Os generais da mortandade

Em nota, a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, a mais importante associação científica do país, advertiu o sr. Nélson Teich, a sombra que ocupa o Ministério da Saúde, de que “se nada for feito nos próximos dias, os pronunciamentos do Ministério da Saúde se resumirão a informar o número de mortos”.

Domingos Alves, coordenador do Laboratório de Inteligência em Saúde da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, da USP, diz que “não estamos nem perto de um pico de casos de doença e morte. Estamos no começo de uma curva ascendente livre, leve e solta para o coronavírus no Brasil”.

Hoje cedo, na Globonews, o infectologista Davi Uip, concorda e diz que este pico “pode ser o Everest”, referindo-se à montanha mais alta do mundo.

Seja para onde se olhe, estamos perdendo a guerra contra contra o Covid-19 e, literalmente, a culpa desta massacrante derrota é dos nossos generais, tanto os civis quanto os militares.

Estimulam e patrocinam a quebra de nossa única linha de defesa, o distanciamento social E como se mandassem seus soldados levantarem-se das trincheiras e morrerem pela necessidade de que o comércio aufira a magra féria da crise, Convocam-nos para formar, em campo aberto, uma fila do rancho magro nas agências da Caixa à disposição do vírus.

Começaremos a semana ingressando na segunda dezena de milhares de corpos.

Mesmo diante desta constatação, a esta altura óbvia, as ruas se enchem e as parcas restrições de transito de pessoas tomadas por governos estaduais e prefeitos acabam por não se impor, por não terem meios ou disposição de fazê-lo.

Basta sair à rua e ver que isolamento e distanciamento são palavras ficcionais.

As mortes, porém, não serão.

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

19 respostas

  1. Toda essa tragédia é o modus operandi de bozo e guedes pondo em prática o cancelamento do BPC e da aposentadoria dos pobres que não conseguiram emplacar na reforma da previdência.

        1. Sim. Infelizmente, na maioria dos casos, também ferrenhos bolsonaristas que acreditam mais na cavalgadura do que nos fatos.

    1. Quem morre é sempre o outro. Para quem está vivo a morte não ensina nada. E muito menos para quem já morreu. Deduzo isto pelo número de jovens que vejo aglomerados, como se nada estivesse ocorrendo.

  2. PARABÉNS LULA !!!! É ASSIM QUE SE FALA É ASSIM QUE SE ATÚA !!!!
    E ao contrário do que me foi contestado ontem ,quando o critiquei ,ele está no UOL,falando com energía e confrontando a canalhice do moro.É possível quebrar o mecanismo de manipulação,é preciso QUERER.
    Esperamos ve-lo quase que diariamente CONFRONTANDO OS CANALHAS.,é uma obrigação que vc escolheu ao virar a figura que virou.

    https://www.brasil247.com/poder/lula-sem-a-toga-moro-nao-e-ninguem-e-ele-vai-aprender-isso-agora

  3. PARABÉNS LULA !!!! É ASSIM QUE SE FALA É ASSIM QUE SE ATÚA !!!!
    E ao contrário do que me foi contestado ontem ,quando o critiquei ,ele está no UOL,falando com energía e confrontando a canalhice do moro.É possível quebrar o mecanismo de manipulação,é preciso QUERER.
    Esperamos ve-lo quase que diariamente CONFRONTANDO OS CANALHAS.,é uma obrigação que vc escolheu ao virar a figura que virou.

    https://www.brasil247.com/poder/lula-sem-a-toga-moro-nao-e-ninguem-e-ele-vai-aprender-isso-agora

  4. Passando só para lembrar que nos ultimos dias, houve em média 372 mortes CONFIRMADAS por dia pela gripezinha.
    Enquanto a média em 2019 de mortes no trânsito e por homicídio foi cerca de 200 por dia. SOMADAS.

    1. Fora as subnotificações.

      Estamos que nem no final dos anos 80, em que muitos morriam de pneumonia, e não de AIDS.

  5. Como disse minha empregada doméstica, os números estão virando nomes.

    Ela já conhece uma dúzia de pessoas na vizinhança com casos, e eu tenho dois parentes infectados.

  6. Agora sim, um vislumbre de luz no fim do túnel.
    Será que finalmente o acoelhamento geral vai passar?
    Esse conta precisa ser pregada bem no meio da testa dos maiores responsáveis:
    Os GENERAIS POLITIQUEIROS que, diga-se de passagem, por enquanto, são minoria.

  7. Afirmo, com cem porcento de certeza, de que nenhum merda destes assumirá a responsabilidade por estas mortes. Muito pelo contrário, culparão a China, a fatalidade, os governadores e prefeitos, Lula. Dilma e o PT. De covarde e mau caráter o exército e esse governo de merda está cheio.

  8. Estes generais pertencem à elite e não estão preocupados com os que estão morrendo, pobres e em sua maioria velhos. Estes oficiais do alto escalão das forças armadas vivem na opulência e com todas benesses que o poder proporciona, pra que vamos nos preocupar com os que já morreram e os milhares que irão morrer com o sofrimento que o vírus provoca. Triste Brasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.