O Supremo quer se atirar à fogueira?

jud

Depois de escrever o post anterior, onde falo que o Supremo, se negar hoje o habeas corpus de Lula estará, talvez pela última vez, “entregando carne aos lobos para evitar ser devorado também” chegou-me a imagem do post: fascistas queimam bonecos representando os 11 ministros do Supremo Tribunal Federal, ontem, em Porto Alegre.

É o que farão, escrevam, se o Judiciário continuar lhes abrindo os portões para a chegada ao poder do ódio e do fanatismo.

Pois foram eles mesmos, os ministros do Supremo que permitiram que isso chegasse a este ponto, como resume hoje, em seu blog, meu companheiro Marcelo Auler:

Na verdade, os onze ministros do Supremo colhem o que plantaram. Afinal, nos últimos anos, foram muitos os exemplos da grande maioria deles de desrespeito à Constituição que têm por dever guardar. Exemplos abundam. Em especial desde que a chamada República de Curitiba deu início à Operação Lava Jato, adotando suas leis, seus códigos e interpretando o “livrinho” (como Eurico Gaspar Dutra chamava a Constituição) a seu bel prazer.

Foi assim, em 2014, dez dias depois de iniciada a Operação, quando um grampo ilegal foi encontrado na cela do doleiro Alberto Youssef e nada aconteceu contra ninguém. Continuou assim, quando a doleira Nelma Kodama, foi beneficiada com seu retorno à custódia da Polícia Federal, depois que ajudou a tentar incriminar policiais federais e advogados que se manifestaram contra o jogo político da Lava Jato.

Permaneceu assim em vários outros momentos como, por exemplo, quando o juiz Sérgio Moro divulgou uma gravação de uma presidente da República e o máximo que lhe aconteceu foi levar um puxão de orelha do então ministro Teori Zavascki, diante de um silêncio sepulcral dos demais ministros daquela corte.

O jogo político da nossa Suprema Corte foi totalmente exposto à luz do dia quando, de um lado, o ministro Gilmar Mendes anulou a posse do cidadão e ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva como ministro da presidente Dilma Rousseff, sob a alegação de que buscavam um foro privilegiado. Mas quando empossaram ministro o ex-governador do Rio Moreira Franco, já no governo do golpista Michel Temer, tudo foi convalidado. Patente, portanto, o lado político nas decisões dos senhores ministros, bem como dois pesos e duas medidas.

Os dois pesos e duas medidas, desde há muito evidentes com o tratamento dado aos tucanos e, em especial, a Aécio Neves, dão ao povo brasileiro a convição de que balança assim é inútil e inservível.

E aquilo que o fascistóide faz com bonecos numa passarela será apenas a avant-première alegórica do que o regime que pretendem impor fará à Justiça brasileira.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

40 respostas

  1. Convergência em “tempos estranhos”: está claro que esse supremo de merda e essa justíssia terão que ser reformados, por Assembleia Constituinte eleita pelo povo.

    1. Reelegem-se 40% dos trastes que lá estão! Para o judiciário não há votos e por bem eles continuarão a dar as ordens. As Forças Armadas? Patéticos senhores incapazes de trocas as próprias fraldas geriátricas.

  2. A prisão automática em segunda instância pode levar ao encarceramento em massa, que já conta com 699 mil detentos

    “De todos os documentos e manifestos entregues aos 11 ministros do STF sobre o julgamento do pedido de habeas corpus do ex-presidente Lula, marcado para esta quarta-feira em Brasília, o que mais me chamou a atenção foi a nota da Defensoria Pública de São Paulo contra a prisão automática em segunda instância, que pode levar ao encarceramento em massa num país que já conta com 699 mil detentos (o terceiro no ranking mundial).

    Por isso, a Defensoria pede que o STF julgue antes as ações declaratórias de constitucionalidade sobre o assunto relatadas pelo ministro Marco Aurélio, lembrando que “o restabelecimento da jurisprudência do STF que apenas aplicava a literalidade expressa do texto constitucional não impediria a existência de ações antes do trânsito em julgado, mas apenas determinaria que elas fossem devidamente motivadas no caso concreto”, ao contrário do que diz o manifesto entregue aos ministros por mais de 5 mil juízes e procuradores.”

    https://www.balaiodokotscho.com.br/2018/04/03/defensoria-publica-alerta-para-encarceramento-em-massa/

  3. A caravana do Lula, por todo o Brasil, sempre foi maravilhosa, nunca precisou de nenhum recurso cinematográfico para isso.
    Seguramente, sempre foi censurada.
    A classe média, via maçons, mesmo tendo mobilização minima, a mídia ampliava.
    É parte do golpe, desde sempre, eles foram para o tudo ou nada.
    Sabem que o exército capitão de mato está atento, afinal, para que servem os milhares de selfies tirados com os policiais?

