Filho 01 diz que “não tem mais nada a dizer”. Teremos uma “Operação Abafa”?

Daqui a dois dias, o ministro Marco Aurélio, se cumprir o que vem dizendo, “manda para o lixo” o bloqueio da investigações do caso Flávio Bolsonaro-Fabrício Queiroz.

Não haverá, portanto, nenhuma razão para que os personagens destes negócios obscuros, suas movimentações financeiras e suas ligações com o crime organizado da milícias não sejam chamados a apresentar suas versões, aquilo que acham ser suas “histórias plausíveis” sobre os milhões e os chefões que abrigavam em suas conta bancária e no gabinete parlamentar.

Nenhuma, se não se puser fim à arrogância com que tratam de tudo, até agora.

Fabrício Queiroz pretende, porém, não depor e mandar um texto escrito por seus advogados. Idem para sua mulher e filhas.

Flávio Bolsonaro, que hoje foi depositar suas digitais no sistema biométrico de votação do Senado – embora, a esta altura, já devesse estar depositando-as em outro lugar – diz que “já disse tudo o que tinha para dizer”.

Ou seja, nada.

O “powerpoint” montado pela Folha, hoje, nada tem a a ver com aquele espalhafatosamente exibido por Deltan Dallagnol e aceito por Sérgio Moro para condenar Lula.

Neste, há dinheiro circulando entre contas pessoais, não ilações ou convicções que dispensam provas.

Abafar será tão difícil quanto esconder podriças.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

16 respostas

  1. Não duvidemos de mais nada no nosso judiciário , bem o afã do grupo globo . Nada como um acerto para retornar ao BV´s e tudo ficará em paz . Principalmente agora que o presidente do supremo tem na sua retaguarda os generais , verdadeiros presidentes do STF.

    1. A Águia de Davos, já com o fiofó em pleno funcionamento, está pronta a negociar o BV, com que se comprará a inocência do 01 e sair fazendo pelos cantos o que faz melhor. Carluxo, o primo e o poodle preparam-se para retomar a verborragia paranoide e delinquente nos próximos dias. Totó, o supremo, não será exposto pelos generais naqueles traj…, enfim,,. A república volta à normalidade. O puteiro Brasil reabre em grande estilo. Em lugar da Tabajara a banda do exército, executando dobrados e despachos supremos sem pé, sem cabeça e sem vergonha na cara. Rezemos pelo tsunami anunciado pelos atormentados evangélicos.

    2. Sim, nessa gangue ninguém tem mais nada a dizer !
      Seja o filho 01, o pai, o moro, os procuradores, o çupremo e tudo ou os milicianos ! Todos fazem parte da quadrilha !

    3. Parece que a organização criminosa da famiglia Marinho já diminuiu o acesso de raiva contra os milicianos da famiglia Bozo, pode ser que o BV seja mantido para o prazer da organização criminosa famiglia Marinho, esse prazer remete ao esquecimento das denúncias contra os milicianos da famiglia Bozo.

      1. Aposto que o Marco Aurélio dará uma decisão assim: Devolvo o processo, pois faltou uma virgula etc e etc. Depois, esqueçam. Querem apostar???

  2. Como assim “teremos”?!? Já temos!! Ninguém daquela turma da Lava Jato que se dizia contra a corrupção etc. etc. saiu criticando o caso. Estão todos em torpor…

  3. O nome certo da operação não será “operação abafa”, mas sim “que se danem”. Afinal, desde quando se viu um familiar de um capataz de uma autocracia prestar esclarecimentos à “plebe ignara”? Vão simplesmente mandar-nos, e à Justiça (não confundir com o direito, por favor), ao quinto dos infernos. Não devem satisfações senão a seus verdadeiros chefes, e estes não fazem parte do povo. E este, enquanto mantiver-se ajoelhado, não conseguirá exigir nada. Nem mesmo uma reles explicação, por mais falsa que seja. Pois é preciso mostrar quem manda, e quem tem juízo deve apenas obedecer. Simples assim.

  4. O que esperar da ética da Folha, hein? Colocar Marielle no mesmo patamar da quadrilha no Infográfico e esclarecer que ela é uma vítima só nas letrinhas miúdas.

  5. Muito esperto esse “jornaleco” de São Paulo, tentando perpetuar o “delírio evangélico” de Deltan Dallagnol, desses que vêm Jesus ao pé da cama, ou em um pé de goiabeira, o que já se tem da família Bolsonaro, é “O Roteiro do Crime”, com o “Escritório do Crime”, documentos e personagens identificados.

  6. Difícil abafar… E, no entanto, abafarão. Nós é que temos de manter acesa a chama das denúncias, o tempo todo.

  7. Será que alguém (Gilmar) poderá pedir “vistas” e tentar “empurrar com a barriga”. Estamos acostumador com este tipo de sem vergonhice ou será mesmo Monte de merda “tofinho” Parece né. Um jeito eles darão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *