Moro, um juiz contra a lei

mororoda

Insuspeita de “esquerdismos”, a colunista Vera Magalhães, do Estadão, foi precisa ao comentar a “performance” de Sérgio Moro no Roda Viva, com o seu companheir de ocaso Augusto Nunes.

“Seu verdadeiro intento (de Moro) ali era fazer aquilo que disse na primeira resposta que não faria: ser censor do STF, pressionar a corte a não rever sua jurisprudência que autoriza prisão após condenação em segunda instância nem conceder habeas corpus para Lula.”

Ponto.

Claro que ele preferiria que, negado o habeas corpus, o programa pudesse servir para exibir-se como um pavão, anunciando a prisão de Lula. Coisa que um juiz minimamente sóbrio jamais faria.

Os planos mudaram e ele apelou para a técnica da fábula da raposa e do corvo, onde os elogios da primeira só visavam que o pássaro abrisse o bico e lhe deixasse cair o queijo.

Coisa de gente torpe.

Mas em um momento, ao espalhar sua pretensão de, além de dar conselhos ao STF, ao eleitor e até a quem vier a ser o novo presidente da República, Moro escorregou e confessou que prega uma decisão judicial que desrespeita a Constituição.

Foi quando sugeriu que “o próximo presidente da República proponha uma emenda constitucional para colocar na Carta Magna do país a prisão após condenação em segunda instância“.

Ora, se é preciso uma emenda para colocar na Constituição, é porque não está lá. E se não está, não pode ser feita.

Houve outros pontos no programa que seriam importantes se Sérgio Moro tivesse algum apreço pela verdade, como a recusa em admitir que pediu desculpas – da boca para fora, como se vê – ao Ministro Teori Zavascki pela divulgação ilegal dos audirs de Dilma Rousseff. Mas isso, depois da condenação de Lula por ser dono de um apartamento que nunca foi seu, francamente, é como esperar que bananeira dê jacas.

Essencial e argumento demolidor contra a prisão antes do trânsito em julgado de sentenças é sua confissão de que isso precisa ser incluído na Constituição que hoje o proíbe.

O que o torna, a ele e aos juízes que a legitimarem, contrários à lei maior do país.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

88 respostas

    1. Mas ele só é tão ousado porque sabe que tem cobertura. Na verdade é uma espécie de jagunço, capanga.

  1. Juizeco canalha, que nos envergonha como brasileiros e nação!! É claro que não me refiro aos zumbis doidos que o seguem e ao bolsonaro!

  2. Soube que, no programa, o juiz de piso pediu a edição de PEC que estabelecesse a prisão em segunda instância, a pena que ele e seus “revisores” do TRF4 tentam inflingir ao presidente Lula. Logo, o pp juiz interessado admitiu que a prisão de Lula é inconstitucional. Ministros do STF defendam a Constituição; é o real pacto de convivência que temos para enfrentar esses tempos estranhos.

    1. O pacto de convivência é jogar limpo, respeitando as leis. Qualquer sociedade civilizada baseia-se nisso.

      Se é para jogar sujo, me sinto autorizado a não seguir as leis – inclusive contra essa máfia de Curitiba.

    2. só tem um problema: além de juiz de merda, esse boçal também é um professor de direito de merda: este energúmeno não sabe que prisão após trânsito em julgado é direito e garantia fundamental, portanto cláusula pétrea.
      enfim: este mentecapto não sabe o que é cláusula pétrea, o qu~e não é de se estranhar, haja vista, que que usa o vocábulo ‘câmera’ para se referir à câmara dos deputados.
      por essas e outras tem que se fazer um expurgo total na magistratura e promotorias.

  3. O Pavão Judicial Sérgio Moro deu à defesa de Lula no STF o argumento definitivo para a obtenção do HC.

    Se a a Constituição precisa ser emendada para que nela conste a prisão antes do trânsito em julgado (impossibilidade de novos recursos à justiça), fica claro até pro açougueiro da Lei de Curitiba que a Constituição veta tal prisão, coisa que Barroso, Fachin e Luiz “Auxílio Moradia” Fux fingem desconhecer.

    Moro sob os holofotes e flashes da imprensa produziu um striptease do inquisidor espanhol Torquemada que o habita.

    1. E com isso Moro atira aos leões não só o trio de Porto Alegre (que o referendou em 100%), como todos os seus defensores. Pisou na Constituição, induziu milhões de pessoas a acreditarem que estava seguindo a lei, para aos 47 do segundo tempo tirar o corpo fora, bem coveniente. Ele é um cara legal, pena que vai morar longe das vaias, lá em Pompano Beach.

    1. Ele não falou por burrice, mas por certeza da impunidade. Depois de não ter sido punido pela divulgação do telefonema da Presidenta, sente-se no direito de fazer o que quer… e o povo deixa!!!

        1. o apoio está caindo
          ele já deixou de ser heroi nacional
          agora só manifestoches, mbl e bolsominios gostam delr

        2. Acredito que o povo somos nós e a imprensa $uja e servil dá a impressão q todos os brasileiros apoiam estas barbaridades em pleno século XXI. Estamos vendo.

      1. ele é burro sim
        na sentença ele diz que o apartamento nada tinha a ver com a Petrobrás

        e agora na entrevista ele quer um PEC pra prisão em 2° instância – mesmo afirmando que é assim que está certo

        é essa a burrice dele – ele mesmo se desmente

    2. Difícil acreditar que passou no concurso só com decoreba, e ainda mais o mestrado, e o doutorado “a jato”!?

      1. E será que passou mesmo?
        Infelizmente, casos de fraudes em concursos publicos não chegam a ser novidade e, como ficou evidente ao longo de toda a Farsa Jato, Moro é uma fraude ambulante!

      2. Bandidos não precisam nem estudar já tem os planos prontos! Cartas marcadas e portas abertas! A máfia em sua expressão exata! Agora está envolvido,até as entranhas, com os bandidos e nem dono da própria vida ele é! É um ninguém a serviço do império q nos quer de joelhos!
        À luta companheiros!

  4. Quantas pessoas estavam reunidas nos portões da TV Tucano para realizar manifestações contra este homem? Houve organização de algum protesto? Não ouvi nada a respeito. E não adianta colocar a culpa nas pessoas de maneira individual. Nenhuma rebelião, revolução ou movimento acontece sem que existam líderes que “organizem o movimento e orientem o carnaval”. As próprias micaretas fascistas de 2015/2016 só aconteceram porque os golpistas usaram laranjas do MBL e outros movimentos “apartidários” para mobilizar a manada de analfabetos políticos.

      1. Na matéria do UOL diz que havia 20 manifestantes contra e 20 a favor. Se for verdade (saiu na folha, convém desconfiar), é muito pouco.

  5. Todos muito tensos. Perguntaram sobre corrupção judiciária “da” Lavajato. Sobre Zocolotto, Madame e Rodrigo Tacla Durán, saiu pela tangente do “mentiroso acusado”. Gabou-se de um juiz conhecido em “Massachutses… Massachutses.” Escorregou na linha Dallagnol com “eu sou apenas um juiz…” A serviço dos EUA? Mais adiante dirá que é um patriota.

  6. E nada de marcarem o julgamento do auxílio-morodia inconstitucional, concedido a juízes e promotores inadequadamente, sem mudança de sede, superando o teto remuneratório… Que hipocrisia!!!!

  7. O diretor padilha e a série mecanismo da netflix tem toda a razão: o processo contra o LULA é todo ficção. Colocou na boca do LULA o que ele não disse, mas o moro deu ao LULA um apartamento que nunca foi dele e o condenou até por lavagem de dinheiro. Tudo ficção e mentira. Em filme o mal é mil vezes menos grave.
    Como ele iria fazer um filme sobre corrupção onde o corrupto é honesto e os bandido são os acusadores? Tinha que ficcionar mesmo.

  8. A voz de Moro é a cara do Moro, melíflua, cínica, medrosa, dissimulada, confusa, arrivista, medíocre.

    1. Gostei da sua definição. Achei que ela é precisa. A própria cara do Moro. Copiei sua definição no meu comentário, citando a fonte.

  9. Isso,o pilantra TOGADO de Curitiba,não passa de um CABEÇA DE BAGRE,que,não fora a que se acha IMPRENSA,de todo o tipo e seus lacaios,lhes desse audiência,ninguém o identificaria.

  10. A bem da verdade ele disse que a regra deveria ser colocada para explicitar que a prisão deve ser após a segunda instância. E seja como for, o entendimento atual, tomado em 2016, é que pode haver prisão nesse caso. Talvez esse entendimento mude em alguns meses. Mas enquanto ele perdurar deve ter força de lei, tornando absurdo conceder o HC a Lula. Como um ministro o justificaria? “Vou votar contra o entendimento de agora porque acho que ele será alterado daqui a pouco”?

    Percebam que a lógica do “vou votar porque acho que a interpretação será mudada depois” pode ser usada para virtualmente qualquer coisa. O que é extremamente perigoso.

    1. Não, Elenita, é impossível saber porque tomaram essa decisão em 2016. A tese mais simples é de que fizeram isso para se adaptar as ideias da Farsa Jato, mas viram que fizeram porcaria. E… agora, vão voltar a ter algum papel social, sobretudo legitimar o “tempo” do Supremo.

  11. Isso é campanha política descarada!!!!!!!!!!!!!!! Isso seria aceito em lugar nenhum do planeta!!!!!!!!!!!!1

  12. Gostaria era ver qual é o corrupto de estimação que a republica de curitiba vai apoiar. Seria melhor para ele pedir ao próximo presidente para incluir o conceito de propriedade atribuída na legislação. Pode ser que algum dia isto venha a ser um problema para ele e sua ‘interpretação’ dos desejos do cidadão de bem, esta espécie de cidadão superiores, ou mais iguais do que os outros, os pardos e pobres aqueles que pagam 75% da carga tributária no país.

  13. Perfeito, Fernando Brito. São juízes contrários à lei maior do país. Toda vez que leio sobre Moro, me lembro dos 7×1 da seleção. É a mesma coisa, a mesma sensação de derrocada.

  14. Como Sérgio Moro admite que agiu fora da Constituição, deveria ser exonerado imediatamente. Quem sabe o primeiro ato administrativo do Lula em 2019.

  15. Moro e um bandido safado e sem vergonha. Se tivéssemos um Judiciário sério e competente ele jamais teria feito o fez com um monte de gente séria.

  16. Em tempo: tal estupidez mosyra a pouca inteligência desse juiz, sem assessoria da CIA é um alienado.

  17. será que os Insuspeitos de “esquerdismos” e os Insuspeitos de “direitismos” estão se unindo???

  18. O Inciso LVII – ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória do artigo 5º não pode ser modificado nem por emenda constitucional nem por coisa alguma. É cláusula Pétrea. Mudanças no sentido de reduzir os direitos do cidadão previstos no Art. 5º não são aceitas no nosso regime constitucional em hipótese alguma.

    1. Exatamente, nem uma emenda constitucional é possível. Apenas outra constituinte poderá alterar.
      É só abrir a boca e moro passa recibo do juiz mequetrefe que é.

  19. Vejo que temos vários defensores de que assassinos, estupradores, traficantes, corruptos e pedófilos condenados aguardem até o julgamento dos últimos recursos no STF para serem presos por aqui.

    1. maninho,
      Só são “assassinos, estupradores, traficantes, corruptos e pedófilos” depois de serem condenados (com provas!)

      na última instância.

      Antes disso, conforme a lei, são apenas acusados.

  20. Além de golpista, entreguista, traidor da pátria o sujeito é burro…kkkkkkkkkkkk

  21. E o moroso é ainda mais ignorante e desinformado, deixando-se de lado que também pode ser má-fé.
    A presunção de inocência é CLAUSULA PÉTREA e não pode ser alterada por emenda constitucional.
    Somente a convocação de uma nova ASSEMBLÉIA NACIONAL CONSTITUINTE pode alterar tal condição.
    Quanto a má-fé, inerente ao magistrado em várias oportunidades, é a lava jato apoiar um “CANDIDATO” que pregue a alteração constitucional para angariar votos sem jamais poder realizá-la. Parece que o nome atende por alvaro dias.

  22. Moro mente, mente, mente, mente,….Confessa que agiu fora da lei, sustenta que agiu fora da lei, defende ação fora da lei, ….e nada, NADA acontece! É uma instituição FALIDA o judiciário, covarde, rasteiro. Para quê o STF, CNJ? Emprego? Auxílio moradia?

  23. Propor EC? Pai Nosso! O art 60 proíbe, claramente, até mesmo a discussão de qq EC que indique ameaça a qq dos Incisos onde se encontra a presunção de inocência. Né não?

