Maia finalmente reage aos coices de Guedes

Parece que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, percebeu que não podia continuar gaguejando com Paulo Guedes, usando a “blindagem” da Previdência como desculpa e assistindo a ofensiva da extrema direita para se impor nas disputas políticas.

Ao chamar de “covardia sem precedentes” a forma pela qual Joaquim Levy foi defenestrado do BNDES, Maia, na verdade, está reclamando da reação do Ministro da Economia ao acordo  que ele e o “Centrão” estão propondo para a reforma previdenciária e as trombetas que tocou para a matilha bolsonarista pressionar deputados a aprovar quase que o texto original.

O quadro começa a ter lógica e a única nota fora do tom são as juras – mais juras do que fatos – de que o presidente da Câmara fará o processo correr para haver chance de aprovação em plenário ainda no primeiro semestre.

Ainda que com todas as declarações de que há pressa, nada me tira a impressão de que o atraso é inevitável e o que se quer é apenas tornar evidente que a posição “ou tudo, ou tudo” do governo é o que fará ele  tornar-se realidade.

Ou seja, que a Câmara não está reagindo com o “não brinco mais”.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

9 respostas

  1. Bolsonaro cai logo após aprovar a reforma contra o povo, rentistas só o apoiam para isto. Mas a pressa da Globo é grande, Bolsonaro não demorará a ser jogado fora. Logo apos a concretização da esculhambação com o povo ele cai.

  2. Eu acho que já passou da hora de peitar os vagabundos golpistas. Não gostei do enfoque de gozação com que foi encarado o soco na mesa do generaleco. Tem que encarar esses canalhas ! Tem que dar soco na mesa também ! Golpe por golpe vamos pagar pra ver até onde esses bandidos vão. Tem que chamar de CANALHA na cara, senão vamos ficar nesse joguinho de gato e rato enquanto o país se desfaz. Por falar em joguinho já deu no saco também esse “COITO INTERROMPIDO” do Glenn.

    1. Verdade, o General Heleno deveria ser convocado na Câmara para se explicar. Aquilo me soou estranho. E ainda citou prisão perpétua para o Lula… Por que? Só porque não concorda com o Lula? Sem provas e algo não previsto na Constituição. É muita canalhice mesmo. Deveria ser chamado para se explicar e ser processado por improbidade. A esquerda teima em ser educada demais.

  3. Para mim a questão da reforma da previdência ainda está no quanto “vou receber para dar o meu voto favorável” . O risco de não voltar na próxima legislatura é muito grande , por isso tem que compensar . Aposentadoria mínima oito anos , e vários outros acertos por fora em votações , etc, etc , . O que o governo ofereceu até agora não está tentador , Maia sabe disso muito bem como líder do centrão que tem o poder e os votos para aprovar a reforma .

  4. Não gosto do presidente da câmara, não votei nele, não votei no partido dele, mas ele foi eleito deputado e foi eleito presidente da câmara. O outro está ministro e é demissível ad nutum.

  5. Guedes, com aquela carinha de bebê chorão, está vendo o tempo se esgotar e seu sonho de vendedor se esvair na fumaça, fulminado pelo resto de democracia que ainda sobrou ao país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *