Nunca aposte sua cabeça contra os deputados

A vingança veio rápido.

A aprovação do gasto impositivo do Orçamento de emendas parlamentares de bancada passou de R$ 4,6 para R$ 8 bilhões.

O “quero o meu” andou rápido e arrastou até os deputados bolsonaristas: nada menos de 448 votos a favor e três contra, na primeira votação e, na segunda, 453 a favor; seis, contra e uma abstenção.

Era uma das “pautas-bomba” que sobrava da época de Eduardo Cunha, pois esperava ser pautada desde 2015 e agora foi, em menos de 24 horas.

Como o governo não tem porta-vozes no Congresso, não teve resistência.

Edgar Allan Poe tem um conto famoso, “Nunca aposte sua cabeça contra o diabo”, onde um velho incentiva o protagonista, Toby Dammit a pular um obstáculo em um túnel escuro. Dammit perde a cabeça, morre e, sem dinheiro para fazer-se seu enterro, seus restos são vendidos como carne para cachorros.

Há, agora, também uma aposta: será o governo Bolsonaro quem será decapitado pelo parlamento ou será o parlamento quem será decapitado pelas falanges bolsonaristas?

Até agora, tudo parece caminhar para a primeira hipótese, mas vitórias deste tipo só apequenam a reresentação parlamentar, a mostrar que a gula, muito antes da seriedade, regem seus atos.

Sobre isso, escreveu-se: “Toby Dammit, pobre diabo, vive na miséria. Numa sociedade tacanha e excludente, apanha como um cão, e parece nunca aprender a “lição”. Sempre aposta o que não pode pagar, pois é fanfarrão. Até que um dia perde a cabeça, que rola no chão. E como para o enterro não tinha um tostão, acabou virando ração.”

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

6 respostas

  1. Não tem nada a ver com esta matéria, mas a reportagem do Estadão sobre a mansão do Paulo Preto no Guarujá chama a atenção. Primeiro pela suntuosidade do imóvel principalmente se comparado a um triplex “atribuído” ao Lula. E este não é atribuído, está declarado no imposto de renda do líder largado na estrada pelo PSDB. O segundo ponto que chama a atenção é que para descobrir a quem pertence o imóvel você tem que ler a reportagem inteira, pois Paulo Preto é tratado como ex Dersa. Prefere a reportagem chamar a atenção para Tacla Duran. https://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/operador-do-psdb-usou-tacla-duran-para-pagar-mansao-no-guaruja-diz-procuradoria/

    1. A façanha da Farsa a Jato foi tirar a fé pública do Registro Geral de Imóveis.

      O imóvel pode constar como sendo de alguém, mas isso não vale nada.

  2. É importante lembrar a todos os brasileiros que esses parlamentares foram eleitos pelo MESMO povo que elegeu Bolsonaro. Logo tem a MESMA legitimidade deste.
    Senão os Mimiminions vão começar o dizer de que o congresso é que atrapalha o governo e o Brasil.

  3. O presidencialismo de coalizão é isso aí.

    Boçal Nato está certo, mas pelo motivo errado: ele quer deslegitimar o congresso (talvez fechá-lo).

  4. tinha o morô e agora será q entrou o maiô?! não é ele q pauta as votações?! Deram o recado para o Bozo de qual tipo de música querem dançar no baile. Ou ele aprende, ou de repente podem até meter um parlamentarismo torto aí. Daquela gente, bem piorada do q da última fornada, tudo é possível, inclusive nada. Ou seja, satisfeitos, depois de morderem uns pescocinhos eles podem até mesmo começarem a ajudar o Jair a ferrar com todo o resto nas votações

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.