  24. Lendo agora os comentários sobre o Moro, em maioria criticando o juiz federal – aquele que afronta a Constituição, com o respaldo do STF e o apoio da Globo Golpista (que o premiou como personalidade do ano) – fico imaginando o quanto está difícil para coxinhas e manifestoches, que acaso enxergaram o verdadeiro Moro depois de algum tempo, ter que admitir que embarcou em canoa furadíssima.
    Para quem viu Moro desde a primeira hora, até por piedade, precisamos ter paciência e relevar as idiotices daqueles que seguiram sem reflexão a Globo Golpista e todos os que golpearam a nossa frágil democracia. Foram tolos mesmo. Tomara que aprendam a não confiar nos poderosos, na direita cruel, a quem cabe convencer os pobres a se manterem pobres e humilhados com as mentiras, golpes e conspirações contra a democracia e a verdade.
    Hoje parece fácil enxergar a verdadeira cara do Moro: “A voz de Moro é a cara do Moro, melíflua, cínica, medrosa, dissimulada, confusa, arrivista, medíocre.”. (tomando emprestada a definição do internauta Policarpo, que postou aqui nos comentários dessa matéria).

    1. Desculpe não existe tolice na imoralidade,os patos golpistas que foram usados eram CONSCIENTES DE QUE ESTAVAM ATROPELANDO A LEI ,NÃO SE IMPORTANDO COM ISSO PORQUE ESTAVA ATINGINDO UM INIMIGO POLÍTICO,real ou inventado pela mídia.
      NINGUÉM TEM O DIREITO DE SER IDIOTA A ESSE PONTO,para chegar nele se precisa ser IMORAL,e eles foram.

      1. Perfeito, Iabel Vargas. Fui infeliz na tentativa de fazer ironia com os tolos manifestoches. Agradeço. Abração.

  25. Parabéns caro Fernando Brito, esta é a melhor síntese que leio sobre a participação do ” juiz ” Moro no programa Roda Viva, muito reveladora, onde, a vaidade e o superego do magistrado, o traíram e revelaram a farsa ou psicopatia provenientes do mesmo. Escárnio maior é um elemento, juiz de piso, querer pautar o voto da mais alta corte do país, pior ainda, é não ter sido questionado de imediato, por nenhum dos presentes, ditos jornalistas no programa. O nível mostrado está bem próximo a sarjeta.

  26. Caíram todas as trincheiras e agora eles só têm a trincheira da mídia. Está chamando a atenção geral o fato dos jornais ignorarem as multidões que abraçam Lula no Sul, e ficarem silenciosos sobre as pedradas e as chicotadas e as Ana-Amélias. E ficarem bradando dia e noite para que os tribunais passem por cima da Constituição e prendam Lula excomunguem Lula ou façam de Lula inelegível ou exilem Lula ou façam alguma coisa com Lula, para que a próxima eleição seja realizada com um partido só e eles ganhem e eles possam nadar em algum oceano de dinheiro. Os da mídia estão a ponto de descerem do prédio onde trabalham para a rua, fecharem a porta e saírem gritando com uma metralhadora na mão.

  27. Um sujeito de inteligência comum ,imoral , amante dos holofotes a qualquer custo ,e que estava condenado a ser um obscuro juiz de província.
    ELES o acharam e concluíram que era o sujeito perfeito para realizar a GUERRA JUDICIAL CONTRA OS PROGRESSISTAS Com o apoio da mídia e a logística tecnológica do Império afundaram o Brasil .
    O tempo colocará este patife no lugar certo.

  28. Um corrupto que enganou muito otário dizendo-se “caçador de corruptos”, assim como o marajá Collor enganou no fim dos anos 80 , proclamando-se caçador de marajás.
    Enquanto o Brasil tiver essa quantidade enorme de coxinhas retardados,teremos os Moro da vida.

  29. Quando eu dava aula volta e meia tinha aquele aluno ou aluna que fazia alguma coisa inadequada e, rapidamente, dizia “desculpa”. Eu associava aquele pedido de desculpa performático como um tipo de soluço de tão automático e involuntário, de tão descolado de qualquer reflexão sobre o que haviam feito. O pedido do Moro para o Teori Savascki é da mesma linha. Coisa de moleque!

  30. a frase é essa,se precisa de emmenda é porque não está lá,e se não está lá não pode ser feito.

  31. É simplesmente vergonhoso para o STF e o CNJ o que esse tal de Moro faz e refaz, como se ele fosse a própria lei, e nada lhe acontece. É mais do que um juiz-pavão, é simplesmente um pretensioso. Ele se acha. No entanto, a cada dia que passa, ele mais se desmoraliza, primeiro negando em sua própria decisão que apreciou os embargos do Lula, em primeira instância, o que ele próprio havia colocado como razão fundamental para a condenação. Agora, reconhecendo que a Constituição Federal não permite que haja prisão antes do trânsito em julgado da condenação, embora ele tenha se valido dessa pretensa autorização constitucional para exigir a prisão do Lula depois desse pseudo acórdão do TRF de Porto Alegre. É realmente o sinal dos tempos. A Justiça brasileira sempre foi, institucional e historicamente, uma Justiça de classe, fascista, como os seus acórdãos, de 1891 até 2003, proclamam com toda a desfaçatez, mas, convenhamos, nunca tinha sido de forma tão depravada, tão covarde e canalha.

  32. Em sua pretensão de grandeza, em seus permanentes arroubos megalomaníacos, por pouco o juiz tropeçante de Curitiba não proclamou: “A Constituição sou eu!”
    E quem haveria de discordar?
    Eu, hein!!

  33. Há algo muito grave e a mim me parece que não estão dando a devida importância: o fato de que Moro e toda a “equipe” da LJ são acusados -e com provas, de serem corruptos e traidores da pátria, e estarem ficando milionários com isso. Não sei exatamente o motivo, mas aparentemente ninguém da maior importância .A saber, um corrupto, senão até mesmo traidor da pátria, vai mandar expedir um mandado contra Lula, ou seja, no mínimo, um ex presidente da República!!!!

  34. Tô desconfiado de que esse iMoral não passou em concurso pra juiz coisa nenhuma. Teve uma ajudazinha dos padrinhos tucanalhas! Uma vez iMoral, sempre iMoral!!!

  35. Você aí, que tinha uma fagulha de dúvida acerca da parcialidade escandalosa do Juiz Sérgio Moro e de que ele realmente persegue Lula e toda a esquerda, repare bem, no início e no final da entrevista, na deferência em conceder a entrevista e na idolatria mútua entre Sérgio Moro e Augusto Nunes que é o jornalista que mais tem atacado Lula e a esquerda brasileira em toda a imprensa brasileira. Augusto Nunes é o espécime mais vulgar e rude de jornalista engajado contra Lula, uma espécie de gorila letrado, um meganha armado com palavras falsas, usa vocabulário chulo como espada, mas esgrima com a elegância de um Sargento Garcia, uma triste figura, que tem em si os mesmos ingredientes formadores da personalidade do Juiz Sérgio Moro, quais sejam, tudo junto e misturado: liberalismo tosco e infantil, falsidade, vaidade, indiferença, antipatia, prepotência, superficialidade, intransigência, orgulho, narcisismo, crueldade, intolerância, machismo, ressentimento, inveja, cobiça, luxúria e perfídia, dentre outros inomináveis em espaços como este.

  36. Se na Constituição Federal consta como cláusula pétrea (Direitos e Garantias Individuais, Art.5.,”LVII) que “ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória” e no Art. 60, § 4º que “Não será objeto de deliberação a proposta de emenda tendente a abolir:(…) IV – os direitos e garantias individuais”, só no seu “direito” (e no dos comparsas do TRF-4), caberia uma “emenda” que viesse restringir essa Garantia fundamental e só modificável por uma nova Constituinte e Constituição. Pelo que se vê, o Morículo-dos-Pinhais deve ter conseguido seu diploma de adEvogado em curso por correspondência. Mas um bando de panacas aplaude, né?

  37. O Moro é uma ficção, criado pela mídia. As declarações dele no Roda Morta, os resultados do caso Banestado (ninguém foi preso) e a conclusão final da condenação do Lula, onde não conseguiu provar que tinha dinheiro da Petrobrás no caso do triplex, ou provam sua incompetência ou sua má-fé. A conferir no futuro. Talvez o fracasso do caso Banestado o tenha levado ao desespero de , pelo menos no caso do Lula, conseguir levar alguém para a prisão. Talvez Freud explique isso.

  38. A presunção de inocência está no artigo 5° da Constituição Federal. Portanto, é direito fundamental , não sujeito a modificação por emenda constitucional., conforme o artigo 60, §4°,IV da CF.

  39. Sergio Moro só divulgou os áudios da conversa de Dilma com Lula após o sinal verde de Rodrigo Janot, então chefe da PGR, com garantias de que não seria afastado da operação ou preso.
    É isso que contam nos bastidores.

  40. Mas não cabe emenda nesse caso, pois é cláusula pétrea! Só mudando a Constituição! Talvez seja essa a intenção…

  41. Como a presunção de inocência é Cláusula Pétrea, logo, ele apoia uma nova constituinte, né não?! kkkkk!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.