O que fazer com o apoio de Temer?

repro

Os candidatos da direita – eufemisticamente chamados “de centro” pela mídia – têm um problema imenso pela frente: como se livrarem de Michel Temer, o campeão de rejeição e  cujo apoio, diz o Datafolha, espantaria o voto de nada menos de 87% dos eleitores brasileiros.

Como é que Geraldo Alckmin, Henrique Meirelles, Rodrigo Maia e outros ainda menos votados vão habilitar-se a ganhar o latifúndio de tempo de televisão do PMDB sem, em troca, assumirem também o “legado” do atual ocupante do planalto.

Recordem-se que gente muito melhor, com uma trajetória incomparável à destes aí, afundou-se pela fama do Governo Sarney, em 1989: Ulysses Guimarães e Aureliano Chaves não chegaram, respectivamente, a 5 e 1% dos votos.

Podem crer que, a esta altura, tem muito deputado colocando na balança o lucro com a liberação de algumas emendas e a pecha de votar com Temer na reforma da aposentadoria. Que dirá os presidenciáveis que, mal ou bem, serão chamados a dizer de público o que pensam deste governicho…

E Luciano Huck, se não levar o tempo do PSDB, desestabilizando Alckmin, vai ficar só com os 15 segundos do PPS?

A esta altura, melhor torcerem para Michel Temer ter uma crise de vaidade e candidatar-se, mesmo que seja para tirar-lhes votos tendo 6 ou 7% dos votos.

É menos do que vai tirar apoiando…

 
 
contrib1

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

12 respostas

  1. Nunca o país assistiu uma eleição em que a direita chega completamente perdida, sem programa, sem proposta, com candidatos ridículos, mesmo com todo apoio da mídia, com a politização do judiciário, o golpe ressuscitou o PT.

  2. Creio que o pres. LULA será impedido pelo gigante, probo, magnifico, justo, etc stf então surgiu minha dúvida: seu vice poderia continuar na disputa? se afirmativo, gostaria humildemente sugerir para vice Rui do PCO ou Boulos… e ainda sugerindo, os partidos de esquerda deveriam usar seu nomes fortes para o cargo de deputado federal, está na hora de reformar o estado.

    1. Rui do PCO é um quadro excelente. Boulos também seria, junto com o Haddad, ótimo candidato à presidência ou como vice.

  3. Para os canalhas que ainda insistem em chamar o maior líder político vivo no mundo,Luís Inácio Lula da Silva,de demiurgo de Garanhus e os medíocres do TRF4+Sérgio+STF com tudo=0,será que o maior jurista do Brasil e um dos maiores da história,o baiano Rui Barbosa,que é da mesma terra que o porrada Wellington
    Calasans,também é demiurgo?

    Fora isso,não confio no Datafolha,onde Luizinho Lula da Silva pela minha percepção já passa de 45% de intenções de votos no primeiro turno,mas também acho que Jair Messias está na casa dos 23,24,25%.

    A democracia privada que eles queriam fazer com a piada Huck,Marina Silva,Alckmin,Dórian,Meirelles,Temer,Rodrigo Maia,Silvio Santos,Sérgio e Susana Vieira,não vai funcionar.

    Nem se a rede Golpe ainda desse na hora da novela das 8 80 pontos no ibope isso seria possível,o que dizer hoje quando mal chega a 25,30.

    Só lembrando que O Golpe e Farsa Jato deu erradíssimo,Graças a Deus!

  4. tic tac tic tac
    essa autofagia vai acabar sem ter um candidato para defender essa obra de arte “escupida” a golpes, não vou nem dizer nem já um candidato viável, digo só um candidato
    tic tac tic tac
    daqui a pouco vai sobrar só o Temer e o FHH (os queridinho do partido dos market friendly)
    tic tac tic tac
    se não tem tu vai tu mesmo
    tic tac tic tac
    enquanto isso: vivo ou morto, preso ou solto, candidato ou não a verdade vai mostrando sua cara indiferente

  5. Um dia o Brasil será diferente,as pessoas votarão em ideias políticas ,nem sequer importando quem as levará à prática.Nesse mundo do futuro,o tempo de tv será uma lembrança aberrante dos tempos da ignorância. O poder terá sido espalhado evitando todos os males decorrentes da sua concentração ,e a globalização (o novo velho imperialismo)haverá perdido a guerra para o indivíduo
    Por que é tão difícil ter consciência política ??isso ao que parece não vale para o topo da pirâmide ,eles sabem muito bem a que classe pertencem e a quem devem combater .Nada contra,mas eles sempre perderiam se as maiorias exercitarem o básico ato de pensar.

  6. Realmente, esses candidatos, assim como as pessoas às quais eles são ligados, são o centro.
    São o centro dos problemas do Brasil!

  7. Quando Temer se dispõe a apoiar algué, o cabra grita:
    – Antes só do que mal acompanhado!
    Kkkk kkkkk!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.