Mourão, a besta quadrada, quer Levy Fidélix presidindo a Câmara

Você achou que Eduardo Cunha foi o que de pior poderia ter a Câmara dos Deputados como seu presidente?

Calma, porque o General Hamíltom Mourão, no caso de Bolsonaro ser eleito, prepara algo pior para o país.

Quer Levy Fidélix, aquele do aparelho excretor, como presidente do Poder Legislativo. Foi o que disse em reunião fechada com integrantes da Associação Nacional da Indústria de Base.

Perguntado como resolveria os problemas de falta de apoio ao ex-capitão na Câmara, Mourão “sugeriu o nome de Levy Fidélix para presidir a Câmara dos Deputados num eventual governo de Bolsonaro”, registra o Valor.

O presidente da Câmara, recorde-se, é quem substitui o presidente e o vice em caso de ausência ou impedimento

É inacreditável a  capacidade de Mourão de falar asneiras.

Deveriam dar a ele uma carteirinha de filiado honorário do PT.

Merece, pelo quanto faz de campanha para tirar votos de Bolsonaro.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

49 respostas

  1. Já tivemos Severino Cavalcanti . Levy Fidelis é ótimo. O Baixo clero que manda. Depois do golpe. Mas Haddad ganha , fique tranquilo.

  2. Cada vez mais me convenço de que a trupe do coiso foi escolhida a dedo pelos milicos. Eles precisavam de alguns palhaços pra botar ali no planalto e não atrapalhar a entrega do país ao capital privado. O Michel não deu conta do recado e a eleição poderia atrapalhar, daí terem bolado esse plano. Depois de tudo entregue, os bozos serão chutados tão rápido que nem vão saber o que lhes aconteceu.

    1. Escolhidos também pelo Prefake poser Dória e sua turminha MBL que, segundo Eliana Cantanhede, tem um apoio velado em SP (velado kkkk – faz-me rir). Alckmin alimentou o inimigo íntimo, que destruiu seus próximos e não hesita em destruí-lo em sua própria casa.

    2. Hoje almocei com um conhecido, que é neto de coronel da Aeronáutica. O avô dele chefiou uma base aérea, aqui no Rio. Ele vota no Coiso, apesar da simpatia dele pelo Haddad: “É preciso ter alternância no poder”. Ok, eu pensei a mesma coisa que você, mas vida que segue.

      Disse-me ele que o Coiso e o Mourão de cerca são “linha-dura”, um segmento que são minoria dentro das Forças Armadas. A grande maioria é “moderada”, valoriza a democracia e se pauta pela Constituição. E ele disse que os militares estão acompanhando todo o processo eleitoral com atenção. Segundo ele me disse, se um dos dois eleitos (Coiso ou Haddad) quebrar o pacto constitucional e tentar transformar tudo numa ditadura, eles derrubam o dito cujo e convocam novas eleições.

      Ok, ok, eu tb teria q acreditar no Papai Noel, no Coelhinho da Páscoa e no Windows Que Não Trava para também estar de acordo com essa afirmação, de que os militares devolverão o poder assim, de mão beijada, p/ um próximo presidente, comprometido com valores democráticos.

      Mas estou repassando o que ouvi hj.

  3. SE FOSSE MARQUETEIRO DO CIRO RECEITAVA UMA FACADA…
    NO SACO.O ALCKMIN DAVA ANESTESIA E A MARINA ASSOPRAVA.TAVA FEITA A TERCEIRA VIA.

  4. Já tivemos Severino Cavalcanti . Levy Fidelis é ótimo. O Baixo clero que manda. Depois do golpe. Mas Haddad ganha , fique tranquilo.

  5. Por isso passo aqui no blog para ler suas postagens e em algumas rir um pouquinho. Obrigada Fernando.

  6. Olhar para essa foto dá uma vontade enorme de sair correndo.
    Tem que estar cego de raiva de si mesmo prá votar nuns loco desses.

  7. Gente nos estamos onde? Me acordem desse pesadelo.todo dia eles mandam uma bomba em nossas cabeças

  8. Ele pensa que é o vice que escolhe o presidente da câmara. Estão pensando que numa hipotética vitória do peidorreiro “vão chegar chegando”? (desculpem-me assassinar o português). Ou convocará o exército para empossar sem a votação e composição da casa?

  9. Enganamo-nos: quanto pior, mais votos o bolsonazi abocanha: o brasileiro está mostrando o quanto de ruindade existe: povo cordato? Nem pensar. O negócio é sacanear todo mundo e levar vantagem e, se der com os burros n’água, culpar o PT. A rede globosta e os miliquentos de sempre, agradecem. Se o bolsonazi ganhar, trocaremos inclusive de deus, cuja figura será assumida pelo dito da universal de todos os santos e domingos: edir. como o bolsonazi poderá ganhar e não ter saúde para assumir, desde já é melhor ir se acostumando com a figura do mourão-de-banhado-com-o-corvo-em-cima, para delírio e gáudio da aristocracia-desde-sempre-miliquenta e fascistóide.

