“Mito Jr.” parte para a intimidação inútil contra MP e imprensa

Flávio Bolsonaro assumiu, por desespero, uma estratégia de altíssimo risco diante das suspeitas que pesam sobre os esquemas de dinheiro e de promiscuidade com a milícia que pesam contra ele e seu gabinete de deputado.

Hoje, no SBT -há um revezamento diário entre esta emissora e a Record em entrevistas dóceis com o clã Bolsonaro, uma espécie de “horário do Mito e do Mito Jr.” – exibiu fotos do Procurador Geral do Ministério  Público do Rio de Janeiro, Eduardo Gussen,  conversando com o jornalista Otávio Guedes, do grupo Globo, reproduzida acima.

Segundo ele, uma afronta ao sigilo decretado por Luiz Fux sobre seu caso.

O sigilo, sabe-se, vai durar mais uma semana, até que reabra o STF e o Ministro Marco Aurelio, como já adiantou, “mande para o lixo” o pedido de suspensão das investigações feito pelo “Filho 01” de Jair Bolsonaro.

E não impediu que brotassem informações sobre os fatos – fatos, não suspeitas – das ligações entre ele e a milícia: discursos na tribuna, homenagens a PMs acusados e até presos, sinecuras dadas a seus familiares e negócios imobiliários de papel passado em cartórios públicos.

Na primeira semana de fevereiro é que virão, se existirem, as situações que Flávio Bolsonaro parece temer que sejam expostas.

Não será mais possível deixar de tomar depoimentos ou impedir que venham à tona o que disser a “arraia miúda” de seu entorno, envolvida no transetê de dinheiro para a conta de Fabrício Queiroz. Inclusive os dele próprio, mulher e filhas.

Será pior ainda se todos estiverem convencidos, como agora parece, que a milícia bolsominion está seguindo e espionando repórteres e promotores.

Poderia até funcionar com um, mas não com um grupo, como o que está se dedicando ao caso das movimentações financeiras da Assembléia, e que viu cair-lhe às mãos o bilhete premiado Fabricio Queiroz.

Processo de intimidação sobre a imprensa e sobra promotores é que nem o velho “dá ou desce”.

O resultado é quase sempre o “desce”.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

16 respostas

  1. Será que isso não explica a mudança no posicionamento do pai? Sabendo que algum araponga já tinha uma “bala na agulha” para tentar reverter o foco do caso, voltou-se para proteger o pimpolho.

  2. Se houvesse um encontro mundial de parlamentares emergentes na vida pública, com certeza e se fosse na Europa, esse fiapo de 01 não seria convidado. Por absoluto respeito à seriedade que esse Encontro Mundial exigiria de seus participantes.

  3. A situação do Bozo 1 é muito clara. Não são suspeitas, ilações ou conjecturas. São FATOS! E contra FATOS, não existem argumentos. Só um grande acordão (já vimos isso) com Congresso, com STF, com tudo, salva da fogueira essa turma do Rio de Janeiro.

  4. Definitivamente o governo do Bozo é um governo de milícias, um governo de uma quadrilha chefiada pelos patetas do clã Bozo. São pessoas violentas, cínicas, bandidas e que não convivem com a Democracia, muito menos com os direitos sociais dos brasileiros.

  5. Durante os últimos anos eu usei muito a expressão “putaria generalizada” para definir a situação do Brasil. Hoje esta expressão se mostra incipiente e até ingênua para definir o que passamos.

  6. Tinha um moro, digo, um moço que afirmava ser o vazamento para a imprensa a melhor arma contra a corrupção. Ou não?

  7. SBT que recebeu o BOSTONARO, o filho e o espírito santo do QUEIROZ …
    E QUEIROZ não falava com a famiglia a dois meses lembram ?
    Tudo combinado, tudo armado. Jornalismo que é bom, nada ! Só fake news exibido por uma concessão pública !
    Abaixo SS, devolva o dinheiro roubado da CEF ! Cassação da concessão !

  8. Fernando Brito: a gente sofre e como sofre: Escritório do Crime/família presidencial: tudo junto e misturado???? mas no meio do tormento sem fim e sem esperanças pois os militares que tinham por obrigação proteger o Brasil, são reles e insignificantes entreguistas… mas as vezes a gente se diverte:

    Mito Jr. Boa muito boa, tirada genial… kkk patenteia que essa foi demais….

  9. Quero ver o senadorzinho.. enfrentar senador Jaques Wagner na tribuna do senado e outros membros da esquerda…!!

    1. Ele já andou se atrevendo a debitar suas escatologias no plenário da Câmara; mas era destruído por qualquer parlamentar petista que estivesse presente…

  10. Esse STF é muito ” confuso “. Não esperem grande coisa. Foram cooptados pelos grandes empresários. Cada flash tem um preço e em dólar.

  11. Queiramos ou não, é fato que a milícia do Rio de Janeiro chegou ao Poder. Estamos caminhando para a situação na Colômbia da “era” Pablo Escobar, que controlava as instituições governamentais. Todos ingredientes estão sendo misturados: Milícias, policiais corruptos, militares e políticos.

  12. A não ser que os espiões não sejam “milicianos bolsominion”. Os que intimidam o STF, tvz possam intimidar o MP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.