  4. Para mim é claríssimo – se medo não tem o STF de quem lhe ameaça com bonecos queimados e manchetes canalhas, das ideias comunga. Ponto.

  5. O STF cometeu um erro ao deixar de votar o HC do Lula naquele dia, porque ao postergar deu tempo para as forças golpistas se rearticularem.

  6. Helicóptero de um senador da república com meia tonelada de cocaína.

    Soldados do tráfico armados pelos grandes traficantes esculacham o povo na periferia.

    Mas a ameaça à liberdade continua sendo o “comunismo” (buuuuuuuu!).

  7. Ah mas hoje alguns deles terão o palco perfeito para discursos “históricos”. Como eu não tenho estômago não assistirei, será um festival de veleidades de dar nojo.

  8. O que mais entristece no Brasil é o imobilismo do povão. Só a classe média golpista se manifesta, dando a impressão de que os brasileiros apoiam a barbárie. Na verdade todas as pesquisas demonstram que o povo brasileiro está com Lula, mas infelizmente este povo mantém-se calado e inerte.

    1. Fique uma semana informando-se pelas 4 grandes emissoras de TV, pela CBN, pela Band ou Jovem Pan, Ao final dessa semana, vc estará pedindo autógrafo ao Temer. O povo é a grande vítima de uma mídia criminosa e os paulistas vítimas dessa mesma mídia e de 20 anos de PSDB.

    2. Ontem falei com uma pessoa que executa serviço por conta propria, que me disse que votaria em Lula porque ele melhorou de vida. Mas daí ir para as ruas e encarar toda a máquina de propaganda fica mais dificil.

    3. O povão está trabalhando ou tentando procurar trabalho, não pode se dar ao luxo nem sequer de saber quem é o presidente do Supremo, e se você perguntar ao povão quantos supremos existem, ele talvez diga que são cinco ou seis. Mas uma coisa é certa: Quando faltar o pão na mesa de um homem que sempre trabalhou no pesado para sustentar sua família e ele não tenha ninguém a quem recorrer e nenhum Lula para acender sua esperança, então a voz do povo vai falar sem os intermediários que se vendem aos desentranhados patrões, e todos os poderes vão se dobrar ao Terceiro Estado que vai surgir, trêmulos de medo.

      1. Já não há pão na mesa de milhares, que foram desempregados. A História é a mestra da vida. E mostra sempre, absolutamente sempre, que nunca houve revolução sem lideranças. Existe alguma liderança hoje, aqui no Brasil, que pregue a revolução. Não. Todos os líderes de suposta posição de esquerda pregam mudanças dentro do paradigma existente. Inócuo. Sem mudança de paradigma não haverá mudança alguma. Ou akguém duvida da força do capital? Samuel Buffett, um dos 10 homens mais ricos do planeta disse bem claramente o que esquerda não se atrve a falar: “Existe, sim, uma luta de classes. E felizmente nós – os ricos – estamos vencendo”. E nós, os idiotas – como aponta claramente o Jessé em seu livro “A elite do atraso” – estamos perdendo.

        1. Voce fez uma análise correta.Na era do capitalismo globalizado, quem dá as cartas é o capital transnacional. E as elites locais servem a esses senhores. No atual estágio do sistema capitalista, veremos cada vez a concentração de renda nos mercados financeiros (na mão de uma minoria) e uma grande massa de pessoas supérfluas e subempregadas. Ironicamente, a classe média entrará em processo de diminuição, com parte de seus componentes caindo no empobrecimento.

      2. Não sei se o final do teu texto um dia acontecerá, mas concordo, o povão trabalha hoje pra comer amanhã, e somente pessoas muito ignorantes culpam os mais pobre e trabalhadores pelas suas mazelas.

