Fachin submete ao plenário denúncia contra Temer. Agora é com Dodge

flechajanot

Anunciada minutos atrás, a decisão de Luiz Edson Fachin de esperar para decidir sobre o pedido para processar o presidente até que haja decisão do plenário do STF  sobre o pedido de Michel Temer para que uma segunda denúncia contra Michel Temer fosse suspensa até a decisão sobre a delação de Joesley Batista e Ricardo Saud significa, na prática, que, com dois dias de mandato, a nova procuradora, Raquel Dodge, terá de assumir posição sobre o caso.

Porque será ela quem terá assento na sessão do Supremo que vai discutir o caso que, na verdade, é um debate sobre a denúncia apresentada hoje por Janot.

É improbabilíssimo que a nova Procuradora tome a iniciativa de recolher o pedido para reavaliar a denúncia.

Mas uma fraca sustentação passará a imagem de que a nova chefe do Ministério Público estaria promovendo um “abafa”no caso.

Na falta de bambu para Janot, Fachin – seu grande aliado – mandou flecha sobre Raquel Dodge.
contrib1

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email