Guerra entre a Globo e Bolsonaro só tem balas de festim,até agora

Nos anos 70, um programa humorístico da Globo, escrito por Max Nunes e Haroldo Barbosa e estrelado por Jô Soares e Renato Corte Real – “Lelé e Da Cuca”, lembrarão os mais antigos – tinha o título de “Faça Humor, Não Faça a Guerra”, brincando com a referência hippie, em ritmo de iê-iê-iê.

Era humor – engraçado e irreverente – mas que nada tinha de enfrentamento com o poder autoritário do qual a Globo era cúmplice e sócia.

Sinto o mesmo quando vejo nos humorísticos da Globo, hoje, os ataques hilários – e nada difíceis, sem demérito aos roteiristas – a Jair Bolsonaro.

Nada de mais, é mesmo tosco e caricato o comportamento do presidente e sua prole, destas de dar descanso aos cartunistas que tanto amo – e exploro, cá no blog, reproduzindo seus traços – porque a piada, copyright Zé Simão, é pronta.

Não é o mesmo o que ocorre com o lado “sério” e magistral da emissora, no jornalismo ou no que assim se intitula, que mais mereceria o nome de “editorial”.

Fala-se, é fato, de Jair Bolsonaro com um certo desprezo, como aquele tratamento que as elites dão aos subalternos: torce-se o nariz à grosseria, ao filhotismo, á falta de modos.

Mas é-lhe reconhecida a condição de serviçal eficiente.

Bolsonaro jamais é atacado no que de mais danoso ao país e ao povo faz, porque o que de mal e danoso faz é exatamente o que querem que ele faça.

O problema é que o clown que puseram como rei, rei quer ser e continuar sendo.

A destruição da política que promoveram deixou-os sem políticos para lançar mão.

A alternativa que têm é algo por demais “da casa”, de quem não quiseram lançar mão, por arriscado, em 2018, mas que deixam a mão para 2022, seu bom moço Huck..

Tê-lo candidato, num quadro onde as forças da direita não estão unificadas – Bolsonaro é presidente e João Dória é governador de São Paulo, e isso os faz fortes apenas pelo cargo – é submeter-se a uma disputa onde não terão o monopólio que marcou a existência do Império Globo.

Outro império, o dos os romanos, aceitou os bárbaros como garantidores de suas fronteiras, mas não soube ceder-lhes poder político quando chegaram os hunos.

A Globo, até agora, dispara balas de festim contra Bolsonaro, o que só provoca reações da fera. Paquidermes como ele têm couro grosso, e foi sua natureza e agressividade de rinoceronte que o elegeram.

Não se sabe se a Globo tem outra munição. E menos ainda se quer usá-la.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

20 respostas

  1. Eu acho impossível não ter mais munição, porque eles são, não apenas piada pronta, mas também “crime pronto”. Praticamente todas as vezes que abrem a boca, cometem crimes. A impressão que se tem é de que não resistem a quinze minutos de investigação. Estão sendo protegidos de forma vergonhosa, por todas as instituições. O Brasil se tornou um chiqueiro, não é exagero dizer isto. É uma imundície, uma bandidagem explícita que não sei se tem paralelo. Para completar o cenário, temos um povo inerte, passivo, abestalhado.

  2. Eu acho impossível não ter mais munição, porque eles são, não apenas piada pronta, mas também “crime pronto”. Praticamente todas as vezes que abrem a boca, cometem crimes. A impressão que se tem é de que não resistem a quinze minutos de investigação. Estão sendo protegidos de forma vergonhosa, por todas as instituições. O Brasil se tornou um chiqueiro, não é exagero dizer isto. É uma imundície, uma bandidagem explícita que não sei se tem paralelo. Para completar o cenário, temos um povo inerte, passivo, abestalhado.

    1. Concordo com vc. A Globo, quando quer, derruba qualquer presidente que não lhe agrada. Portanto, acho que ela está escondendo o jogo ou será que há algum acordo sendo costurado?

  3. O povão vive assombrado , retalhação , tem ministro ameaçando , o poderio da direita com todas as armas ao seu lado , o povão fica acuado , essa Globosta passou os anos do governo do PT fazendo manipulação das elites , o povão ainda está com o gigante Lula , o gigante saindo dessa prisão injusta e política as coisas pode mudar, é exatamente esse o desespero da elite podre e dessa família de milicianos bostanaro . Todos se borram de medo e a globosta também se borra de medo do gigante Lula , essa guerra safada do bostanaro e marinhos é tudo uma farsa , é audiência que vive jornalismo e sensacionalismo também, a Veja faz as capas do domingo com conteúdo interno mentiroso mais tem impacto na elite podre e assim fica essa guerra feito briga de duas mulheres de puteiro só com Gillette nas mãos ! Briga safada !