      3. “Se a vitória custa a chegar, as armas dos soldados se tornam pesadas e o entusiasmo deles enfraquece.” (Sun Tzu). Na minha opinião, quem vai jogar areia no projeto de poder da direita, vai ser o dragão da recessão economica (que vai se fortalecendo a cada dia, apesar do esforço da mídia em esconde-lo).Somente populações profundamente degradadas aceitam longos períodos de sacrificio sem qualquer perspectiva de melhoria……ainda mais se essas populações tiverem um passado recente de bonança como comparação.

    4. No Brasil, os movimentos de massa são geralmente organizados pelos setores médios, assim ocorre desde a redemocratização (diretas, caras pintadas, impeachment da dilma). Só que o pt e a esquerda perdeRAM parte considerável da classe média. Não adianta querer romantizar com o “povão” não organizado, eles estão no corre diário pra ter o que comer e na busca por emprego. Eles não influenciam movimentos de rua. O único poder que eles tem é o voto, mas é um voto não orgânico na esquerda, votam pelo que o Lula significou em melhoria na vida deles.

  9. “Amanhã será outro dia”

    Essas imagens especaluloides de fascistinhas de plantão não podem nos assustar. Fiquemos com a CORAGEM da caravana, com a UNIÃO no circo voador e o CRESCIMENTO que a DOR (MATURIDADE) da morte de tantos (Marielles) faz brotar.

    Apesar de Você
    (Chico Buarque)

    Hoje você é quem manda
    Falou, tá falado
    Não tem discussão, não
    A minha gente hoje anda
    Falando de lado
    E olhando pro chão, viu

    Você que inventou esse estado
    E inventou de inventar
    Toda a escuridão
    Você que inventou o pecado
    Esqueceu-se de inventar
    O perdão

    Apesar de você
    Amanhã há de ser
    Outro dia
    Eu pergunto a você
    Onde vai se esconder
    Da enorme euforia
    Como vai proibir
    Quando o galo insistir
    Em cantar
    Água nova brotando
    E a gente se amando
    Sem parar

    Quando chegar o momento
    Esse meu sofrimento
    Vou cobrar com juros, juro
    Todo esse amor reprimido
    Esse grito contido
    Este samba no escuro

    Você que inventou a tristeza
    Ora, tenha a fineza
    De desinventar
    Você vai pagar e é dobrado
    Cada lágrima rolada
    Nesse meu penar

    Apesar de você
    Amanhã há de ser
    Outro dia
    Inda pago pra ver
    O jardim florescer
    Qual você não queria
    Você vai se amargar
    Vendo o dia raiar
    Sem lhe pedir licença
    E eu vou morrer de rir
    Que esse dia há de vir
    Antes do que você pensa

    Apesar de você
    Amanhã há de ser
    Outro dia
    Você vai ter que ver
    A manhã renascer
    E esbanjar poesia
    Como vai se explicar
    Vendo o céu clarear
    De repente, impunemente
    Como vai abafar
    Nosso coro a cantar
    Na sua frente

    Apesar de você
    Amanhã há de ser
    Outro dia
    Você vai se dar mal
    Etc. e tal
    Lá lá lá lá laiá

  10. tudo começou com o mensalão ..aonde suposição, suspeitas e convicções viraram provas insofismáveis a serem dadas contra inimigos de PALANQUE ..e só contra eles, diga-se

  11. O twitter do general não falou em coisas como “espero que o STF tenha ciência e serenidade de sua responsabilidade institucional”.

    Ele simplesmente usou a palavra “impunidade”, que evidenciou que a mensagem foi endereçada à questão do Lula.

    E já que se falou em impunidade – como o próprio Auler lembra neste artigo – o judiciário de dois pesos e duas medidas permitiu Moreira Franco ganhar foro privilegiado – e também – mais tempo para seu crime prescrever. Mas nenhum militar se manifestou sobre isso até hoje. Pelo visto, dois pesos, duas medidas e cara-de-pau são coisas bem institucionais.

  12. Eu colocaria a ressalva: pode ser avant-première alegórica do regime que “a Globo e os golpistas internacionais” querem impor fará à Justiça brasileira.

  13. O STF não está nem aí pra fogos e fogueiras. Os “ELEITOS” já arrumaram suas camas vitalícias e nababescas.
    O NOSSO país não é o deles, então que exploda! Urge mudar o processo de escolha e limitar o tempo na Corte.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.