  10. Tá na hora de deus mostrar que é brasileiro mesmo. Levy Fidélix como 3º na hierarquia do País, nem o filho do altíssimo aguenta.

    Essa foto antecipa como poderia ser o futuro do País: TRÁGICO.

  11. eu duvido que essas coisas que mourão fala tira voto do traste
    acabei de crer que os eleitores de traste adoram essas bobagens

      1. eleitor do traste adora essas ideias de milico
        ficariam exultantes com uma nova ditadura

  12. É uma ótima definição para ele: besta quadrada!
    Que não se perca de vista o que está em jogo nas próximas eleições. Para deter esse processo de deterioração do país, é fundamental votar nas próximas eleições em candidatos progressistas para todos os níveis, especialmente para a presidência. Essa direita fascista representam a continuidade do golpe, a barbárie e a destruição do país.

  13. Sinceramente, não sei quem é pior: se o eleitor, o vice, o candidato a presidente da câmara ou o coiso.

  14. Acabo de me lembrar do Tiririca, aquele que sisse que pior do que está não fica.
    Pior sempre fica, Tiririca. Inclusive, houve sua ajuda para isso.
    E, agora, mais essa. Na hipótese da desastrosa hipótese de vitória do nazifascista, teríamos o País sob comando direto de uma versão diabólica e completamente descerebrada d’Os Três Patetas.
    É como diz uma Lei de Murphy. “Quando tudo estiver perdido, não se preocupe. Sempre pode ficar pior!”

  15. Xadrez do 2º Turno (Luis Nassif)

    “Rede Globo – o editorial de hoje do jornal O Globo confirmou o que antecipamos na 6ª. A decisão do Ministro Luiz Fux, de desautorizar seu colega Ricardo Lewandowski, contou com a cumplicidade de Dias Toffoli e o salvo-conduto da Globo. O editorial faz críticas leve a Moro e pesadas a Lewandowski. Nenhum pio sobre a decisão de Fux que, além de ilegal, atentava contra a liberdade de expressão e defendia a censura prévia. A Globo incorre na mesma posição de Ministros do Supremo, como Luis Roberto Barroso, políticos, jornalistas, de não se guiar por princípios doutrinários, nem sequer pelos fundamentos da liberdade de imprensa. Aliás, este é o preço maior do subdesenvolvimento brasileiro, a praxi macunaímica de parte relevante da elite. Significa que continuará dando respaldo aos vazamentos de Moro ou à disseminação de factoides. Por outro lado, haverá os seguintes fatores à favor:
    Fim dos ataques de outros candidatos – No 2º turno, rasgam-se as fantasias. No 1º, Haddad foi alvo de vários candidatos, por motivos diversos. Ciro, para tentar substituí-lo como o algoz de Bolsonaro. Alckmin para substituir Bolsonaro como algoz do PT. Marina por ser um poço até aqui de mágoas. E Álvaro Dias por ser um político provinciano de baixíssimo nível.”
    https://jornalggn.com.br/noticia/xadrez-do-segundo-turno-e-a-comunidade-amish-de-bolsonaro-por-luis-nassif

  16. Essa foto é antológica!
    Um dos grandes retratos do fotojornalismo brasileiro.
    Não estou ironizando!

  17. https://ruymedeiros.blogspot.com/2018/10/a-patrulha.html

    A Patrulha

    Ruy Medeiros

    Chega-me aos olhos a troca de mensagem em que duas adultas tecem considerações sobre a atitude de um comerciante que, em seu automóvel, afixou propaganda eleitoral. Trata-se de comerciante filho de comerciante, com grau de parentesco com elas, que trabalha desde criança, é querido na cidade, e ele e irmãos sempre cultivaram o bom trato com as pessoas. De seu estabelecimento muitas famílias tiram a sobrevivência.
    As duas adultas referidas, identificam-se como eleitoras de um capitão candidato a Presidente e chegam à conclusão de que deveriam boicotar e incentivar o boicote ao estabelecimento da pessoa que colocou propaganda de outro candidato em seu carro.
    É a patrulha que chega e, algumas vezes, patrulha para transformar-se em SA é “daqui pra ali”. Assim é que funciona. Não importa a vítima. Na Alemanha Nazista foram os judeus, os comunistas, os sociais democratas, depois os homossexuais, a seguir os ciganos e depois todos aqueles que não enjaularam declaradamente sua inteligência dentro dos objetivos do Führer. É necessário que a intolerância se expresse. É necessário um bode expiatório, uma transferência (no sentido freudiano mesmo), uma vazão da desrazão pela falta de meditação maior sobre o que significa o discurso oportunista do Capitão.
    Já se indagaram sobre a falta de programa do Candidato? Já questionaram sobre a conveniência da liberação de armas, ou do uso da violência pelo Estado? Já se perguntaram se é justo discriminar pessoas por suas orientações sexuais ou pela sua situação e engajamento na sociedade? Qual é mesmo o programa do Capitão? Ele apenas indica o bode expiatório do momento e em outro momento poderá ser qualquer bode expiatório e, então, já não haverá o milagre de salvar os Isaacs. É a solução ali perto da esquina, fácil, ao alcance de todos: escolham um salvador para destruir o bode expiatório do momento, ou para deixá-lo visível a fim de ser derrotado.
    Além de embarcar na onda da maré (que parece maré montante), sem espírito crítico, resolvem os partidários do capitão sugerir a patrulha.
    Aqui, em Vitória da Conquista na década de 1940,após o Brasil declarar guerra à Alemanha, uma “patrulha” dirigiu-se à casa de dois alemães que aqui residiam, aqui mantinham respectivas esposas, aqui trabalhavam, conhecidos de todos, com amigos, e depredou as casas dos dois boches, que nenhum vínculo tinham mais com a Alemanha e seu führer. Depois, os patrulheiros não conseguiram mais olhar dentro dos olhos daqueles germânicos que, aqui continuaram, e onde um deles deixou filhos. Olhar nos olhos, ter a coragem de fazê-lo passado o vendaval, é prova da correção dos nossos atos.
    É claro que as duas amigas adultas têm toda a liberdade de votar em quem desejar votar e engajar em campanha do seu candidato. Têm mesmo a liberdade de deixar de analisar friamente a situação para optar em quem votar. Mas será ética a intolerância em relação ao comerciante que têm a mesma liberdade?
    Em 1964, o querido Professor Everardo Públio de Castro, do elenco dos bodes expiatórios de então, foi delatado por defender as chamadas Reformas de Base. Seu delator depois foi invadido por profunda crise moral. Seguindo a onda irracional de combate aos adversários da ditadura, delatou exatamente pessoa de quem antes era considerado amigo. A onda cegara-o.
    Política contém paixão, mas não é apenas isso. E, mesmo assim, que tipo de paixão?

  18. Não estou acompanhando a GloboNews, mas posso afirmar que oscilou de 100% para 100% as intervenções de Merdal Pereira contrárias ao candidato Haddad com margem de erro zero.

  19. Olha como o fanfarrão, o Tiririca de coturno, que só sabe falar que “vai mudar tudo que está aí”, votou na Câmara:

    Acabar com o nepotismo no serviço público: CONTRA

    Fim da aposentadoria especial para deputados e senadores: CONTRA

    Aumento de salário para deputados e senadores: A FAVOR

    Fundo de combate à pobreza: CONTRA

    P.S.: O safado só vai no Congresso para dormir ou instigar seus adversários políticos.

    1. Definitivamente Tiririca foi a maior palhaçada que o povo brasileiro já disparou contra a Democracia brasileira. Um palhaço deste naipe que não apresentou um projeto, fez apenas um discurso que foi o da despedida do Congresso Nacional e agora quer voltar é um deboche a moral e a idoneidade do povo brasileiro. ALém disso votou a favor do Temer e do impeachment de Dilma. Tiririca não. Bolsonaro menos ainda.

  20. Tirar votos? Aí eu não concordo com o Brito: eleitores do 17/1 não fazem esse tipo de raciocínio.

  21. Tenho sérias desconfianças que gente mostrando a bunda na manifestação das mulheres #ELENÃO foi de pessoas plantadas pelo Bolsonaro para descredibilizar o movimento feminino.

  22. Fico ASSUSTADO com a capacidade intelectual desses militares!
    Sempre fizeram propaganda que as escolas militares eram as melhores! <– (FakeNews, desde então!)
    Imaginem numa guerra, durante uma batalha, esses oficiais, com essa "capacidade mental", ordenando soldados sob seus comandos para lutarem! Quantos sobreviverão?
    Lembro da época do Pasquim, da entrevista com um repórter que acompanhou a FEB e fez alguns relatos sobre os oficiais de então.

  23. O país corre o risco de ver Aébrio como Presidente ada Câmara dos Deputados. Infelizmente os eleitores de Minas Gerais vão elegê-lo Deputado. Uma lástima.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.