsabilizados pela PGR para que assumam também as responsabilidades para ressarcimento aos cofres públicos dos valores gastos indevidamente na produção da droga e por eventual desastre humano se houver morte de algum cidadão em consequência da administração do referido produto.

  6. A Corte de Haia os esperam (Trump e o Bozó) Eles serão responsabilizados por incentivarem o o uso da Cloroquina.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.