  4. Sr.Fernando.Tenho-lhe apreço,pelo que escreve e ainda mais,por ter tido no passado,proximidade com o sr.Leonal,cujos méritos são inegáveis.Hoje,me dou conta,de como teria sido bom,se ele e o Sr.Luis Inácio,tivessem feito acordo no passado.Mas,passou.Quanto a citada intenção dos globais,preparand o futuro,acho que não arriscariam o que o senhor afirma,em relação ao futuro candidato deles,para as próximas eleições presidenciais,pois conseguiram botar um PAQUIDERME,pra cuidar de seus negócios,mas o tiro saiu pela culatra,e outro PAQUIDERME para dar continuidade,duvido.Ate porque,o atual PAQUIDERME,esta fazendo o dever de casa,ou seja,destruindo o pouco que se conseguiu,até o momento.A burguesia nacional,que chamam de elite,mas não passa de sub,nas duas versões,o que quer mesmo,esta explicito no que o PAQUIDERME ATUAL,esta fazendo.E isso que chamam IMPRENSA OU JORNALISMO,esta a cumprir seu papel histórico,ou seja,servindo A BURGUESIA,sua PATRONESSE DE ESTIMAÇÃO.Outrora,serviram também,aos ROMANOS E GREGOS que a criaram, à sua semelhança.Então,fica além disso,o que afirma aqui abaixo,o missivista que classifica o POVO BRASILEIRO,como abestalhado,na sua plenitude e dado todos esses fatores,O DIABO ESTA SOLTO.Quero agregar,relativo ao POVO,que alem de abestalhado, é de uma SENVERGONHICE SEM PAR.

    1. Confesso que a Vaza Jato começou a me decepcionar. Eu estou esperando pelas revelações bombásticas contra a Lava Jato do Brasil desde setembro e a Vaza Jato vem agora com essa revelação sobre o Peru…… Caramba, The Intercept!

  5. Enquanto o circo dos horrores continua, o Paulo Guedes engendra seu pacotão. E ainda por cima quer que o Congresso vote uma emenda constitucional que transforme sua destruição neoliberal em 5cláusula pétrea.

    É a medida mais ousada que nenhum país dito democrático jamais ousou tomar. Se outro governo entrar amanhã, com outros sonhos, outros projetos e outras promessas aos brasileiros, não poderá adotar nenhuma política econômica que não seja o neoliberalismo pinochetiano do Guedes. Trata-se de uma piada prestes a se tornar em realidade, com a ajuda diversionista da gritaria que vem do segundo andar..

      1. Apenas um bolsomínion à procura de meios alternativos de legitimidade de poder que não sejam os da ordem democrática.

  6. A Record gastou meia hora de seu precioso espaço para provar por A+B que o Jair Bolsonaro não matou a Marielle! Acompanhou de minuto a minuto tudo o que “ele” fez em Brasília no dia e na noite daquele assassinato. “Ele” esteve em audiências, encontros e jantares, portanto, seria incapaz de ter desferido os tiros que tiraram a vida da vereadora, pois não poderia estar em dois lugares ao mesmo tempo!

    1. É verdade. E todo esse espaço de defesa de Bolsonaro foi inútil. Não foi o Bolsonaro que disparou os tiros. Mas o envolvimento do Bozo na morte de Marielle tem indícios tão fortes que a TV amiga se esmera em produzir matérias para despistar. A participação dos Bozos no crime é tão provável que foi criado um “gabinete de crise” no Planalto juntando Executivo, Justiça, Congresso e Ministério Público para destruir qualquer elemento de prova e melar qualquer investigação séria.

  7. De tudo o que estamos vendo uma coisa é certa. O Brasil esta sendo jogado ladeira abaixo com essa politica econômica e pouco a pouco estamos sentindo os efeitos desse desastre. Quando acordarmos para essa triste realidade vamos perceber que almejamos apenas por um pão e conseguir pagar nossas contas mais urgentes. E o povo oh esta esperando para ver onde é o fim do túnel. Somos o espelho do Chile e da Argentina. É isso que nos aguarda.

  8. Conseguiram o melhor dos mundos: tomaram posse da economia de destruição do país, o tal estado mínimo com este bolsonaro acuado e como contas a pagar, entreguista e beija botas, e ainda destruindo tudo com os sales, damares e araujos da vida.
    Parabéns globo e golpistas, venceram, destroem o país.

  9. A esquerda, verdadeira oposição ao Bozo, encontra-se numa situação de incapacidade derivada principalmente do bloqueio imposto pelo Cartel da Mídia. O fato é que ainda não existe sequer UM veículo de imprensa de grande alcance, capaz de furar esse bloqueio. Obviamente, a solução não é fomentar uma “imprensa partidária”, posto que isto é uma contradição em termos. Mas uma iniciativa de porte significativo, com jornalismo independente e plural no campo da esquerda é possível e deve ser pensado como prioridade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *