Guedes, “prestigiado”, teria pedido demissão, diz site

Quem ouviu Jair Bolsonaro dizer que, apesar de “problemas pontuais”, Paulo Guedes permaneceria à frente da economia até o final deste governo. estranhou a declaração, vinda do nada, de que o ministro estava “prestigiado”, como se diz no futebol.

Mais tarde, surgiu a história – segundo o Congresso em Foco – de que o “Posto Ipiranga” teria entregue o cargo e sido convencido a ficar por Bolsonaro e pelo general Augusto Heleno, sob o argumento de que sua saída “liquidaria” o governo.

Embora isso seja uma verdade – pela política selvagem de Guedes nossas elites aceitam tudo – , a cada dia mais isso vai se degradando, por razões políticas e econômicas.

O governo perdeu a interlocução política com o Congresso, o que se expressa – com a grosseria de sempre – no “foda-se” com o que o General Augusto Heleno brindou os parlamentares, ontem, sem saber que sua declaração seria captada pelas câmeras que transmitiam um evento no Palácio.

Mas, sobretudo, Guedes viu dissolver-se o infundado otimismo que se propagou no final do ano passado e, ainda que poucos o digam, o país caminha para o que, numa visão muito otimista, será uma estagnação.

As percepções mais agudas veem Guedes, agora, num paralelo com Sérgio Moro, guardadas as distâncias.

Ficam como “fiadores” de Bolsonaro perante as matilhas, uma política, outra econômica.

Ambos, porém, ruminando seus ódios.

No seu blog, o grupo de operadores da XP Investimentos – os queridinhos do mercado, hoje – diz-se que

“(…)os números menos favoráveis do que o previsto em termos de crescimento também não ajudam. Quanto maiores forem as boas notícias que Guedes puder entregar a Bolsonaro, mais peso tem o ministro nas decisões do presidente. O contrário é verdadeiro: quanto menos notícias boas, mais fácil é para Bolsonaro ouvir outros interlocutores com agendas distintas.
Hoje, o grupo do ministério avalia que Bolsonaro não pode prescindir do ministro – e que ele sabe disso. A esperada reação do mercado à possibilidade de saída de Guedes é vista pelo time da Economia como mais um elemento que deve fortalecer essa percepção no presidente.”(…)
(…)caso isso não aconteça e as divergências se acentuem no lugar de se suavizar, o relógio para a saída de Guedes passará a girar ainda mais rápido. Este é um risco real.
Por ora, segue o casamento – como gosta de dizer o Presidente Bolsonaro. Porém, nossas incursões nos bastidores de Brasília, dão conta de que é fato: a paixão acabou.

Como no futebol, o que vale são os pontos. O favorito do mercado, até agora, não conseguiu sair do empate. E já não põe medo nos agentes políticos que se derretiam por ele.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

23 respostas

  1. Ilustre Sr. Brito, pra ficar nesse governo (bando de loucos), só os bolso BOYS e os milicos pela saco de pijamas.
    Como vc disse: ‘O a política anti pobre do guedes é que segura o kahuna dos loucos’. Mais ou menos isso.

        1. Se não tirarmos antes o embaixador americano do seu posto em Brasília, a corja fascista continuará o desmonte do país – aliás, esta é a especialização de P. Michael McKinley: pulverizar países em N republiquetas, como a OTAN fez na Europa Central.

  2. ELE JÁ FEZ A FESTA,DEU TODO O QUE O MERCADO E OS ABUTRES ESTRANGEIROS QUERÍAM .
    ESTÃO FALANDO EM REFORMA TRIBUTÁRIA,MAS,POR QUÉ OS PODEROSOS IAM QUERER MEXER EM TIME QUE ESTÁ GANHANDO???
    O DELINQUENTE JÁ FEZ O SEU TRABALHO ,TÁ NA HORA DE LARGAR O OSSO (não tem mais).
    GUEDES ,DÉCADAS ATRÁS VC NÃO CONSEGUIRÍA DORMIR TRANQUILO,HOJE É PROVÁVEL QUE ESSA MASSA IMBECIL SINTA “SAUDADES” DE VC.

  3. ELE JÁ FEZ A FESTA,DEU TODO O QUE O MERCADO E OS ABUTRES ESTRANGEIROS QUERÍAM .
    ESTÃO FALANDO EM REFORMA TRIBUTÁRIA,MAS,POR QUÉ OS PODEROSOS IAM QUERER MEXER EM TIME QUE ESTÁ GANHANDO???
    O DELINQUENTE JÁ FEZ O SEU TRABALHO ,TÁ NA HORA DE LARGAR O OSSO (não tem mais).
    GUEDES ,DÉCADAS ATRÁS VC NÃO CONSEGUIRÍA DORMIR TRANQUILO,HOJE É PROVÁVEL QUE ESSA MASSA IMBECIL SINTA “SAUDADES” DE VC.

  4. Bolsonaro e pelo general Augusto Heleno, sob o argumento de que sua saída “liquidaria” o governo.Precisamos liquidar esse governo antes que eles no liquidem.

  5. Esse general patético chamado Augusto Heleno não consegue nem achar um argumento diferente.
    Para converser o Coiso a manter o Guedes, repetiu que sem ele “nosso governo acaba”. Da mesma forma como havia dito quando convenceu o Coiso a manter o Moro.

  6. Onde é que assino? Posso aproveitar e expropriar esse Filho-da-Puta do dinheiro que nos roubou??? Posso expusá-lo do Planeta Terra???

  7. Se o Guedes cair, o capitão o substitui pelo general Heleno e a mesma política econômica seguirá. Tem que derrubar O GOVERNO.

    1. Vou repetir: enquanto o embaixador americano continuar tranquilo comandando das sombras (ele sequer mostra o rosto), não conseguiremos derrubar nem pino de boliche.

  8. O nível do ministério do Cachorro Louco continua exatamente igual ao dele(Cachorro Louco): bosta-Moro, bosta-Guedes, bosta-Weintraub, bosta-Ernesto, Bosta-Damares, e mais uma série de milicos burros e/ou senis. Não acredito que vá mudar nada até o fim desse desgoverno ridículo.

    1. Sim, o ministério é a cara do capitão da casa 58. Por isso acho improdutivo pedir a demissão deste ou daquele ministro. Temos que derrubar O GOVERNO.

  9. Parodiando aquele famoso editorial do Estadão: Uma escolha difícil.
    Se Guedes sair agora, o governo acaba, pois o mercado se desespera. Sem o mercado, restam apenas os militares, sem os devidos culhões, nem juízo. Se sair depois, o governo acaba, pois sua política econômica só produzirá a ruína como resultado. Portanto, o que se discute é apenas o tempo até o fim.

  10. Guedes: sinistro da economia. Se for embora agora está indo tarde, muito tarde. Já destruiu todos os fundamentos de uma economia para todos.

  11. Brito, parece que há mais sobre Guedes. Ontem o Valor publicou matéria que rapidamente evadiu-se para páginas quase ocultas em seu noticiário. Teria havido pressões? Tratava-se da petição do deputado Paulo Ramos, recebida pelo STF, que pedia o afastamento do ministro, justificando que este mantém-se administrador ou sócio de uma “vasta rede composta por bancos, fundos de investimento e outras entidades atuantes nos mercados financeiro”, o que caracteriza claro conflito de interesses. A matéria está aqui https://valor.globo.com/politica/noticia/2020/02/18/supremo-recebe-pedido-de-afastamento-de-guedes.ghtml

  12. Alguém tem noção de quem poderia ser escolhido ou poderia ser escalado na órbita de Bolsonaro para substituir Paulo Guedes?
    Tremo só de pensar num pastor economista ou astrólogo economista…
    VIXE!!! Saravá! Vade retro Satanás….

  13. Guedes sempre foi um office boy dos “Chicago boys”, e hoje encontra-se na situação de líder, e quer mostrar do que é capaz, só que esse filme já passou há muito tempo nos cinemas, e todos nós sabemos que o filme acabou mal, basta olhar para o Chile. Convém não esquecer que as ideias e receitas dos “Chicago boys”, só conseguiram ser implementadas, porque estávamos numa ditadura feroz do ídolo do tchuchuca, chamado augusto pinochet, (com letra minuscúla mesmo), que à base da força conseguiu implementar esse projecto. Esperemos que o Brasil, consiga acordar entretanto, se não conseguir, o pesadelo vai ser real.

  14. Guedes segue no governo porque segue a lógica do “sucatear para privatizar” num, digamos, passinho a mais: desmontar o país inteiro para depois dizer: ” então, quebramos de vez e só nos resta uma alternativa: assinar este atestado de protetorado dos EUA aqui”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.